Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Indonésia: Suharto alega doença mental para fugir da Justiça


Da Agência EFE

12/08/2002 | 08:45


Uma equipe médica do governo da Indonésia anunciou nesta segunda-feira que o ex-presidente do país Suharto, 81 anos, sofre de problemas psíquicos, o que o deixa em um estado de "certa incapacidade" para enfrentar um julgamento por corrupção.

De acordo com o doutor Akmal Taher, chefe da equipe, Suharto tem problemas de compreensão, de leitura e de fala.

Taher informou, no entanto, que os médicos se limitaram a divulgar os resultados do exame à Procuradoria Geral, sem nenhuma recomendação específica se Suharto deveria ou não comparecer nos tribunais.

O ex-presidente governou a Indonésia durante 32 anos e foi submetido a novas revisões médicas depois que, em maio passado, a imprensa local disse que o ex-presidente foi visto no casamento de uma de suas netas falando com os convidados e caminhando rapidamente, apesar de seus vários ataques de apoplexia.

Até agora, o antigo governante conseguiu evitar a Justiça devido ao seu suposto mal-estado de saúde, já que em fevereiro de 2001 o Tribunal Supremo da Indonésia disse que ele não reunia as suficientes condições psíquicas e físicas para ser julgado por corrupção.

Desde então, a Procuradoria Geral aguarda uma melhora de saúde do ex-presidente, que está proibido de sair do país, para dar continuação a uma ação por suposta malversação de US$ 570 milhões.

Por sua vez, o filho mais novo de Suharto, o multimilionário Hutomo Tommy Mandala Putra, foi condenado a 15 anos de prisão, acusado de planejar um assassinato, posse ilegal de armas e fuga da Justiça.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;