Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Paulo busca reconhecimento


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

08/10/2006 | 21:47


Mesmo na disputa por títulos nas últimas temporadas, o São Paulo sabe que um time só é valorizado quando conquista alguma coisa, E a derrota para o Internacional na Libertadores está engasgada para o elenco, Não pelo resultado ruim, mas pelas críticas recebidas que não significam a verdade. A cada rodada que passa, o São Paulo fica mais perto do título do Campeonato Brasileiro. A taça que o Tricolor paulista não levanta há 15 anos é a grande obsessão dos jogadores neste momento. É o cala boca para quem não se convenceu na força da equipe do Morumbi.

“Dá para ver que o time está firme, bem objetivado”, analisa o goleiro Rogério Ceni, um dos defensores de provar a cada um que o São Paulo é vencedor. “Há dois anos estamos disputando título após título, mas no Brasil a gente é colocado à prova a todo instante.

Então, temos a consciência da importância da conquista deste Brasileiro. Têm alguns times que lutam pela taça, mas vamos continuar trabalhando para conseguir o nosso objetivo”, disse o capitão, que no final da partida contra o Fluminense, no sábado, foi saudar a torcida tricolor que compareceu ao Maracanã em maior número do que a própria torcida do Fluminense.

Rogério entende que o São Paulo ainda não pode comemorar, mas reconhece que a vantagem na ponta da tabela é importante nesse momento. “Quanto mais o número de rodadas for diminuindo e os pontos aumentando, é melhor para nós”, aposta.

Ainda restam dez rodadas para o fim do Brasileirão. “Sabemos que é muito difícil se manter na ponta no melhor campeonato do mundo, que é o Brasileiro. Mas o time se mantém pela qualidade dos nossos jogadores”, entende o técnico Muricy Ramalho.

O São Paulo tem 56 pontos e agora só volta a campo no próximo sábado. A equipe pega o Juventude, às 18h10, no Morumbi.

O treinador são-paulino deu folga ao elenco nesta segunda-feira. Os jogadores voltam a treinar no CT da Barra Funda na terça-feira, em dois períodos. “Depois desse jogo (contra o Fluminense), os jogadores sentiram muito, estão desgastados. Tiramos o treino de segunda e terça recomeça. Tem um time duro em casa também, no sábado”, afirmou.

Muricy ainda comemora o retorno de Mineiro, que estava na Seleção Brasileira, e torce pela liberação do zagueiro André Dias, em um acordo que o São Paulo tenta com o Goiás. O São Paulo vai ficando reforçado no fim do ano. É importante”, disse o treinador, que não poderá contar com Fabão, suspenso, na próxima rodada.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Paulo busca reconhecimento

Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

08/10/2006 | 21:47


Mesmo na disputa por títulos nas últimas temporadas, o São Paulo sabe que um time só é valorizado quando conquista alguma coisa, E a derrota para o Internacional na Libertadores está engasgada para o elenco, Não pelo resultado ruim, mas pelas críticas recebidas que não significam a verdade. A cada rodada que passa, o São Paulo fica mais perto do título do Campeonato Brasileiro. A taça que o Tricolor paulista não levanta há 15 anos é a grande obsessão dos jogadores neste momento. É o cala boca para quem não se convenceu na força da equipe do Morumbi.

“Dá para ver que o time está firme, bem objetivado”, analisa o goleiro Rogério Ceni, um dos defensores de provar a cada um que o São Paulo é vencedor. “Há dois anos estamos disputando título após título, mas no Brasil a gente é colocado à prova a todo instante.

Então, temos a consciência da importância da conquista deste Brasileiro. Têm alguns times que lutam pela taça, mas vamos continuar trabalhando para conseguir o nosso objetivo”, disse o capitão, que no final da partida contra o Fluminense, no sábado, foi saudar a torcida tricolor que compareceu ao Maracanã em maior número do que a própria torcida do Fluminense.

Rogério entende que o São Paulo ainda não pode comemorar, mas reconhece que a vantagem na ponta da tabela é importante nesse momento. “Quanto mais o número de rodadas for diminuindo e os pontos aumentando, é melhor para nós”, aposta.

Ainda restam dez rodadas para o fim do Brasileirão. “Sabemos que é muito difícil se manter na ponta no melhor campeonato do mundo, que é o Brasileiro. Mas o time se mantém pela qualidade dos nossos jogadores”, entende o técnico Muricy Ramalho.

O São Paulo tem 56 pontos e agora só volta a campo no próximo sábado. A equipe pega o Juventude, às 18h10, no Morumbi.

O treinador são-paulino deu folga ao elenco nesta segunda-feira. Os jogadores voltam a treinar no CT da Barra Funda na terça-feira, em dois períodos. “Depois desse jogo (contra o Fluminense), os jogadores sentiram muito, estão desgastados. Tiramos o treino de segunda e terça recomeça. Tem um time duro em casa também, no sábado”, afirmou.

Muricy ainda comemora o retorno de Mineiro, que estava na Seleção Brasileira, e torce pela liberação do zagueiro André Dias, em um acordo que o São Paulo tenta com o Goiás. O São Paulo vai ficando reforçado no fim do ano. É importante”, disse o treinador, que não poderá contar com Fabão, suspenso, na próxima rodada.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;