Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Retratos de um campeão de São Bernardo aos 80 anos

Arnaldo Mendes, o Colombo, nome histórico de Vila Baeta Neves, em São Bernardo, alcança os 80 anos de idade


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

11/10/2010 | 00:00


Arnaldo Mendes, o Colombo, nome histórico de Vila Baeta Neves, em São Bernardo, alcança os 80 anos de idade. Hamilton Mendes, seu filho, rende ao pai a homenagem que Memória reproduz hoje: uma linha do tempo em formato de fotografias, o álbum familiar que todos têm e que a Memória acolhe com muito carinho.

O conjunto de álbuns como este de Colombo forma o caleidoscópio da nossa história. E mostra que o Grande ABC tem memória, rica, diversificada.

LINHA DO TEMPO
1930, 27 de setembro - Arnaldo Mendes nasce em São Bernardo.
1947 - Gilio Portugal (Pichinin) leva Colombo para o Vila Baeta FC.
1949 - Colombo forma no time do Baeta campeão de São Bernardo.
1951 e 1952 - Forma no time de profissionais do Palestra de São Bernardo, que disputa a Segunda Divisão Paulista.
1956, 7 de setembro - Forma na Seleção de São Bernardo que faz o jogo preliminar de Corinthians de Santo André e Santos FC, o jogo que marcou a estreia de Pelé no profissionalismo, no Estádio Américo Guazzelli.

MAIS TÍTULOS
Campeão de São Bernardo pelo Vila Baeta em 1956 e 1962; campeão da Taça São Bernardo em 1955, 1956, 1958, 1964, 1966 e 1968.

FAMÍLIA
Filho de Luiz e Máxima Mendes, irmão de Lulu e Acácio Mendes; casado com Hilda Bergamo; filhos: Hamilton (casado com Selma Pfeifer) e Magali (casada com José Roberto Trujilo). Netos: Arnaldo, Roberta, Paula e Daniele; bisnetos: Matheus, Livia, André e Maria Eduarda.


MUNICÍPIO PAULISTA

Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira. Elevado a município em 1954, quando se spara de Jacupiranga.

HOJE
Dia do Combate à Dor e Dia do Teatro Municipal e Dia do Círio de Nossa Senhora de Nazaré.


Crônica de Ribeirão Pires
Texto: Aida Arnoni Bressan
Na história dos profissionais liberais de Ribeirão Pires, o relojoeiro e maestro Pedro Bonze. O século 20 principiava e ele já consertava relógios na cidade, além de comandar a banda musical. Um segundo relojoeiro local foi o Sr. Arturzinho: a relojoaria funcionava numa casa de madeira da Rua Boa Vista, perto da ponte do Ribeirão dos Pires.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 11 de outubro de 1980

Manchete - Figueiredo (presidente da República) aponta rumo seguro para a democratização.
Política sindical - Lula será julgado pela Justiça Militar.
Primeiro Plano (Eduardo Camargo) - De louvor a iniciativa privada está repleta.
São Caetano - Córrego das Grotas motiva reclamações.
São Bernardo - Jardim Farina ganha escola municipal de educação infantil.
Música - Trio Pajéu e Anastácia com show em São Bernardo.
Futebol - Aliança, de São Bernardo, inicia hoje a decisão da Segundona.
Polícia - Nove ladrões mortos durante tiroteios; Rota, violenta ou enérgica?

EM 11 DE OUTUBRO DE...

1555 - Câmara da Vila de Santo André da Borda do Campo elege João Gallego porteiro do Legislativo.

1970 - Cecília Elisabete Salotti, de São Bernardo, eleita Miss Objetiva do Interior, em desfile realizado no Clube Atlético Ipiranga, numa promoção da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos.

1970 - Quarto Centenário sagra-se supercampeão da Primeira Divisão de Santo André, ao vencer o Rui Barbosa por 1 a 0 no Estádio Municipal, o futuro ‘Bruno Daniel'.

Trabalhadores
Nascem em 11 de outubro:
1900 - Francisco Panzerim. Natural de Tietê (SP). Servente da Rhodia. Residia à Rua Oratório, 110.
1924 - Mariano Marossi. Natural de Itobi (SP). Ajudante-mecânico da CBC. Residia em São Caetano.
Fonte: 1º livro geral de registro dos associados do Sindicato dos Químicos do ABC.

SANTOS DO DIA

Alexandre Saulo, Geraldo Majela, Germano, Firmino, Jaime, Nicasio, Soledade Torres e Zenaide.

Na estampa, a maternidade de Nossa Senhora.
Crédito da estampa: acervo Vangelista Bazani (Gili) e João de Deus Martinez.

