Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Curso online e gratuito auxilia pais a orientar filhos na internet

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

01/09/2020 | 12:48


Para garantir que crianças e adolescentes façam uso seguro e responsável da internet e das redes sociais, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) lançou nesta segunda-feira (31) o curso online e gratuito Filhos Conectados, voltado para pais e responsáveis.

Leia mais:
Controle dos pais: como proteger as crianças no YouTube
10 principais ameaças enfrentadas por crianças e adolescentes na internet
Crianças em casa? Conheça games que ensinam e divertem ao mesmo tempo

O curso online tem duração total de 3 horas e é composto por 12 capítulos divididos em vídeos curtos, sendo que cada um aborda um tema. Entre eles: tempo adequado de uso da internet para crianças e adolescentes, prevenção ao vazamento de nudes, como evitar bullying e cyberbullying, como evitar exposição excessiva na web, desafios perigosos, o que os pais precisam saber antes dos filhos tentarem ser youtubers, limites de idade para o uso das plataformas e apps. Também há um módulo prático com dicas de como utilizar softwares de controle parental e como configurar a privacidade em aplicativos de mensagens e redes sociais.

A importância desse curso se mostra pelo fato de 89% de crianças e adolescentes de 9 a 17 anos no Brasil já serem usuárias de internet, o que equivale a 24,3 milhões de jovens conectados, segundo a pesquisa TIC Kids Online 2019, do CGI.br, divulgada em junho deste ano. Desses, 43% contam que já viram pessoas sendo discriminadas no ambiente online, por causa da raça, cor ou aparência física. Já o contato com conteúdo de violência foi reportado por 27% das meninas e 17% dos meninos.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Curso online e gratuito auxilia pais a orientar filhos na internet

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

01/09/2020 | 12:48


Para garantir que crianças e adolescentes façam uso seguro e responsável da internet e das redes sociais, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) lançou nesta segunda-feira (31) o curso online e gratuito Filhos Conectados, voltado para pais e responsáveis.

Leia mais:
Controle dos pais: como proteger as crianças no YouTube
10 principais ameaças enfrentadas por crianças e adolescentes na internet
Crianças em casa? Conheça games que ensinam e divertem ao mesmo tempo

O curso online tem duração total de 3 horas e é composto por 12 capítulos divididos em vídeos curtos, sendo que cada um aborda um tema. Entre eles: tempo adequado de uso da internet para crianças e adolescentes, prevenção ao vazamento de nudes, como evitar bullying e cyberbullying, como evitar exposição excessiva na web, desafios perigosos, o que os pais precisam saber antes dos filhos tentarem ser youtubers, limites de idade para o uso das plataformas e apps. Também há um módulo prático com dicas de como utilizar softwares de controle parental e como configurar a privacidade em aplicativos de mensagens e redes sociais.

A importância desse curso se mostra pelo fato de 89% de crianças e adolescentes de 9 a 17 anos no Brasil já serem usuárias de internet, o que equivale a 24,3 milhões de jovens conectados, segundo a pesquisa TIC Kids Online 2019, do CGI.br, divulgada em junho deste ano. Desses, 43% contam que já viram pessoas sendo discriminadas no ambiente online, por causa da raça, cor ou aparência física. Já o contato com conteúdo de violência foi reportado por 27% das meninas e 17% dos meninos.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;