Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Decretada prisao temporária de Márcio Scherer


Do Diário do Grande ABC

27/03/1999 | 01:00


A Justiça concedeu habbeas-corpus para que o modelo Márcio Fonseca Scherer, suspeito de matar o empresário paraense Joao Sabóia em uma suíte do hotel Waldorf Astoria, em Nova York, responda às acusaçoes em liberdade.

Artista plástico e garoto de programa , Scherer se apresentou à polícia, mas teve o pedido de prisao temporária decretada pela juíza Cláudia Maria Dadico, da 2ª Vara de Execuçoes Fiscais da Justiça Federal, enquanto prestava depoimento na sede da Polícia Federal, em Porto Alegre.

O assassinato de Sabóia, de 56 anos, aconteceu na noite do 12 de março, mas o corpo só foi encontrado dia 13.

Depoimento- No depoimento, Scherer nao falou do que aconteceu em Nova York e afirmou que só falará em juízo. "Ele nao respondeu a nada que se referisse ao que aconteceu em em Nova York", disse o delegado Jairo Cacenote, que lhe fez 22 perguntas. O modelo estava acompanhado pelos advogados Ivan Vieira, Marcelo Bazotti e Júlio Pereira da Cunha.

De acordo com o delegado, ao saber da decretaçao de prisao o modelo ficou surpreso e apreensivo, "mas nao aparentou nervosismo". Cacenote disse que pode ouvir novamente o suspeito após receber os dados técnicos levantados pela polícia de Nova York.

Crime - O assassinato de Joao Sabóia foi dia 12 de março mas o corpo só foi encontrado no dia seguinte, depois que amigos da vítima alertaram o hotel sobre seu sumiço. Sabóia havia viajado para Nova York no dia 6 de março acompanhado por Scherer. O empresário jogou em cassinos de Atlantic City e pretendia assistir a luta pelo título mundial de pesos-pesados entre Lennox Lewis e Evander Hollyfield.

O empresário teve a garganta cortada, o nariz e o crânio fraturados. No rosto havia vários hematomas. Sabóia teria US$ 70 mil no quarto, mas os policiais localizaram apenas US$ 1,3 mil. As suspeitas recaíram sobre Scherer depois que as câmaras do circuito interno da TV do hotel flagraram sua saída da suíte carregando uma sacola.

Em depoimento o irmao do modelo, Glauco Scherer, quinta-feira (25), à tarde, contou que ao perguntar ao irmao se tinha algo a ver com o crime, Scherer teria dito que estragou sua viada. Márcio esteve com Glauco na cidade de Palhoça/SC, na Grande Florianópolis, nos dias 16 e 17. De acordo com Cacenote, o depoimento de Glauco foi um dos elementos, junto com a entrevista dada pelo suspeito à TV Globo e levada ao ar na quinta-feira à noite, pelo Jornal Nacional, que embasou a decisao da decretaçao da prisao temporária. Márcio disse nesta sexta-feira que o irmao nao falou a verdade e teria usado o termo por estar "sob pressao".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Decretada prisao temporária de Márcio Scherer

Do Diário do Grande ABC

27/03/1999 | 01:00


A Justiça concedeu habbeas-corpus para que o modelo Márcio Fonseca Scherer, suspeito de matar o empresário paraense Joao Sabóia em uma suíte do hotel Waldorf Astoria, em Nova York, responda às acusaçoes em liberdade.

Artista plástico e garoto de programa , Scherer se apresentou à polícia, mas teve o pedido de prisao temporária decretada pela juíza Cláudia Maria Dadico, da 2ª Vara de Execuçoes Fiscais da Justiça Federal, enquanto prestava depoimento na sede da Polícia Federal, em Porto Alegre.

O assassinato de Sabóia, de 56 anos, aconteceu na noite do 12 de março, mas o corpo só foi encontrado dia 13.

Depoimento- No depoimento, Scherer nao falou do que aconteceu em Nova York e afirmou que só falará em juízo. "Ele nao respondeu a nada que se referisse ao que aconteceu em em Nova York", disse o delegado Jairo Cacenote, que lhe fez 22 perguntas. O modelo estava acompanhado pelos advogados Ivan Vieira, Marcelo Bazotti e Júlio Pereira da Cunha.

De acordo com o delegado, ao saber da decretaçao de prisao o modelo ficou surpreso e apreensivo, "mas nao aparentou nervosismo". Cacenote disse que pode ouvir novamente o suspeito após receber os dados técnicos levantados pela polícia de Nova York.

Crime - O assassinato de Joao Sabóia foi dia 12 de março mas o corpo só foi encontrado no dia seguinte, depois que amigos da vítima alertaram o hotel sobre seu sumiço. Sabóia havia viajado para Nova York no dia 6 de março acompanhado por Scherer. O empresário jogou em cassinos de Atlantic City e pretendia assistir a luta pelo título mundial de pesos-pesados entre Lennox Lewis e Evander Hollyfield.

O empresário teve a garganta cortada, o nariz e o crânio fraturados. No rosto havia vários hematomas. Sabóia teria US$ 70 mil no quarto, mas os policiais localizaram apenas US$ 1,3 mil. As suspeitas recaíram sobre Scherer depois que as câmaras do circuito interno da TV do hotel flagraram sua saída da suíte carregando uma sacola.

Em depoimento o irmao do modelo, Glauco Scherer, quinta-feira (25), à tarde, contou que ao perguntar ao irmao se tinha algo a ver com o crime, Scherer teria dito que estragou sua viada. Márcio esteve com Glauco na cidade de Palhoça/SC, na Grande Florianópolis, nos dias 16 e 17. De acordo com Cacenote, o depoimento de Glauco foi um dos elementos, junto com a entrevista dada pelo suspeito à TV Globo e levada ao ar na quinta-feira à noite, pelo Jornal Nacional, que embasou a decisao da decretaçao da prisao temporária. Márcio disse nesta sexta-feira que o irmao nao falou a verdade e teria usado o termo por estar "sob pressao".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;