Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Preso mais um homem acusado de incendiar carros


Do Diário do Grande ABC

15/10/1999 | 13:37


A polícia de Marília prendeu, na noite de quinta-feira (14), mais um homem acusado de ser incendiário de carros. O cobrador Sérgio Pinto Uliam ligou de um orelhao do centro da cidade dizendo ter queimado cinco veículos e de ter ajudado o vigia noturno Manoel Messias Alves Martins, que confessou ter ateado fogo em 39 dos 49 carros destruídos.

Com o auxílio de um rastreador de telefonemas, a polícia soube onde Sérgio estava e o surpreendeu quando ele ainda falava no telefone.

Sérgio negou ser incendiário e disse que estava alcoolizado. No entanto, ele admitiu que iria queimar mais um carro. Com ele, foram encontrados uma garrafa de álcool e um isqueiro.

O pai do acusado foi à delegacia e disse que o filho tem distúrbios mentais e problemas com álcool e drogas. A polícia confirmou a versao e informou que ele tem ficha policial por vandalismo.

Sérgio acabou sendo liberado na manha desta sexta-feira, mas continuará sendo investigado.

As informaçoes sao do telejornal SPTV, da Rede Globo.

Prisao Preventiva - O juiz José Henrique Ursulino, da 2ª Vara Criminal de Marília (SP), decretou, quarta-feira (13), a prisao preventiva do vigia noturno Manoel Messias Alves Martins, acusado de ser o maníaco que desde janeiro vinha incendiando carros na cidade.

O juiz atendeu o pedido do delegado José Carlos Costa, diretor da Delegacia de Investigaçoes Gerais (DIG), feito com base em dois inquéritos, já concluídos, que apontam Messias como autor dos crimes.

O vigia foi preso na semana passada quando telefonava para a Polícia Militar dizendo ser o incendiário e ameaçando queimar mais dois veículos em Marília. De acordo com o delegado, Messias confessou, em detalhes, como incendiou 39 dos 49 veículos destruídos na cidade. E também assumiu a responsabilidade por uma tentativa de incêndio. Ao todo, segundo o policial, serao instaurados 21 inquéritos policiais para apurar sua responsabilidade.

O delegado comunicou ao vigia a decretaçao da preventiva às l9h45 horas de quarta-feira (13); meia hora depois ele foi transferido da cela especial onde estava para a cadeia pública da cidade, onde já haviam outros setes detentos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;