Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Com vistas à eleição, 19 vereadores aguardam possível janela de troca partidária e sondam alternativas

Lista preliminar representa 13,4% do total de parlamentares da região


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

24/08/2015 | 07:00


Tendo como alvo o pleito municipal de 2016, ao menos 19 vereadores com reduto no Grande ABC aguardam eventual janela de troca partidária – ainda não consolidada por votação em Brasília e sem data prevista – e sondam alternativas. Essa lista preliminar representa 13,4% do total de 142 parlamentares da região que ensaiam mudança. Enquanto alguns vislumbram alteração para garantir projeto próprio ao Paço, outros sinalizam modificação por possíveis complicações na campanha de reeleição.

Grande parte espera pelo possível período de abertura do prazo para evitar perda da cadeira legislativa e tem até setembro para isso. Em Santo André, por exemplo, cinco vereadores figuram nesse panorama: Elian Santana e Marcos Pinchiari, ambos do Pros, Almir Cicote (PSB), Carlos Ferreira (PDT) e Toninho de Jesus (DEM). A primeira está próxima do PSC, na coligação do PT. Cicote, por sua vez, é sondado por PSDB e PTB, em oposição ao governo Carlos Grana (PT). Já Ferreira tem estreitado relações com o PPS, do pré-candidato Raimundo Salles. Já Toninho tem liberação para deixar a sigla.

São Bernardo concentra quatro parlamentares em prisma semelhante. Marcelo Lima, hoje no PPS, pode ir para o SD. Rafael Demarchi estuda migrar do PSD para o DEM. Pery Cartola sairia do SD para o PSDB e o bispo João Batista (PTB) estaria de malas prontas rumo ao PRB. Em São Caetano, Eder Xavier se mantém sem partido desde o desligamento do PCdoB e, assim como o petista Pio Mielo, tem chance de desembarcar no PMDB, engrossando a raia do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB), que disputará a renovação do mandato.

Em Diadema, Vaguinho do Conselho e Célio Boi, ambos do PSB, tentam a mudança para assegurar projeto solo do grupo político na concorrência pelo cargo do Executivo. PTB e PRB estão na mira da dupla. Em Mauá, Edgard Grecco (Pros) possui conversas com o PSDB. Wagner Rubinelli pode deixar novamente o PT e desta vez ingressar no PMDB. José Wilson Ferreira Silva, o Melão (PDT), pode fincar a trincheira no PPS.

Dentro dos limites de Ribeirão Pires, Rubens Fernandes da Silva, o Rubão (PMDB), e Gabriel Eid Roncon (PR) articulam a possibilidade de saída. O peemedebista deve ter caminho traçado no PCdoB. O republicano busca ida para sigla aliada do ex-prefeito Adler Kiko Teixeira. Em Rio Grande da Serra, Edvaldo Guerra (PV) está acertado para se filiar no PMDB.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Com vistas à eleição, 19 vereadores aguardam possível janela de troca partidária e sondam alternativas

Lista preliminar representa 13,4% do total de parlamentares da região

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

24/08/2015 | 07:00


Tendo como alvo o pleito municipal de 2016, ao menos 19 vereadores com reduto no Grande ABC aguardam eventual janela de troca partidária – ainda não consolidada por votação em Brasília e sem data prevista – e sondam alternativas. Essa lista preliminar representa 13,4% do total de 142 parlamentares da região que ensaiam mudança. Enquanto alguns vislumbram alteração para garantir projeto próprio ao Paço, outros sinalizam modificação por possíveis complicações na campanha de reeleição.

Grande parte espera pelo possível período de abertura do prazo para evitar perda da cadeira legislativa e tem até setembro para isso. Em Santo André, por exemplo, cinco vereadores figuram nesse panorama: Elian Santana e Marcos Pinchiari, ambos do Pros, Almir Cicote (PSB), Carlos Ferreira (PDT) e Toninho de Jesus (DEM). A primeira está próxima do PSC, na coligação do PT. Cicote, por sua vez, é sondado por PSDB e PTB, em oposição ao governo Carlos Grana (PT). Já Ferreira tem estreitado relações com o PPS, do pré-candidato Raimundo Salles. Já Toninho tem liberação para deixar a sigla.

São Bernardo concentra quatro parlamentares em prisma semelhante. Marcelo Lima, hoje no PPS, pode ir para o SD. Rafael Demarchi estuda migrar do PSD para o DEM. Pery Cartola sairia do SD para o PSDB e o bispo João Batista (PTB) estaria de malas prontas rumo ao PRB. Em São Caetano, Eder Xavier se mantém sem partido desde o desligamento do PCdoB e, assim como o petista Pio Mielo, tem chance de desembarcar no PMDB, engrossando a raia do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB), que disputará a renovação do mandato.

Em Diadema, Vaguinho do Conselho e Célio Boi, ambos do PSB, tentam a mudança para assegurar projeto solo do grupo político na concorrência pelo cargo do Executivo. PTB e PRB estão na mira da dupla. Em Mauá, Edgard Grecco (Pros) possui conversas com o PSDB. Wagner Rubinelli pode deixar novamente o PT e desta vez ingressar no PMDB. José Wilson Ferreira Silva, o Melão (PDT), pode fincar a trincheira no PPS.

Dentro dos limites de Ribeirão Pires, Rubens Fernandes da Silva, o Rubão (PMDB), e Gabriel Eid Roncon (PR) articulam a possibilidade de saída. O peemedebista deve ter caminho traçado no PCdoB. O republicano busca ida para sigla aliada do ex-prefeito Adler Kiko Teixeira. Em Rio Grande da Serra, Edvaldo Guerra (PV) está acertado para se filiar no PMDB.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;