Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Aposentado morto pelo ônibus do qual acabava de saltar


Camila Brunelli
Do Diário do Grande ABC

28/09/2010 | 07:12


O técnico de refrigeração aposentado Geraldo Brait, 69 anos, foi atropelado por um ônibus na tarde de ontem, em São Caetano, e morreu a caminho do hospital. O aposentado havia descido do mesmo ônibus alguns metros antes, em uma parada da rua Taipas, perto do cruzamento com a Rua Maceió.

O motorista do ônibus da Vipe (Viação Padre Eustáquio) Dionisio Sandoveti Junior disse durante depoimento no 2º DP de São Caetano que ao fazer a curva para entrar na Rua Maceió ouviu um barulho e percebeu que o vidro havia quebrado.

Testemunhas relataram que o ônibus não estava em alta velocidade, mas que o aposentado foi arrastado por alguns metros, até que o veículo parasse completamente. Ao ouvir a gritaria das testemunhas, Sandoveti Junior abriu a porta e se deparou com a vítima. "Foi uma fatalidade. O motorista não teve culpa, ele ficou em estado de choque quando viu o que havia acontecido", relatou Francisca Alvarim, dona de um comércio na rua Maceió.

Funcionária de uma loja de doces localizada em frente de onde houve o acidente, Silmara dos Santos disse que a vítima ainda tentou ser reanimada pelos profissionais da ambulância do Same (Serviço de Atendimento Móvel de Emergência). "Trouxeram balão de oxigênio, ele respirou."

O Diário procurou a Vipe, mas não havia ninguém para comentar o caso.

Geraldo Brait era casado e deixa três filhos e três netos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aposentado morto pelo ônibus do qual acabava de saltar

Camila Brunelli
Do Diário do Grande ABC

28/09/2010 | 07:12


O técnico de refrigeração aposentado Geraldo Brait, 69 anos, foi atropelado por um ônibus na tarde de ontem, em São Caetano, e morreu a caminho do hospital. O aposentado havia descido do mesmo ônibus alguns metros antes, em uma parada da rua Taipas, perto do cruzamento com a Rua Maceió.

O motorista do ônibus da Vipe (Viação Padre Eustáquio) Dionisio Sandoveti Junior disse durante depoimento no 2º DP de São Caetano que ao fazer a curva para entrar na Rua Maceió ouviu um barulho e percebeu que o vidro havia quebrado.

Testemunhas relataram que o ônibus não estava em alta velocidade, mas que o aposentado foi arrastado por alguns metros, até que o veículo parasse completamente. Ao ouvir a gritaria das testemunhas, Sandoveti Junior abriu a porta e se deparou com a vítima. "Foi uma fatalidade. O motorista não teve culpa, ele ficou em estado de choque quando viu o que havia acontecido", relatou Francisca Alvarim, dona de um comércio na rua Maceió.

Funcionária de uma loja de doces localizada em frente de onde houve o acidente, Silmara dos Santos disse que a vítima ainda tentou ser reanimada pelos profissionais da ambulância do Same (Serviço de Atendimento Móvel de Emergência). "Trouxeram balão de oxigênio, ele respirou."

O Diário procurou a Vipe, mas não havia ninguém para comentar o caso.

Geraldo Brait era casado e deixa três filhos e três netos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;