Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com dificuldades, Santos
vence na Libertadores

Equipe ganhou por 2 a 0 do Juan Aurich, na noite de
quinta-feira, no Estádio do Pacaembu, pela quarta rodada


Do Diário do Grande ABC

23/03/2012 | 00:46


O Santos enfrentou problemas para vencer os peruanos do Juan Aurich por 2 a 0 nesta quinta-feira, no Pacaembu, pela Copa Libertadores. Limitado tecnicamente, não foi apenas o adversário que causou perigo na partida.

Uma tempestade que atingiu São Paulo provocou queda de energia e paralisou o jogo por cerca de 40 minutos, valorizou ainda mais vitória santista, já que o gramado 'pesado' prejudicou o futebol refinado de Neymar e companhia.

Com o resultado, a equipe santista assumiu a liderança do Grupo 1, com nove pontos e deixou os concorrentes Internacional-RS e The Strongest, da Bolívia, com sete. Os gols do Santos foram marcados por Edu Dracena e Neymar.

A partida correu o risco de ser interrompida por causa do temporal. Apesar da boa drenagem, o gramado do Pacaembu chegou a apresentar pontos críticos. A chuva também danificou alguns refletores do estádio no intervalo.

Os dois times foram obrigados a voltar para os vestiários, já que três torres de refletores foram apagadas. No entanto, a arbitragem decidiu retomar a partida. Com 40 minutos de atraso, o segundo tempo começou após o retorno da iluminação.

O time peruano atuou apenas com um atacante na frente, e optou por jogar com cinco atletas no meio-campo. Mesmo criando pouco, o Santos terminou a primeira etapa vencendo por 1 a 0. Edu Dracena abriu o marcador aos dez minutos. Neymar cabeceou após cobrança de escanteio, Penny deu o rebote na defesa e o capitão santista finalizou para fazer o gol.

No segundo tempo, com a paralisação de 40 minutos e o gramado prejudicado pela chuva. Apesar das dificuldades e da tranca do adversário, o Santos ampliou o placar. Ganso lançou Borges, que tocou para Neymar dentro da área chutar rasteiro para fazer 2 a 0.

Quando a chuva amenizou, Neymar tentou mais jogadas de efeito e usou a habilidade característica diversas vezes. mas não foi suficiente. E o placar se manteve inalterado até o final.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Com dificuldades, Santos
vence na Libertadores

Equipe ganhou por 2 a 0 do Juan Aurich, na noite de
quinta-feira, no Estádio do Pacaembu, pela quarta rodada

Do Diário do Grande ABC

23/03/2012 | 00:46


O Santos enfrentou problemas para vencer os peruanos do Juan Aurich por 2 a 0 nesta quinta-feira, no Pacaembu, pela Copa Libertadores. Limitado tecnicamente, não foi apenas o adversário que causou perigo na partida.

Uma tempestade que atingiu São Paulo provocou queda de energia e paralisou o jogo por cerca de 40 minutos, valorizou ainda mais vitória santista, já que o gramado 'pesado' prejudicou o futebol refinado de Neymar e companhia.

Com o resultado, a equipe santista assumiu a liderança do Grupo 1, com nove pontos e deixou os concorrentes Internacional-RS e The Strongest, da Bolívia, com sete. Os gols do Santos foram marcados por Edu Dracena e Neymar.

A partida correu o risco de ser interrompida por causa do temporal. Apesar da boa drenagem, o gramado do Pacaembu chegou a apresentar pontos críticos. A chuva também danificou alguns refletores do estádio no intervalo.

Os dois times foram obrigados a voltar para os vestiários, já que três torres de refletores foram apagadas. No entanto, a arbitragem decidiu retomar a partida. Com 40 minutos de atraso, o segundo tempo começou após o retorno da iluminação.

O time peruano atuou apenas com um atacante na frente, e optou por jogar com cinco atletas no meio-campo. Mesmo criando pouco, o Santos terminou a primeira etapa vencendo por 1 a 0. Edu Dracena abriu o marcador aos dez minutos. Neymar cabeceou após cobrança de escanteio, Penny deu o rebote na defesa e o capitão santista finalizou para fazer o gol.

No segundo tempo, com a paralisação de 40 minutos e o gramado prejudicado pela chuva. Apesar das dificuldades e da tranca do adversário, o Santos ampliou o placar. Ganso lançou Borges, que tocou para Neymar dentro da área chutar rasteiro para fazer 2 a 0.

Quando a chuva amenizou, Neymar tentou mais jogadas de efeito e usou a habilidade característica diversas vezes. mas não foi suficiente. E o placar se manteve inalterado até o final.

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;