Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Rotação mais rápida

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Análise mostra que movimento de giro sozinho da Terra foi o maior em 50 anos


Luís Felipe Soares
Diário do Grande ABC

24/01/2021 | 07:00


O movimento de rotação da Terra, quando ela gira em torno de seu próprio eixo, parece mais rápido do que nunca. Bem pouco, mas está. Essa é a conclusão de levantamento realizado pelo site internacional Time and Date (www.timeanddate.com), especializado sobre tempo e datas de diferentes países.
 

Segundo a análise especial, foram registrados 28 dias ao longo de 2020 em que o planeta levou mais de 0,4 segundos acima do tempo normal, de cerca de 86,4 mil segundos espalhados dentro das 24 horas que existem em um dia. Trata-se da maior velocidade dos últimos 50 anos, sendo que o cálculo é feito desde a década de 1970. Como a mudança é bem pequena, não terá reflexo em nada.
 

Na temporada passada, o dia mais curto ocorreu em 19 de julho, com a rotação tendo 1,4602 milissegundos a menos de diferença do padrão.
 

Alguns fatores climáticos e geológicos acabam por criar essa leve variação, casos de acelerações de marés, movimento da crosta da Terra relativo ao seu núcleo e mudanças na pressão atmosférica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rotação mais rápida

Análise mostra que movimento de giro sozinho da Terra foi o maior em 50 anos

Luís Felipe Soares
Diário do Grande ABC

24/01/2021 | 07:00


O movimento de rotação da Terra, quando ela gira em torno de seu próprio eixo, parece mais rápido do que nunca. Bem pouco, mas está. Essa é a conclusão de levantamento realizado pelo site internacional Time and Date (www.timeanddate.com), especializado sobre tempo e datas de diferentes países.
 

Segundo a análise especial, foram registrados 28 dias ao longo de 2020 em que o planeta levou mais de 0,4 segundos acima do tempo normal, de cerca de 86,4 mil segundos espalhados dentro das 24 horas que existem em um dia. Trata-se da maior velocidade dos últimos 50 anos, sendo que o cálculo é feito desde a década de 1970. Como a mudança é bem pequena, não terá reflexo em nada.
 

Na temporada passada, o dia mais curto ocorreu em 19 de julho, com a rotação tendo 1,4602 milissegundos a menos de diferença do padrão.
 

Alguns fatores climáticos e geológicos acabam por criar essa leve variação, casos de acelerações de marés, movimento da crosta da Terra relativo ao seu núcleo e mudanças na pressão atmosférica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;