Falecimento

ALBERTO ALVES DA SILVA
(São Paulo, 24-7-1921 - 4-10-2010)

Nenê da Vila Matilde era o último dos pioneiros do samba paulista. Deixou muitas histórias. Uma delas: de como se organizou o Carnaval de rua em São Paulo, nos moldes do que era realizado no Rio de Janeiro.

Foi em 1967. E Nenê estava presente na reunião de organização, ao lado do prefeito Faria Lima, do radialista Moraes Sarmento, Nenê do Pandeiro, Inocêncio Tobias, Pé Rachado e Madrinha Eunice. E o Carnaval rolou em 1968, no Vale do Anhangabaú. Vitória da Escola de Samba Nenê da Vila Matilde.

Nenê foi metalúrgico. E só dedicou-se em tempo integral ao samba quando se aposentou.

Queixava-se, ultimamente, do excesso de profissionalismo no Carnaval e permaneceu fiel à sua escola até o fim. Suas histórias estão gravadas no programa São Paulo de todos os dias, que era apresentado nos fins de semana pela Rádio Eldorado.

Era o último representante daquela reunião de 1967 que marcou a virada do samba e do Carnaval em São Paulo.

Alberto Alves da Silva, o Nenê da Vila Matilde, partiu aos 89 anos. Foi sepultado no Cemitério Quarta Parada, na Capital.
(Compilação de texto de Geraldo Nunes, jornalista).

SÃO BERNARDO
Ernestina Luiza de Souza, 81. Natural de Paraguaçu (MG), Dia 6. Cemitério de Vila Euclides.
Edir da Silva Borges, 60. Natural de Machado (MG). Dia 6. Cemitério do Jardim da Colina.
Miguel da Silva, 58. Natural de Ibaiassuce (BA). Dia 5. Cemitério dos Casa.
Aparecida Timoteo da Silva, 58. Natural de São Bernardo. Dia 6. Cemitério de Vila Euclides.
Ailton Favaris, 56. Natural de Rives (ES). Dia 6. Cemitério dos Casa.
Maria da Conceição Santana, 55. Natural de São Paulo (SP). Dia 4. Cemitério dos Casa.

DIADEMA
Maria Augusta Leite Gonçalves, 67. Natural de Balbinos (SP). Dia 5. Cemitério Vale da Paz.

MAUÁ
João Carlos Pacheco, 42. Natural de Santo André. Dia 4. Cemitério Vale dos Pinheirais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Retratos de um campeão de São Bernardo aos 80 anos

Arnaldo Mendes, o Colombo, nome histórico de Vila Baeta Neves, em São Bernardo, alcança os 80 anos de idade

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

11/10/2010 | 00:00


Arnaldo Mendes, o Colombo, nome histórico de Vila Baeta Neves, em São Bernardo, alcança os 80 anos de idade. Hamilton Mendes, seu filho, rende ao pai a homenagem que Memória reproduz hoje: uma linha do tempo em formato de fotografias, o álbum familiar que todos têm e que a Memória acolhe com muito carinho.

O conjunto de álbuns como este de Colombo forma o caleidoscópio da nossa história. E mostra que o Grande ABC tem memória, rica, diversificada.

LINHA DO TEMPO
1930, 27 de setembro - Arnaldo Mendes nasce em São Bernardo.
1947 - Gilio Portugal (Pichinin) leva Colombo para o Vila Baeta FC.
1949 - Colombo forma no time do Baeta campeão de São Bernardo.
1951 e 1952 - Forma no time de profissionais do Palestra de São Bernardo, que disputa a Segunda Divisão Paulista.
1956, 7 de setembro - Forma na Seleção de São Bernardo que faz o jogo preliminar de Corinthians de Santo André e Santos FC, o jogo que marcou a estreia de Pelé no profissionalismo, no Estádio Américo Guazzelli.

MAIS TÍTULOS
Campeão de São Bernardo pelo Vila Baeta em 1956 e 1962; campeão da Taça São Bernardo em 1955, 1956, 1958, 1964, 1966 e 1968.

FAMÍLIA
Filho de Luiz e Máxima Mendes, irmão de Lulu e Acácio Mendes; casado com Hilda Bergamo; filhos: Hamilton (casado com Selma Pfeifer) e Magali (casada com José Roberto Trujilo). Netos: Arnaldo, Roberta, Paula e Daniele; bisnetos: Matheus, Livia, André e Maria Eduarda.


MUNICÍPIO PAULISTA

Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira. Elevado a município em 1954, quando se spara de Jacupiranga.

HOJE
Dia do Combate à Dor e Dia do Teatro Municipal e Dia do Círio de Nossa Senhora de Nazaré.


