Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Nem todos concordam com o trabalho dos bichos


Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

11/03/2012 | 07:00


No passado, o adestramento era feito de forma muito rígida. Aos poucos, foram desenvolvidas técnicas menos agressivas, que apresentaram melhores resultados. Apesar de os treinadores afirmarem que os bichos são bem tratados, nem todos concordam com a participação deles em filmes, novelas e comerciais.

Segundo as organizações de proteção animal, o trabalho causa estresse, principalmente por acontecer em ambiente fechado, diferente do que está acostumado, com ar-condicionado e cheio de gente.

Os treinamentos de animais nos circos sempre foram bastante criticados. Em geral, eram feitos à base de castigos, como choques e chicotadas. Além disso, não recebiam alimento caso não fizessem o que fosse pedido. Para acabar com o problema, em 2005, foi criado em São Paulo o Código Estadual de Proteção aos Animais. Estabelece normas para a proteção, defesa e preservação. Proíbe, por exemplo, a apresentação de bichos em espetáculos circenses. As punições variam, podendo ser multa ou perda da guarda do animal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nem todos concordam com o trabalho dos bichos

Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

11/03/2012 | 07:00


No passado, o adestramento era feito de forma muito rígida. Aos poucos, foram desenvolvidas técnicas menos agressivas, que apresentaram melhores resultados. Apesar de os treinadores afirmarem que os bichos são bem tratados, nem todos concordam com a participação deles em filmes, novelas e comerciais.

Segundo as organizações de proteção animal, o trabalho causa estresse, principalmente por acontecer em ambiente fechado, diferente do que está acostumado, com ar-condicionado e cheio de gente.

Os treinamentos de animais nos circos sempre foram bastante criticados. Em geral, eram feitos à base de castigos, como choques e chicotadas. Além disso, não recebiam alimento caso não fizessem o que fosse pedido. Para acabar com o problema, em 2005, foi criado em São Paulo o Código Estadual de Proteção aos Animais. Estabelece normas para a proteção, defesa e preservação. Proíbe, por exemplo, a apresentação de bichos em espetáculos circenses. As punições variam, podendo ser multa ou perda da guarda do animal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;