Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Bradesco fecha acordo com funcionários para regulamentar home office

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/09/2020 | 16:10


O Bradesco fechou um acordo com seus funcionários para regulamentar o home office, algo que cresceu de forma obrigatória por conta da pandemia de covid-19, mas que valerá de forma permanente. Faz parte do acordo uma ajuda de custo no valor de R$ 1.080,00 no primeiro ano para cobrir gastos com internet e luz, por exemplo. Se o banco conceder em comodato a cadeira, a quantia será de R$ 960,00 a ser recebida pelo funcionário.

Em assembleia virtual, o resultado foi de 93,35% dos votos favoráveis do acordo para o pós-pandemia.

"Tivemos uma votação expressiva dos bancários e bancárias do Bradesco. O Sindicato agradece a confiança e a participação de todos e de todas", afirmou, em nota, a secretária-geral do sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Neiva Ribeiro.

Ainda conforme o acordo, o pagamento de R$ 1.080 no primeiro ano será feito de uma única vez.

Nos seguintes, o banco vai pagar a quantia de R$ 960,00, que poderá ser paga de uma só vez ou em até 12 vezes.

O regime de teletrabalho não será obrigatório.

O Bradesco concordou em adotar o controle da jornada, por meio de programa de computador para registro dos horários de trabalho.

O banco fornecerá ainda notebook ou desktop, mouse, teclado independente e headset.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bradesco fecha acordo com funcionários para regulamentar home office


18/09/2020 | 16:10


O Bradesco fechou um acordo com seus funcionários para regulamentar o home office, algo que cresceu de forma obrigatória por conta da pandemia de covid-19, mas que valerá de forma permanente. Faz parte do acordo uma ajuda de custo no valor de R$ 1.080,00 no primeiro ano para cobrir gastos com internet e luz, por exemplo. Se o banco conceder em comodato a cadeira, a quantia será de R$ 960,00 a ser recebida pelo funcionário.

Em assembleia virtual, o resultado foi de 93,35% dos votos favoráveis do acordo para o pós-pandemia.

"Tivemos uma votação expressiva dos bancários e bancárias do Bradesco. O Sindicato agradece a confiança e a participação de todos e de todas", afirmou, em nota, a secretária-geral do sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Neiva Ribeiro.

Ainda conforme o acordo, o pagamento de R$ 1.080 no primeiro ano será feito de uma única vez.

Nos seguintes, o banco vai pagar a quantia de R$ 960,00, que poderá ser paga de uma só vez ou em até 12 vezes.

O regime de teletrabalho não será obrigatório.

O Bradesco concordou em adotar o controle da jornada, por meio de programa de computador para registro dos horários de trabalho.

O banco fornecerá ainda notebook ou desktop, mouse, teclado independente e headset.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;