Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Ecogame pode salvar a Terra


Do Diário do Grande ABC

14/11/2010 | 07:00


Que o futuro do planeta está nas mãos dos humanos todo mundo já sabe, mas agora é possível experimentar esse poder num jogo de videogame. Em O Destino do Mundo (Fate of the World), o jogador comanda a Terra durante 200 anos e pode destruí-la ou salvá-la em função das políticas que adota. Pode, por exemplo, proibir o desmatamento da Amazônia, implantar a política do filho único, impor o uso de eletricidade nos transportes públicos e até criar doença para reduzir a superpopulação mundial, entre outras ações. O jogo está em teste e a versão final deve sair em fevereiro. Quer experimentar? Acesse www.fateoftheworld.net



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ecogame pode salvar a Terra

Do Diário do Grande ABC

14/11/2010 | 07:00


Que o futuro do planeta está nas mãos dos humanos todo mundo já sabe, mas agora é possível experimentar esse poder num jogo de videogame. Em O Destino do Mundo (Fate of the World), o jogador comanda a Terra durante 200 anos e pode destruí-la ou salvá-la em função das políticas que adota. Pode, por exemplo, proibir o desmatamento da Amazônia, implantar a política do filho único, impor o uso de eletricidade nos transportes públicos e até criar doença para reduzir a superpopulação mundial, entre outras ações. O jogo está em teste e a versão final deve sair em fevereiro. Quer experimentar? Acesse www.fateoftheworld.net

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;