Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

CPI da Saúde de Ribeirão é instalada de forma oficial depois de três anos travada


Felipe Siqueira
Especial para o Diário

15/09/2017 | 07:00


Em discussão desde 2015, ainda na presidência de José Nelson de Barros (PMDB) na Câmara de Ribeirão Pires, a CPI da Saúde foi aberta oficialmente ontem para investigar o setor nas gestões dos ex-prefeitos Clóvis Volpi (sem partido) e Saulo Benevides (PMDB), além do governo de Adler Kiko Teixeira (PSB), atual prefeito da cidade.

Ficou definido que o vereador José Nelson da Paixão (PPS) vai presidir a comissão, enquanto que Amaury Dias (PV) desempenhará função de relator e Rogério do Açougue (PSB) vai ser o outro integrante.

Inicialmente, seriam nove vereadores que fariam parte da CPI, mas foram confirmados apenas três nomes. Segundo o presidente da Casa, Rubão Fernandes (PSD), quem quiser auxiliar os componentes que vão investigar licitações, contratos, entre outros documentos, poderá fazer, “sem nenhum impedimento”.

PROTESTO
O Sineduc (Sindicato dos Professores de Escolas Públicas de Ribeirão Pires) esteve na sessão para tentar conversar com vereadores com intuito de relatar a insatisfação com a proposta de aumento salarial da Prefeitura à categoria. O texto para o aumento dos subsídios ainda não chegou à Câmara de Ribeirão. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CPI da Saúde de Ribeirão é instalada de forma oficial depois de três anos travada

Felipe Siqueira
Especial para o Diário

15/09/2017 | 07:00


Em discussão desde 2015, ainda na presidência de José Nelson de Barros (PMDB) na Câmara de Ribeirão Pires, a CPI da Saúde foi aberta oficialmente ontem para investigar o setor nas gestões dos ex-prefeitos Clóvis Volpi (sem partido) e Saulo Benevides (PMDB), além do governo de Adler Kiko Teixeira (PSB), atual prefeito da cidade.

Ficou definido que o vereador José Nelson da Paixão (PPS) vai presidir a comissão, enquanto que Amaury Dias (PV) desempenhará função de relator e Rogério do Açougue (PSB) vai ser o outro integrante.

Inicialmente, seriam nove vereadores que fariam parte da CPI, mas foram confirmados apenas três nomes. Segundo o presidente da Casa, Rubão Fernandes (PSD), quem quiser auxiliar os componentes que vão investigar licitações, contratos, entre outros documentos, poderá fazer, “sem nenhum impedimento”.

PROTESTO
O Sineduc (Sindicato dos Professores de Escolas Públicas de Ribeirão Pires) esteve na sessão para tentar conversar com vereadores com intuito de relatar a insatisfação com a proposta de aumento salarial da Prefeitura à categoria. O texto para o aumento dos subsídios ainda não chegou à Câmara de Ribeirão. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;