Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bolsonaro: Anvisa é que vai definir sobre aplicação de vacinas da Covid-19

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


10/09/2020 | 20:11


O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira, 10, que, quando uma vacina contra o novo coronavírus eventualmente chegar ao Brasil, é a equipe da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que vai definir se as pessoas serão ou não vacinadas.

 

"Deu problema com a vacina de Oxford, que nós estávamos tratando. Estamos aguardando para saber as causas ... para continuar pesquisando, testando, para ver se pode ser aplicada ou não nas pessoas", disse o presidente.

 

Assim como em lives passadas, Bolsonaro voltou a criticar a lei, aprovada no Congresso Nacional, que fixa prazo de 72 horas para a Anvisa dar autorização excepcional e temporária à importação e distribuição de insumos médicos para o combate à covid-19 que já tenham sido validados por determinadas autoridades sanitárias estrangeiras. O veto do presidente a esse prazo acabou derrubado pelo Legislativo.

 

Na transmissão, Bolsonaro anunciou que viaja amanhã (11) para a Bahia. Ele disse que passará, junto com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, pelos municípios de Barreiras e São Desidério para acompanhar o trabalho nas obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro: Anvisa é que vai definir sobre aplicação de vacinas da Covid-19


10/09/2020 | 20:11


O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira, 10, que, quando uma vacina contra o novo coronavírus eventualmente chegar ao Brasil, é a equipe da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que vai definir se as pessoas serão ou não vacinadas.

 

"Deu problema com a vacina de Oxford, que nós estávamos tratando. Estamos aguardando para saber as causas ... para continuar pesquisando, testando, para ver se pode ser aplicada ou não nas pessoas", disse o presidente.

 

Assim como em lives passadas, Bolsonaro voltou a criticar a lei, aprovada no Congresso Nacional, que fixa prazo de 72 horas para a Anvisa dar autorização excepcional e temporária à importação e distribuição de insumos médicos para o combate à covid-19 que já tenham sido validados por determinadas autoridades sanitárias estrangeiras. O veto do presidente a esse prazo acabou derrubado pelo Legislativo.

 

Na transmissão, Bolsonaro anunciou que viaja amanhã (11) para a Bahia. Ele disse que passará, junto com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, pelos municípios de Barreiras e São Desidério para acompanhar o trabalho nas obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;