Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Polícia Militar apreende trio de adolescentes que planejava ataque em escola em Sto.André

Alunos da EE Carlina Caçapava de Mello foram liberados após depoimento


Marilia Montich
Do Diário do Grande ABC

28/03/2019 | 07:00


 A PM (Polícia Militar) deteve, na manhã da terça-feira, três adolescentes que estariam planejando ataque similar ao ocorrido na EE Raul Brasil, em Suzano, no dia 13, e que deixou dez mortos. O alvo do trio seria a EE Carlina Caçapava de Mello, no bairro Santa Teresinha, em Santo André.

Segundo informações da polícia, vídeo suspeito estaria circulando por aplicativo de mensagem entre a comunidade escolar. O material chegou ao conhecimento da diretora da unidade de ensino, que acionou as autoridades.

Na terça-feira, por volta das 9h20, a PM abordou os rapazes, todos alunos da escola, sendo um menor. Ao ter acesso aos celulares do trio, a polícia encontrou conversas que indicariam o planejamento de atentado. Os adolescentes foram levados ao 2º DP (Parque das Nações), onde o caso foi registrado. Em seguida, foram liberados. O vídeo e as conversas ainda serão periciados.

A Diretoria Regional de Ensino de Santo André informou, em nota, que os responsáveis pelos alunos foram chamados à escola e um supervisor de ensino foi enviado para acompanhar o caso. “O conselho escolar vai se reunir para decidir quais medidas pedagógicas serão adotadas. As aulas estão acontecendo normalmente.”

A Secretaria da Educação do Estado reiterou que possui parceria com a Ronda Escolar da PM para policiamento no entorno das unidades e que a diretoria da EE Carlina Caçapava de Mello está à disposição para quaisquer esclarecimentos.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo não se pronunciou até o fechamento desta edição.

 

EM SUZANO

Dois atiradores – Guilherme Taucci Monteiro, 17, e Luiz Henrique de Castro, 25 – assassinaram oito pessoas, deixaram outras 11 feridas e se mataram. Os dois eram ex-alunos da EE Raul Brasil. Eles portavam um revólver calibre 38 com numeração raspada, um machado, uma besta (item medieval, como arco e flecha), coquetel molotov (arma química incendiária) e mochila com fios.

Segundo as investigações, cada atirador deveria matar um desafeto antes do massacre. O alvo de Castro seria um vizinho – às 8h10 do dia 13, ele foi até a casa dele e encontrou o portão trancado. Já o objetivo de Monteiro era matar o próprio tio, que o demitiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia Militar apreende trio de adolescentes que planejava ataque em escola em Sto.André

Alunos da EE Carlina Caçapava de Mello foram liberados após depoimento

Marilia Montich
Do Diário do Grande ABC

28/03/2019 | 07:00


 A PM (Polícia Militar) deteve, na manhã da terça-feira, três adolescentes que estariam planejando ataque similar ao ocorrido na EE Raul Brasil, em Suzano, no dia 13, e que deixou dez mortos. O alvo do trio seria a EE Carlina Caçapava de Mello, no bairro Santa Teresinha, em Santo André.

Segundo informações da polícia, vídeo suspeito estaria circulando por aplicativo de mensagem entre a comunidade escolar. O material chegou ao conhecimento da diretora da unidade de ensino, que acionou as autoridades.

Na terça-feira, por volta das 9h20, a PM abordou os rapazes, todos alunos da escola, sendo um menor. Ao ter acesso aos celulares do trio, a polícia encontrou conversas que indicariam o planejamento de atentado. Os adolescentes foram levados ao 2º DP (Parque das Nações), onde o caso foi registrado. Em seguida, foram liberados. O vídeo e as conversas ainda serão periciados.

A Diretoria Regional de Ensino de Santo André informou, em nota, que os responsáveis pelos alunos foram chamados à escola e um supervisor de ensino foi enviado para acompanhar o caso. “O conselho escolar vai se reunir para decidir quais medidas pedagógicas serão adotadas. As aulas estão acontecendo normalmente.”

A Secretaria da Educação do Estado reiterou que possui parceria com a Ronda Escolar da PM para policiamento no entorno das unidades e que a diretoria da EE Carlina Caçapava de Mello está à disposição para quaisquer esclarecimentos.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo não se pronunciou até o fechamento desta edição.

 

EM SUZANO

Dois atiradores – Guilherme Taucci Monteiro, 17, e Luiz Henrique de Castro, 25 – assassinaram oito pessoas, deixaram outras 11 feridas e se mataram. Os dois eram ex-alunos da EE Raul Brasil. Eles portavam um revólver calibre 38 com numeração raspada, um machado, uma besta (item medieval, como arco e flecha), coquetel molotov (arma química incendiária) e mochila com fios.

Segundo as investigações, cada atirador deveria matar um desafeto antes do massacre. O alvo de Castro seria um vizinho – às 8h10 do dia 13, ele foi até a casa dele e encontrou o portão trancado. Já o objetivo de Monteiro era matar o próprio tio, que o demitiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;