Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Marido é acusado de pedir a morte de mulher no Alvarenga

Ele estaria sendo traído e estava insatisfeito com o fim do relacionamento


Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

24/03/2012 | 07:00


O desaparecimento da dona de casa Andréia Lopes dos Santos, 25 anos, levou policiais civis do 8º DP (Jardim Campestre) de São Bernardo a suspeitar que o marido, Sansão Braga de Maria, 52, tenha encomendado a morte, insatisfeito pelo quase fim da união.

O casamento durava 11 anos e eles tinham um filho de 9, mas nos últimos meses Andréia traía Sansão. Desde segunda-feira, ela desapareceu da casa onde morava, no bairro Alvarenga, e só após muita insistência o marido registrou boletim de ocorrência.

Durante a investigação, os policiais descobriram que Sansão havia confessado a uma amiga "que tinha feito besteira". Questionado, afirmou que o assassino era José Nogueira da Silva, que teria jogado o corpo na Represa Billings. Silva foi visto com o carro da vítima na balsa.

Sansão disse que fora obrigado por Silva a deixar a porta de sua casa aberta para que ele entrasse e rendesse Andréia. Silva teria dito ao marido que era um dos amantes da mulher e que "tomaria ela à força". A história não convenceu os policiais, que pediram sua prisão. Silva, que tem passagem pela polícia, está foragido. O corpo da dona de casa ainda está sendo procurado no Riacho Grande.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marido é acusado de pedir a morte de mulher no Alvarenga

Ele estaria sendo traído e estava insatisfeito com o fim do relacionamento

Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

24/03/2012 | 07:00


O desaparecimento da dona de casa Andréia Lopes dos Santos, 25 anos, levou policiais civis do 8º DP (Jardim Campestre) de São Bernardo a suspeitar que o marido, Sansão Braga de Maria, 52, tenha encomendado a morte, insatisfeito pelo quase fim da união.

O casamento durava 11 anos e eles tinham um filho de 9, mas nos últimos meses Andréia traía Sansão. Desde segunda-feira, ela desapareceu da casa onde morava, no bairro Alvarenga, e só após muita insistência o marido registrou boletim de ocorrência.

Durante a investigação, os policiais descobriram que Sansão havia confessado a uma amiga "que tinha feito besteira". Questionado, afirmou que o assassino era José Nogueira da Silva, que teria jogado o corpo na Represa Billings. Silva foi visto com o carro da vítima na balsa.

Sansão disse que fora obrigado por Silva a deixar a porta de sua casa aberta para que ele entrasse e rendesse Andréia. Silva teria dito ao marido que era um dos amantes da mulher e que "tomaria ela à força". A história não convenceu os policiais, que pediram sua prisão. Silva, que tem passagem pela polícia, está foragido. O corpo da dona de casa ainda está sendo procurado no Riacho Grande.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;