Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Fiação sem dono motiva reclamações em Sto.André

Nenhuma empresa assume responsabilidade pelo conserto dos fios


Caroline Garcia
Especial para o Diário

10/03/2012 | 07:00


Quem passa pela Avenida Pereira Barreto, na altura do número 1.400, em Santo André, encontra cabos que estão soltos desde janeiro, quando um poste foi instalado ali pela Eletropaulo.

A psicóloga Nídia Junqueira, 53 anos, disse ter presenciado caminhão que teve dificuldade em passar na avenida. "As pessoas viram a situação, arrumaram um rodo e levantaram a fiação para que ele não arrancasse tudo."

Gerente de uma loja de autopeças, Alexandre Daniz também teve problemas em relação aos carros que estacionam em frente ao estabelecimento. "Pendurei os fios na lanterna que sinaliza entrada e saída de veículos para que os clientes pudessem parar."

Nídia disse que procurou as empresas de telefone, TV a cabo e energia, mas nenhuma assumiu a responsabilidade pelos cabos. "Um joga para o outro", disse. A última tentativa foi procurar a Arcesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo), que respondeu, por meio da ouvidoria, que os fios são de telefonia. E que no dia 15 de fevereiro enviou mensagem eletrônica à Telefônica para que providenciasse a regularização. A Telefônica informou que uma equipe técnica foi ao local e não encontrou fios soltos da operadora.

A Eletropaulo também fez vistoria e encontrou uma equipe da GVT, operadora de telecomunicações, readequando os fios da empresa. A GVT confirmou que havia cabos soltos, mas que foram reposicionados. No entanto, alguns cabos que aparentemente não têm dono continuam caídos. "Melhorou bastante depois das visitas, mas ainda tem fios soltos", afirmou Nídia.

A Eletropaulo frisou que cada concessionária é responsável pela instalação e adequação da fiação nos postes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fiação sem dono motiva reclamações em Sto.André

Nenhuma empresa assume responsabilidade pelo conserto dos fios

Caroline Garcia
Especial para o Diário

10/03/2012 | 07:00


Quem passa pela Avenida Pereira Barreto, na altura do número 1.400, em Santo André, encontra cabos que estão soltos desde janeiro, quando um poste foi instalado ali pela Eletropaulo.

A psicóloga Nídia Junqueira, 53 anos, disse ter presenciado caminhão que teve dificuldade em passar na avenida. "As pessoas viram a situação, arrumaram um rodo e levantaram a fiação para que ele não arrancasse tudo."

Gerente de uma loja de autopeças, Alexandre Daniz também teve problemas em relação aos carros que estacionam em frente ao estabelecimento. "Pendurei os fios na lanterna que sinaliza entrada e saída de veículos para que os clientes pudessem parar."

Nídia disse que procurou as empresas de telefone, TV a cabo e energia, mas nenhuma assumiu a responsabilidade pelos cabos. "Um joga para o outro", disse. A última tentativa foi procurar a Arcesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo), que respondeu, por meio da ouvidoria, que os fios são de telefonia. E que no dia 15 de fevereiro enviou mensagem eletrônica à Telefônica para que providenciasse a regularização. A Telefônica informou que uma equipe técnica foi ao local e não encontrou fios soltos da operadora.

A Eletropaulo também fez vistoria e encontrou uma equipe da GVT, operadora de telecomunicações, readequando os fios da empresa. A GVT confirmou que havia cabos soltos, mas que foram reposicionados. No entanto, alguns cabos que aparentemente não têm dono continuam caídos. "Melhorou bastante depois das visitas, mas ainda tem fios soltos", afirmou Nídia.

A Eletropaulo frisou que cada concessionária é responsável pela instalação e adequação da fiação nos postes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;