Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Descumprir acordo

O partido conseguiu pavimentar essa área na candidatura de Lula em 2002 com a famosa Carta do Brasil


Especial para o Diário

23/03/2012 | 00:00


Os empresários e investidores, brasileiros e internacionais, viam com desconfianças o PT.

O partido conseguiu pavimentar essa área na candidatura de Lula em 2002 com a famosa Carta do Brasil. Nela, dizia, entre outras coisas, que os contratos e compromissos firmados pelo governo FHC seriam cumpridos.

Felizmente, essa foi a verdade. Até agora! Mas a perda de credibilidade pode acontecer, caso o Congresso Nacional não cumpra o que Lula assinou em 2007 com a Fifa.

Depois do acerto entre Aldo Rebello e Joseph Blatter, na semana passada, que o que foi assinado por Lula seria honrado, o líder Arlindo Chinaglia não conseguiu costurar um acordo com a base aliada. Agora, para se aprovar a Lei Geral da Copa, estão jogando a responsabilidade para os Estados que receberão jogos do Mundial-2014.

A Fifa acendeu o sinal amarelo e a imprensa europeia começa a tratar o Brasil como um País pouco sério com as suas responsabilidades assumidas.

Reconhece-se que o País deu um cheque em branco para a Fifa em 2007. Várias coisas não poderiam ser prometidas e assinadas.

Tudo está caminhando de tal forma polêmica que daqui a pouco vão se arrepender em ter marcado a Copa-2014 para o Brasil.

CARTOLA

Ronaldo disse que pode ser presidente da CBF em 2015. Fez discurso muito parecido com aqueles políticos demagogos e mentirosos, que comprovam a tese de que na prática a teoria é outra.

Em tese, o Fenômeno, pela sua carreira vitoriosa, poderia mesmo ser um bom cartola. Mas ele começou mal nessa área, cercando figuras polêmicas, sobre quem recaem dúvidas e acusações cabeludas.

A garantia de que a empresa de marketing do ex-atacante não atrapalharia o seu trabalho à frente da CBF também suscita dúvidas. Correu um boato recentemente aqui em São Paulo, que Ronaldo teria comprado muitos terrenos no entorno do Itaquerão, para aproveitar a especulação imobiliária.

Ele também quer ser eleito com o apoio dos clubes e federações. Estas, especialmente, são cooptadas de um jeito pouco ortodoxo e seria difícil mudar a mentalidade desses cartolas. O tempo será o senhor da razão.

GÊNIO

Aqueles que não se curvavam ao talento de Messi ficaram resignados nesta semana. O craque chegou aos 234 gols em partidas oficiais e tornou-se o maior artilheiro da história do Barcelona.

É feito espetacular para um jovem de 24 anos e ninguém poderia imaginar que ele chegaria a esse patamar. Messi também é o maior do mundo há dois anos.

Quem diria que ele foi ainda menino para Barcelona para tratar do nanismo e, quando acabou selecionado na peneira do clube catalão, chegou a jogar em troca do pagamento do tratamento.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Descumprir acordo

O partido conseguiu pavimentar essa área na candidatura de Lula em 2002 com a famosa Carta do Brasil

Especial para o Diário

23/03/2012 | 00:00


Os empresários e investidores, brasileiros e internacionais, viam com desconfianças o PT.

O partido conseguiu pavimentar essa área na candidatura de Lula em 2002 com a famosa Carta do Brasil. Nela, dizia, entre outras coisas, que os contratos e compromissos firmados pelo governo FHC seriam cumpridos.

Felizmente, essa foi a verdade. Até agora! Mas a perda de credibilidade pode acontecer, caso o Congresso Nacional não cumpra o que Lula assinou em 2007 com a Fifa.

Depois do acerto entre Aldo Rebello e Joseph Blatter, na semana passada, que o que foi assinado por Lula seria honrado, o líder Arlindo Chinaglia não conseguiu costurar um acordo com a base aliada. Agora, para se aprovar a Lei Geral da Copa, estão jogando a responsabilidade para os Estados que receberão jogos do Mundial-2014.

A Fifa acendeu o sinal amarelo e a imprensa europeia começa a tratar o Brasil como um País pouco sério com as suas responsabilidades assumidas.

Reconhece-se que o País deu um cheque em branco para a Fifa em 2007. Várias coisas não poderiam ser prometidas e assinadas.

Tudo está caminhando de tal forma polêmica que daqui a pouco vão se arrepender em ter marcado a Copa-2014 para o Brasil.

CARTOLA

Ronaldo disse que pode ser presidente da CBF em 2015. Fez discurso muito parecido com aqueles políticos demagogos e mentirosos, que comprovam a tese de que na prática a teoria é outra.

Em tese, o Fenômeno, pela sua carreira vitoriosa, poderia mesmo ser um bom cartola. Mas ele começou mal nessa área, cercando figuras polêmicas, sobre quem recaem dúvidas e acusações cabeludas.

A garantia de que a empresa de marketing do ex-atacante não atrapalharia o seu trabalho à frente da CBF também suscita dúvidas. Correu um boato recentemente aqui em São Paulo, que Ronaldo teria comprado muitos terrenos no entorno do Itaquerão, para aproveitar a especulação imobiliária.

Ele também quer ser eleito com o apoio dos clubes e federações. Estas, especialmente, são cooptadas de um jeito pouco ortodoxo e seria difícil mudar a mentalidade desses cartolas. O tempo será o senhor da razão.

GÊNIO

Aqueles que não se curvavam ao talento de Messi ficaram resignados nesta semana. O craque chegou aos 234 gols em partidas oficiais e tornou-se o maior artilheiro da história do Barcelona.

É feito espetacular para um jovem de 24 anos e ninguém poderia imaginar que ele chegaria a esse patamar. Messi também é o maior do mundo há dois anos.

Quem diria que ele foi ainda menino para Barcelona para tratar do nanismo e, quando acabou selecionado na peneira do clube catalão, chegou a jogar em troca do pagamento do tratamento.

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. www.marciobernardes.com.br

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;