Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Lenda ronda história


Ísis Mastromano Correia
Enviada a São Sebastião

27/12/2007 | 07:01


Os antigos caiçaras contam que o Sítio São Francisco pertenceu a um cruel proprietário de escravos que, em troca de riquezas, fez um pacto com o diabo. O rico fazendeiro tratou de prender o diabo em uma garrafinha que guardava embaixo de sua cama. Durante uma viagem, a esposa do homem acabou libertando o ser maligno da garrafa. Para se vingar da prisão, ele matou o rico senhor. Não contente, o diabo voltou ao velório para levar o corpo do fazendeiro.

Em meio à ventania e aos raios, viu-se o diabo em cima da Casa Grande carregando o defunto e na fazenda não sobrou ninguém para contar história. O local ficou completamente abandonado. Eram poucas as pessoas que conheciam as ruínas da fazenda e grande parte evitava freqüentar o espaço por superstição.

A partir de 1990, a prefeitura deliberou a implantação de políticas que permitissem valorizar e recuperar esse patrimônio histórico.

Antes de ser registrado como sítio arqueológico pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico e Nacional), parte da antiga fazenda foi saqueada.

Ornamentos feitos diretamente em muros da construção foram prejudicados por vândalos. Tais símbolos mostravam a confluência da cultura européia, com sinal maçom impresso nas paredes, e a figura de um sapo, emblema africano da fertilidade.

Encontro - Antes do encontro com os restos da antiga fazenda, a caminhada é uma atração à parte com direito a córregos de água salubre, pássaros e todo tipo de beleza do ecossistema Mata Atlântica.

Para agüentar os minutos de caminhada pela subida íngreme, a dica é levar água, barras de cereal e frutas. As visitas ao sítio arqueológico precisam de agendamento prévio e condução pelos Monitores Culturais ou de Ecoturismo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;