Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Manifestação contra veto de Alckmin acaba em confronto


Fabrício Calado Moreira
Do Diário do Grande ABC

15/09/2005 | 08:21


Tumulto e confronto entre manifestantes e policiais marcaram o dia da Assembléia Legislativa nesta quarta-feira, quando os deputados discutiam a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2006. Cerca de 800 estudantes cobraram a derrubada do veto do governador Geraldo Alckmin (PSDB) ao aumento do percentual destinado à educação na previsão orçamentária do ano que vem. A Polícia Militar foi acionada para evitar a invasão do plenário, onde poucos deputados estavam presentes.

Do lado de fora, estudantes e manifestantes brigavam para entrar, o que levou a PM a usar bombas de efeito moral. Os policiais ocuparam o prédio por volta do meio-dia desta quarta, e os manifestantes, após as 17h. Da tribuna, o corregedor da Assembléia, Romeu Tuma (PMDB), eximiu o presidente da Casa, Rodrigo Garcia (PFL), de responsabilidade na atuação da PM.

Na contramão do que a Assembléia aprovou, Alckmin vetou o aumento de 30% para 31% no percentual do Orçamento de 2006 destinado à educação. O argumento de integrantes da base aliada é que as universidades estaduais – USP, Unesp e Unicamp – não querem discutir seus orçamentos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manifestação contra veto de Alckmin acaba em confronto

Fabrício Calado Moreira
Do Diário do Grande ABC

15/09/2005 | 08:21


Tumulto e confronto entre manifestantes e policiais marcaram o dia da Assembléia Legislativa nesta quarta-feira, quando os deputados discutiam a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2006. Cerca de 800 estudantes cobraram a derrubada do veto do governador Geraldo Alckmin (PSDB) ao aumento do percentual destinado à educação na previsão orçamentária do ano que vem. A Polícia Militar foi acionada para evitar a invasão do plenário, onde poucos deputados estavam presentes.

Do lado de fora, estudantes e manifestantes brigavam para entrar, o que levou a PM a usar bombas de efeito moral. Os policiais ocuparam o prédio por volta do meio-dia desta quarta, e os manifestantes, após as 17h. Da tribuna, o corregedor da Assembléia, Romeu Tuma (PMDB), eximiu o presidente da Casa, Rodrigo Garcia (PFL), de responsabilidade na atuação da PM.

Na contramão do que a Assembléia aprovou, Alckmin vetou o aumento de 30% para 31% no percentual do Orçamento de 2006 destinado à educação. O argumento de integrantes da base aliada é que as universidades estaduais – USP, Unesp e Unicamp – não querem discutir seus orçamentos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;