Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Agência de Fomento Paulista amplia parcerias


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

28/09/2010 | 07:11


A Agência de Fomento Paulista Nossa Caixa Desenvolvimento assina hoje quatro termos de parceria com presidentes de quatro entidades empresariais: Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), Fhoresp (Federação dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo), ITS (Instituto de Tecnologia e Software) e Sinproquim (Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos do Estado de São Paulo).

O presidente da agência, Nilton Santos, cita que a instituição foi criada para atuar como um BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) em âmbito estadual - ou seja, para financiar a juros reduzidos investimentos do setor empresarial - e o objetivo, com os convênios, é ampliar os canais de divulgação de suas linhas de crédito e a rede de atendimento aos pequenos empresários.

O evento também servirá para homenagear as 40 entidades que já têm parceria com o banco de fomento estadual, entre elas a Agência de Desenvolvimento do Grande ABC. "Funcionam como correspondentes do banco", diz Santos. Ele acrescenta que, como a estrutura da Nossa Caixa Desenvolvimento é reduzida, esses acordos permitem alcançar grande número de empresários.

Para o diretor da regional do Ciesp de São Caetano, William Pesinato, o convênio pode dar, por meio de orientações, "o caminho das pedras" para se obter os financiamentos do banco estadual a juros competitivos.

Criada há pouco mais de um ano, a Agência de Fomento já ultrapassou a marca de R$ 150 milhões de desembolso para as pequenas e médias empresas. Os financiamentos são para projetos de investimentos, compra de equipamentos ou para capital de giro. Mais de 1.000 operações já foram feitas e o setor industrial lidera o ranking com 83% dos financiamentos liberados.

Uma das linhas oferecidas é a FIP (Financiamento ao Investimento Paulista), voltada para projetos de implantação, ampliação e modernização da capacidade produtiva, inovação e à eficiência energética. Oferece juros de 0,65% ao mês, mais correção pela IPC-Fipe, com prazo de até 60 meses, incluindo período de carência.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Agência de Fomento Paulista amplia parcerias

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

28/09/2010 | 07:11


A Agência de Fomento Paulista Nossa Caixa Desenvolvimento assina hoje quatro termos de parceria com presidentes de quatro entidades empresariais: Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), Fhoresp (Federação dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo), ITS (Instituto de Tecnologia e Software) e Sinproquim (Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos do Estado de São Paulo).

O presidente da agência, Nilton Santos, cita que a instituição foi criada para atuar como um BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) em âmbito estadual - ou seja, para financiar a juros reduzidos investimentos do setor empresarial - e o objetivo, com os convênios, é ampliar os canais de divulgação de suas linhas de crédito e a rede de atendimento aos pequenos empresários.

O evento também servirá para homenagear as 40 entidades que já têm parceria com o banco de fomento estadual, entre elas a Agência de Desenvolvimento do Grande ABC. "Funcionam como correspondentes do banco", diz Santos. Ele acrescenta que, como a estrutura da Nossa Caixa Desenvolvimento é reduzida, esses acordos permitem alcançar grande número de empresários.

Para o diretor da regional do Ciesp de São Caetano, William Pesinato, o convênio pode dar, por meio de orientações, "o caminho das pedras" para se obter os financiamentos do banco estadual a juros competitivos.

Criada há pouco mais de um ano, a Agência de Fomento já ultrapassou a marca de R$ 150 milhões de desembolso para as pequenas e médias empresas. Os financiamentos são para projetos de investimentos, compra de equipamentos ou para capital de giro. Mais de 1.000 operações já foram feitas e o setor industrial lidera o ranking com 83% dos financiamentos liberados.

Uma das linhas oferecidas é a FIP (Financiamento ao Investimento Paulista), voltada para projetos de implantação, ampliação e modernização da capacidade produtiva, inovação e à eficiência energética. Oferece juros de 0,65% ao mês, mais correção pela IPC-Fipe, com prazo de até 60 meses, incluindo período de carência.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;