Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Consumo de sacola plástica no País deve encolher 6,7% em 2010


Da Redação
Com AE

03/10/2010 | 06:58


As campanhas de conscientização para o uso consciente de sacolas plásticas no varejo brasileiro, associadas à decisão de municípios e estados de restringir o uso do produto, devem levar o consumo de sacolas a encolher em 2010, pelo terceiro ano consecutivo.

De acordo com projeções dos organizadores do programa de qualidade e consumo responsável de sacolas plásticas, a demanda interna deve alcançar 14 bilhões de unidades este ano, uma retração de 6,7% em relação ao total utilizado no ano passado.

Desde o início da implantação do programa, o consumo de sacolas já caiu 2,9 bilhões de toneladas no Brasil. Caso a projeção para este ano venha a se confirmar, a retração no acumulado desde 2007 deve atingir um total de 3,9 bilhões de sacolas, o equivalente a mais de 20% do consumo reportado naquele ano (17,9 bilhões).

O programa de qualidade e consumo responsável de sacolas plásticas é uma parceria entre a indústria e o varejo, cujo principal objetivo é conscientizar o consumidor para que pratique o consumo responsável, além do descarte adequado das sacolas plásticas.

Entre as redes varejistas que participam da iniciativa estão Pão de Açúcar, Zaffari e Gbarbosa, além de dezenas de outras redes pelo Brasil. Além disso, mais de 5 mil pessoas, entre supervisores e operadores de caixa dos supermercados participantes foram treinados para orientar os consumidores sobre o uso responsável das sacolinhas.

RECICLAGEM

Além da redução no desperdício das sacolas plásticas, a iniciativa, idealizada pela INP (Nacional do Plástico), Plastivida Instituto Sócio Ambiental dos Plásticos e a Abief (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis), visa também a conscientização para a importância da reutilização dessas embalagens, assim como seu descarte adequado.

O Brasil hoje tem uma taxa de reciclagem mecânica (conversão em grânulos para transformação em outro produto) dos plásticos de 22%, que cresce cerca de 13% ao ano. Ainda assim, há ociosidade na indústrias recicladoras (30%) por falta de uma coleta seletiva mais eficiente no país.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consumo de sacola plástica no País deve encolher 6,7% em 2010

Da Redação
Com AE

03/10/2010 | 06:58


As campanhas de conscientização para o uso consciente de sacolas plásticas no varejo brasileiro, associadas à decisão de municípios e estados de restringir o uso do produto, devem levar o consumo de sacolas a encolher em 2010, pelo terceiro ano consecutivo.

De acordo com projeções dos organizadores do programa de qualidade e consumo responsável de sacolas plásticas, a demanda interna deve alcançar 14 bilhões de unidades este ano, uma retração de 6,7% em relação ao total utilizado no ano passado.

Desde o início da implantação do programa, o consumo de sacolas já caiu 2,9 bilhões de toneladas no Brasil. Caso a projeção para este ano venha a se confirmar, a retração no acumulado desde 2007 deve atingir um total de 3,9 bilhões de sacolas, o equivalente a mais de 20% do consumo reportado naquele ano (17,9 bilhões).

O programa de qualidade e consumo responsável de sacolas plásticas é uma parceria entre a indústria e o varejo, cujo principal objetivo é conscientizar o consumidor para que pratique o consumo responsável, além do descarte adequado das sacolas plásticas.

Entre as redes varejistas que participam da iniciativa estão Pão de Açúcar, Zaffari e Gbarbosa, além de dezenas de outras redes pelo Brasil. Além disso, mais de 5 mil pessoas, entre supervisores e operadores de caixa dos supermercados participantes foram treinados para orientar os consumidores sobre o uso responsável das sacolinhas.

RECICLAGEM

Além da redução no desperdício das sacolas plásticas, a iniciativa, idealizada pela INP (Nacional do Plástico), Plastivida Instituto Sócio Ambiental dos Plásticos e a Abief (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis), visa também a conscientização para a importância da reutilização dessas embalagens, assim como seu descarte adequado.

O Brasil hoje tem uma taxa de reciclagem mecânica (conversão em grânulos para transformação em outro produto) dos plásticos de 22%, que cresce cerca de 13% ao ano. Ainda assim, há ociosidade na indústrias recicladoras (30%) por falta de uma coleta seletiva mais eficiente no país.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;