Crônica de Ribeirão Pires
Texto: Aida Arnoni Bressan
Na história dos profissionais liberais de Ribeirão Pires, o relojoeiro e maestro Pedro Bonze. O século 20 principiava e ele já consertava relógios na cidade, além de comandar a banda musical. Um segundo relojoeiro local foi o Sr. Arturzinho: a relojoaria funcionava numa casa de madeira da Rua Boa Vista, perto da ponte do Ribeirão dos Pires.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 11 de outubro de 1980

Manchete - Figueiredo (presidente da República) aponta rumo seguro para a democratização.
Política sindical - Lula será julgado pela Justiça Militar.
Primeiro Plano (Eduardo Camargo) - De louvor a iniciativa privada está repleta.
São Caetano - Córrego das Grotas motiva reclamações.
São Bernardo - Jardim Farina ganha escola municipal de educação infantil.
Música - Trio Pajéu e Anastácia com show em São Bernardo.
Futebol - Aliança, de São Bernardo, inicia hoje a decisão da Segundona.
Polícia - Nove ladrões mortos durante tiroteios; Rota, violenta ou enérgica?

EM 11 DE OUTUBRO DE...

1555 - Câmara da Vila de Santo André da Borda do Campo elege João Gallego porteiro do Legislativo.

1970 - Cecília Elisabete Salotti, de São Bernardo, eleita Miss Objetiva do Interior, em desfile realizado no Clube Atlético Ipiranga, numa promoção da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos.

1970 - Quarto Centenário sagra-se supercampeão da Primeira Divisão de Santo André, ao vencer o Rui Barbosa por 1 a 0 no Estádio Municipal, o futuro ‘Bruno Daniel'.

Trabalhadores
Nascem em 11 de outubro:
1900 - Francisco Panzerim. Natural de Tietê (SP). Servente da Rhodia. Residia à Rua Oratório, 110.
1924 - Mariano Marossi. Natural de Itobi (SP). Ajudante-mecânico da CBC. Residia em São Caetano.
Fonte: 1º livro geral de registro dos associados do Sindicato dos Químicos do ABC.

SANTOS DO DIA

Alexandre Saulo, Geraldo Majela, Germano, Firmino, Jaime, Nicasio, Soledade Torres e Zenaide.

Na estampa, a maternidade de Nossa Senhora.
Crédito da estampa: acervo Vangelista Bazani (Gili) e João de Deus Martinez.

Falecimento

ALBERTO ALVES DA SILVA
(São Paulo, 24-7-1921 - 4-10-2010)

Nenê da Vila Matilde era o último dos pioneiros do samba paulista. Deixou muitas histórias. Uma delas: de como se organizou o Carnaval de rua em São Paulo, nos moldes do que era realizado no Rio de Janeiro.

Foi em 1967. E Nenê estava presente na reunião de organização, ao lado do prefeito Faria Lima, do radialista Moraes Sarmento, Nenê do Pandeiro, Inocêncio Tobias, Pé Rachado e Madrinha Eunice. E o Carnaval rolou em 1968, no Vale do Anhangabaú. Vitória da Escola de Samba Nenê da Vila Matilde.

Nenê foi metalúrgico. E só dedicou-se em tempo integral ao samba quando se aposentou.

Queixava-se, ultimamente, do excesso de profissionalismo no Carnaval e permaneceu fiel à sua escola até o fim. Suas histórias estão gravadas no programa São Paulo de todos os dias, que era apresentado nos fins de semana pela Rádio Eldorado.

Era o último representante daquela reunião de 1967 que marcou a virada do samba e do Carnaval em São Paulo.

Alberto Alves da Silva, o Nenê da Vila Matilde, partiu aos 89 anos. Foi sepultado no Cemitério Quarta Parada, na Capital.
(Compilação de texto de Geraldo Nunes, jornalista).

SÃO BERNARDO
Ernestina Luiza de Souza, 81. Natural de Paraguaçu (MG), Dia 6. Cemitério de Vila Euclides.
Edir da Silva Borges, 60. Natural de Machado (MG). Dia 6. Cemitério do Jardim da Colina.
Miguel da Silva, 58. Natural de Ibaiassuce (BA). Dia 5. Cemitério dos Casa.
Aparecida Timoteo da Silva, 58. Natural de São Bernardo. Dia 6. Cemitério de Vila Euclides.
Ailton Favaris, 56. Natural de Rives (ES). Dia 6. Cemitério dos Casa.
Maria da Conceição Santana, 55. Natural de São Paulo (SP). Dia 4. Cemitério dos Casa.

DIADEMA
Maria Augusta Leite Gonçalves, 67. Natural de Balbinos (SP). Dia 5. Cemitério Vale da Paz.

MAUÁ
João Carlos Pacheco, 42. Natural de Santo André. Dia 4. Cemitério Vale dos Pinheirais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;