Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Mercado financeiro recebe explicações de Palocci com otimismo


Do Diário OnLine

22/08/2005 | 18:26


O mercado financeiro reagiu bem à entrevista concedida pelo ministro da Fazenda, Antonio Palocci, no domingo. O ministro negou "categoricamente e com veemência" as denúncias que envolveram seu nome nos últimos dias e disse que permanecerá no cargo a pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com as explicações, o dólar comercial despencou 2,65% e fechou a sessão desta segunda-feira cotado a R$ 2,383 na compra e a R$ 2,385 na venda. Já a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) encerrou o pregão em forte alta de 2,31%, com o Ibovespa, seu principal índice, aos 27.260 pontos. O volume financeiro somou R$ 1,074 bilhão.

Na sexta-feira, o advogado Rogério Buratti, ex-assessor de Palocci na prefeitura de Ribeirão Preto, disse que o ministro teria recebido, quando prefeito da cidade, R$ 50 mil por mês de empreiteiras que atuavam no serviço de coleta lixo no município. Buratti explicou que o dinheiro pago a Palocci era depois repassado a Delúbio Soares, tesoureiro do PT que admitiu ter montando um esquema de 'caixa 2' no partido para financiar campanhas.

"Em primeiro lugar, quero negar categoricamente e com veemência estas denúncias. Eu não recebi e não autorizei que recebessem recursos para o Diretório Nacional do PT ou para outras instâncias do PT durante esse período ou qualquer outro período", afirmou o ministro. Ele também admitiu que recebeu contribuições da empresa citado por Buratti (Leão & Leão) para sua campanha para a Prefeitura de Ribeirão Preto, mas que todos os recursos recebidos foram devidamente registrados pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Segundo analistas, a fala do ministro negando as acusações de propina foi bem firme. Ele se colocou de uma forma muito convincente e agradou os investidores ao falar que nada vai mudar no rumo da economia. "O trabalho realizado (pelo governo) nesses dois últimos dois anos e meio foi suficiente para posicionar a economia brasileira em condições de suportar qualquer turbulência e se manter firme, avante e com resultados e fundamentos sólidos", disse o ministro no domingo.

A tranqüilidade do mercado pode ser abalada na quarta-feira, já que Rogério Buratti, autor das acusações contra o ministro, prestará depoimento à CPI ( Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Bingos.

Lula - Nesta seguna, o presidente Lula elogiou a entrevista coletiva concedida por Palocci. Ele acredita que o ministro esclareceu as denúncias feitas por seu ex-assessor. O presidente reafirmou que o governo, a Polícia Federal e o Ministério Público vão investigar todas as denúncias de corrupção.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;