Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Saulo dá crédito a Martins sobre bons jogos em casa

Nas duas partidas disputadas no Anacleto pela Série D, Azulão atuou bem e aplicou goleadas


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

28/07/2015 | 07:00


Se na Série A-2 o São Caetano tinha problemas em jogar no Estádio Anacleto Campanella, isso não existe mais na Série D do Campeonato Brasileiro. No Nacional, o Azulão aplicou goleadas – 5 a 0 e 4 a 0 – nos dois jogos que fez em casa, cenário bem diferente ao do Estadual, quando venceu somente duas das nove partidas que realizou em seus domínios.

Segundo o goleiro Saulo, o mérito é do técnico Luís Carlos Martins, que deu confiança aos atletas para jogarem em casa.

“Nunca tivemos o pensamento de que jogar em casa é um problema. Os resultados não aconteciam como planejávamos na A-2. Felizmente agora, na Série D, as coisas estão bem. Acredito que isso é fruto do trabalho do professor Martins, que sempre passou confiança para nós e disse que não tínhamos de ficar com esse pensamento”, explicou o arqueiro.

Saulo pediu foco ao time para não deixar a peteca cair, como ocorreu após início fulminante na A-2. “(Essa situação) Serviu de experiência. Temos como meta não deixar isso acontecer novamente. Temos de continuar na ponta do grupo e nos classificar para, passo a passo, obter o acesso”, concluiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saulo dá crédito a Martins sobre bons jogos em casa

Nas duas partidas disputadas no Anacleto pela Série D, Azulão atuou bem e aplicou goleadas

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

28/07/2015 | 07:00


Se na Série A-2 o São Caetano tinha problemas em jogar no Estádio Anacleto Campanella, isso não existe mais na Série D do Campeonato Brasileiro. No Nacional, o Azulão aplicou goleadas – 5 a 0 e 4 a 0 – nos dois jogos que fez em casa, cenário bem diferente ao do Estadual, quando venceu somente duas das nove partidas que realizou em seus domínios.

Segundo o goleiro Saulo, o mérito é do técnico Luís Carlos Martins, que deu confiança aos atletas para jogarem em casa.

“Nunca tivemos o pensamento de que jogar em casa é um problema. Os resultados não aconteciam como planejávamos na A-2. Felizmente agora, na Série D, as coisas estão bem. Acredito que isso é fruto do trabalho do professor Martins, que sempre passou confiança para nós e disse que não tínhamos de ficar com esse pensamento”, explicou o arqueiro.

Saulo pediu foco ao time para não deixar a peteca cair, como ocorreu após início fulminante na A-2. “(Essa situação) Serviu de experiência. Temos como meta não deixar isso acontecer novamente. Temos de continuar na ponta do grupo e nos classificar para, passo a passo, obter o acesso”, concluiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;