Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Morre o poeta e pintor checo Jiri Kolar


Das Agências

12/08/2002 | 08:31


O poeta e pintor Jiri Kolar, grande expoente da cultura checa do século XX, morreu neste domingo em Praga, aos 87 anos, informou nesta segunda-feira o jornal Dnes.

Nascido em 24 de setembro de 1914 em Protivin, Bohêmia do Sul, Kolar tornou-se conhecido por suas inovadoras colagens de quadros, estátuas e paisagens fragmentadas e reconstruídas sob uma nova ótica, em uma visão pessoal de "poesia visual".

Em seu Dicionário de Métodos, conta em detalhes os aspectos da técnica que preconizou.

Jiri Kolar expôs pela primeira vez suas colagens em Praga em 1937. Depois, integrou o Grupo 42, movimento de vanguarda checa de orientação surrealista.

Em 1952, foi encarcerado durante nove meses pelas autoridades comunistas, devido ao manuscrito de um texto pouco conformista, O fígado de Prometeo.

Após a relativa liberalização dos anos 60, interrompida pela intervenção soviética de agosto de 1968, Jiri Kolar sofreu novamente perseguições do regime comunista, principalmente depois de ter firmado a Carta 77, manifesto em favor dos direitos humanos.

Instalado desde 1980 em Paris, quatro anos mais tarde se nacionalizou francês, mas depois da queda do regime comunista, visitou seu país a partir de 1989 com mais freqüência para retornar definitivamente a Praga em 1999.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;