Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bolívia está cheia de esperança contra o o Brasil


Do Diário do Grande ABC

02/09/2000 | 13:55


Penúltima colocada nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2002, sem ter vencido nenhuma partida fora de casa, a Seleçao Boliviana que enfrentará o Brasil, às 17h, no Maracana, neste domingo, é, no mínimo, uma equipe esperançosa. Pelo menos o treinador da Bolívia, Carlos Aragonés, tem tentado motivar, de todos os modos, seus jogadores para a partida de amanha. "Vamos jogar pensando grande, em conquistar os três pontos", garantiu Aragonés.

Os jogadores bolivianos parecem ter se contagiado pelo otimismo do treinador. Eles esperam repetir a façanha de 1993, quando quebraram a invencibilidade do Brasil em Eliminatórias. E ganhar dentro do Maracana seria a maior glória. "Jogar contra os brasileiros é um sonho. Mas nossa idéia é enfrentá-los no Maracana de igual para igual e vencê-los", disse o meio-campo Ronald García, sem, é claro, esquecer-se de dizer também que o Brasil merece todo o respeito.

O Sindicato de Jogadores de Futebol Profissionais da Bolívia ameaça boicotar a convocaçao para a partida contra o Peru, pela nona rodada das Eliminatórias, que será disputada no dia 8 de outubro, em La Paz. O presidente do sindicato, o atacante Alvaro Peña, do Bolívar, de La Paz, argumenta que o boicote é uma forma de pressao para que a Federaçao Boliviana de Futebol amplie o período de inscriçoes e transferências para o Torneio de Encerramento da Primeira Divisao até o final de setembro. Atualmente, 48 profissionais da primeira divisao encontram-se sem clube.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolívia está cheia de esperança contra o o Brasil

Do Diário do Grande ABC

02/09/2000 | 13:55


Penúltima colocada nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2002, sem ter vencido nenhuma partida fora de casa, a Seleçao Boliviana que enfrentará o Brasil, às 17h, no Maracana, neste domingo, é, no mínimo, uma equipe esperançosa. Pelo menos o treinador da Bolívia, Carlos Aragonés, tem tentado motivar, de todos os modos, seus jogadores para a partida de amanha. "Vamos jogar pensando grande, em conquistar os três pontos", garantiu Aragonés.

Os jogadores bolivianos parecem ter se contagiado pelo otimismo do treinador. Eles esperam repetir a façanha de 1993, quando quebraram a invencibilidade do Brasil em Eliminatórias. E ganhar dentro do Maracana seria a maior glória. "Jogar contra os brasileiros é um sonho. Mas nossa idéia é enfrentá-los no Maracana de igual para igual e vencê-los", disse o meio-campo Ronald García, sem, é claro, esquecer-se de dizer também que o Brasil merece todo o respeito.

O Sindicato de Jogadores de Futebol Profissionais da Bolívia ameaça boicotar a convocaçao para a partida contra o Peru, pela nona rodada das Eliminatórias, que será disputada no dia 8 de outubro, em La Paz. O presidente do sindicato, o atacante Alvaro Peña, do Bolívar, de La Paz, argumenta que o boicote é uma forma de pressao para que a Federaçao Boliviana de Futebol amplie o período de inscriçoes e transferências para o Torneio de Encerramento da Primeira Divisao até o final de setembro. Atualmente, 48 profissionais da primeira divisao encontram-se sem clube.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;