Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Lauro e Maranhão, pensamento futuro


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

14/11/2020 | 06:40


Os únicos dois prefeitos que não podem buscar a reeleição no Grande ABC estão em encruzilhada. Lauro Michels (PV), em Diadema, e Gabriel Maranhão (Cidadania), em Rio Grande da Serra, apostaram as fichas em Pretinho do Água Santa (DEM) e Marilza de Oliveira (PSD), respectivamente. Pela pesquisa Diário/Ibope, nenhum dos dois é favorito no pleito de amanhã. Em Diadema, o democrata ainda luta para ir ao segundo turno, provavelmente contra o ex-prefeito José de Filippi Júnior (PT), mas há chance real de ficar já na primeira etapa – embora, no núcleo da empreitada de Pretinho, o clima é de muita confiança em ir para um embate direto contra Filippi no dia 29. Marilza, hoje vice de Maranhão, vê Claudinho da Geladeira (Podemos) distanciar. Caso o cenário negativo se confirme, mostra que os dois prefeitos, reeleitos em 2016, seguirão como alternativas primordiais daqui a quatro anos, sem haver um processo de transição de figura no atual bloco governista. 

Aval

 O juiz Marcelo Vieira de Campos, do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), autorizou as candidaturas a vereador de filiados ao PDT de Rio Grande da Serra, bem como a inclusão do partido no arco de aliados do prefeiturável Claudinho da Geladeira (Podemos), depois que a Justiça comum restabeleceu a antiga presidência da sigla na cidade, com Sandro Carvalho Ferreira à frente. Houve vaivém jurídico, uma vez que a cúpula local havia sido destituída para que o PDT apoiasse a candidatura de Marilza de Oliveira (PSD). Dois vereadores do PDT, que corriram riscos, estão aptos a buscar a reeleição: Silvio Meneses e Israel Mendonça.

Pensamentos

 Candidata governista em Rio Grande da Serra, a vice-prefeita Marilza de Oliveira (PSD) buscou, na reta final, desassociar sua imagem da do prefeito Gabriel Maranhão (Cidadania). Ela não nega ter apoio do chefe do Executivo, porém, ressaltou que não pensa igual ao aliado. “O Gabriel é o Gabriel e a Marilza é a Marilza. Apesar de ser a vice-prefeita, pensamos muito diferente, principalmente nas questões envolvendo a educação.”

 Audiência pública

 O presidente da Câmara de Santo André, Pedrinho Botaro (PSDB), convocou para quarta-feira, às 10h, a audiência pública da Lei Orçamentária Anual do próximo ano – a transmissão será no site www.cmsandre.sp.gov.br. A atividade será de forma virtual. Munícipes podem encaminhar perguntas para o endereço eventos@cmsandre.sp.gov.br.

 Confusão 

 Confusão se instalou durante a visita do prefeito de São Bernardo e candidato à reeleição, Orlando Morando (PSDB), na mesquista da cidade. Ele disse que era fake news o vídeo que viralizou no município que o comércio da cidade seria fechado na segunda-feira. Um frequentador contestou o tucano, dizendo que sabia que haveria lockdown pós-eleição. Morando retrucou, falou que era preciso respeitar a autoridade da cidade, e que essa autoridade era ele. O tom ríspido incomodou as pessoas que lá estavam. Após a reza, esse morador confrontou Morando. Houve bate-boca e a turma do deixa disso entrou em ação.

 Impulso final

 Candidato a vereador pelo PSDB de Santo André, Ageu Padoveze reuniu seu grupo político nesta reta final do pleito, para aquele impulso do bloco em busca de uma das 21 cadeiras na Câmara.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lauro e Maranhão, pensamento futuro

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

14/11/2020 | 06:40


Os únicos dois prefeitos que não podem buscar a reeleição no Grande ABC estão em encruzilhada. Lauro Michels (PV), em Diadema, e Gabriel Maranhão (Cidadania), em Rio Grande da Serra, apostaram as fichas em Pretinho do Água Santa (DEM) e Marilza de Oliveira (PSD), respectivamente. Pela pesquisa Diário/Ibope, nenhum dos dois é favorito no pleito de amanhã. Em Diadema, o democrata ainda luta para ir ao segundo turno, provavelmente contra o ex-prefeito José de Filippi Júnior (PT), mas há chance real de ficar já na primeira etapa – embora, no núcleo da empreitada de Pretinho, o clima é de muita confiança em ir para um embate direto contra Filippi no dia 29. Marilza, hoje vice de Maranhão, vê Claudinho da Geladeira (Podemos) distanciar. Caso o cenário negativo se confirme, mostra que os dois prefeitos, reeleitos em 2016, seguirão como alternativas primordiais daqui a quatro anos, sem haver um processo de transição de figura no atual bloco governista. 

Aval

 O juiz Marcelo Vieira de Campos, do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), autorizou as candidaturas a vereador de filiados ao PDT de Rio Grande da Serra, bem como a inclusão do partido no arco de aliados do prefeiturável Claudinho da Geladeira (Podemos), depois que a Justiça comum restabeleceu a antiga presidência da sigla na cidade, com Sandro Carvalho Ferreira à frente. Houve vaivém jurídico, uma vez que a cúpula local havia sido destituída para que o PDT apoiasse a candidatura de Marilza de Oliveira (PSD). Dois vereadores do PDT, que corriram riscos, estão aptos a buscar a reeleição: Silvio Meneses e Israel Mendonça.

Pensamentos

 Candidata governista em Rio Grande da Serra, a vice-prefeita Marilza de Oliveira (PSD) buscou, na reta final, desassociar sua imagem da do prefeito Gabriel Maranhão (Cidadania). Ela não nega ter apoio do chefe do Executivo, porém, ressaltou que não pensa igual ao aliado. “O Gabriel é o Gabriel e a Marilza é a Marilza. Apesar de ser a vice-prefeita, pensamos muito diferente, principalmente nas questões envolvendo a educação.”

 Audiência pública

 O presidente da Câmara de Santo André, Pedrinho Botaro (PSDB), convocou para quarta-feira, às 10h, a audiência pública da Lei Orçamentária Anual do próximo ano – a transmissão será no site www.cmsandre.sp.gov.br. A atividade será de forma virtual. Munícipes podem encaminhar perguntas para o endereço eventos@cmsandre.sp.gov.br.

 Confusão 

 Confusão se instalou durante a visita do prefeito de São Bernardo e candidato à reeleição, Orlando Morando (PSDB), na mesquista da cidade. Ele disse que era fake news o vídeo que viralizou no município que o comércio da cidade seria fechado na segunda-feira. Um frequentador contestou o tucano, dizendo que sabia que haveria lockdown pós-eleição. Morando retrucou, falou que era preciso respeitar a autoridade da cidade, e que essa autoridade era ele. O tom ríspido incomodou as pessoas que lá estavam. Após a reza, esse morador confrontou Morando. Houve bate-boca e a turma do deixa disso entrou em ação.

 Impulso final

 Candidato a vereador pelo PSDB de Santo André, Ageu Padoveze reuniu seu grupo político nesta reta final do pleito, para aquele impulso do bloco em busca de uma das 21 cadeiras na Câmara.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;