Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Irã diz que petroleiro britânico detido em julho deixou o país



27/09/2019 | 04:50


O petroleiro de bandeira britânica Stena Impero deixou o Irã nesta sexta-feira após passar mais de dois meses detido no porto de Bandar Abbas, no país persa. Autoridades iranianas confirmaram a partida duas horas após um site de rastreamento localizar as coordenadas do navio em águas internacionais.

A embarcação foi capturada por forças iranianas em 19 de julho, no Estreito de Ormuz, e foi liberada na última segunda-feira, quando o governo local informou que havia concluído investigações.

A detenção do Stena Impero ocorreu poucas semanas depois que um petroleiro do Irã foi detido em Gibraltar com carga de aproximadamente US$ 130 milhões em petróleo bruto. O navio foi apreendido sob suspeita de transportar petróleo a refinarias na Síria, violando sanções impostas pela União Europeia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Irã diz que petroleiro britânico detido em julho deixou o país


27/09/2019 | 04:50


O petroleiro de bandeira britânica Stena Impero deixou o Irã nesta sexta-feira após passar mais de dois meses detido no porto de Bandar Abbas, no país persa. Autoridades iranianas confirmaram a partida duas horas após um site de rastreamento localizar as coordenadas do navio em águas internacionais.

A embarcação foi capturada por forças iranianas em 19 de julho, no Estreito de Ormuz, e foi liberada na última segunda-feira, quando o governo local informou que havia concluído investigações.

A detenção do Stena Impero ocorreu poucas semanas depois que um petroleiro do Irã foi detido em Gibraltar com carga de aproximadamente US$ 130 milhões em petróleo bruto. O navio foi apreendido sob suspeita de transportar petróleo a refinarias na Síria, violando sanções impostas pela União Europeia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;