Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O drama silencioso que o químico enfrentou

O Grande ABC e o outro lado do trabalho: os acidentes e doenças...


Ademir Medici

10/09/2015 | 07:00


O Grande ABC e o outro lado do trabalho: os acidentes e doenças registrados dentro da fábrica, da oficina, no canteiro de obras, no edifício em construção. Uma história secular.

No começo – tempo da Borda do Campo – as armadilhas do mato e as primeiras regras: caçador jamais deveria atirar na altura de um homem. Um colega poderia estar caçando do outro lado da mata. Um tiro rasteiro, no máximo, atingiria os membros inferiores do seu semelhante – a não ser que este estivesse tirando um cochilo.

Tempo das caçadas e pescarias nos rios que formariam a Billings. E da produção artesanal: o plantio, o fabrico de carvão e tijolo, a extração de madeira e lenha em mucuta.

Então chegam as fábricas. Aprender na prática a safar-se das armadilhas das ferramentas traiçoeiras e assassinas – quando conseguisse. Estudar a diferença entre atos inseguros e condições inseguras – e como preveni-los.

As conquistas são lentas, do pagamento do seguro às reuniões de Cipa – a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Era preciso denunciar a notícia camuflada da presença da montadora multinacional que tirou a vida daquele aprendiz cheio de sonhos.

Falamos lá em cima, no começo, das doenças do trabalho. Como enfrentar essa modalidade silenciosa certamente mais perversa que o acidente clássico? Pois essa luta chega ao seu ano 30. Precisa ser anotada. Deve servir de reflexão. E o exemplo está aqui. Faz parte da história do Grande ABC.

O mercúrio.

O chumbo.

O benzeno.

E a leucemia...

Texto: Gislene Madarazzo, da Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Químicos do ABC

A luta do trabalhador contra a contaminação pelo chumbo na Ferro Enamel; contra a contaminação pelo mercúrio na Eletrocloro (atual Solvay); a leucemia provocada pela exposição dos trabalhadores ao benzeno; as mortes devido às precárias condições de trabalho na Matarazzo, em São Caetano.

Essas e outras histórias da luta coletiva do Sindicato dos Químicos do ABC em defesa da saúde e segurança do trabalhador fazem parte da publicação organizada pela entidade para marcar os 30 anos da Comsat (Comissão de Saúde do Trabalhador dos Químicos do ABC).

Organizada por Remigio Todeschini (ex-presidente do sindicato); Nilton Freitas (engenheiro de segurança do trabalho) e José Freire da Silva (ex-secretário de Saúde, Trabalho e Meio Ambiente do sindicato), a publicação chega num momento crucial da transformação econômica do Grande ABC.

“Este livro é uma história de lutas, mortes e de adoecimento no trabalho, mas também uma história de vitórias que levaram à construção de políticas públicas em saúde e higiene do trabalho, meio ambiente e controle de riscos industriais, em âmbitos regional e nacional, com repercussões na esfera internacional”, destaca o presidente do sindicato, Raimundo Suzart, que prefacia a publicação.

Lançamento do livro Comsat Químicos do ABC: 30 Anos de Luta Pela Saúde (1984-2014)

- Quando: amanhã, às 18h

- Local: sede do Sindicato dos Químicos do ABC – Avenida Lino Jardim 401 – Vila Bastos – Santo André

Diário há 30 anos

Terça-feira, 10 de setembro de 1985 – ano 28, nº 5925

Manchete –Brasil mantém lei de informática e evita polemizar

Santo André – Sítio dos Vianas exige rede de água; moradores foram ao Semasa cobrar promessa feita há quase um ano.

Comércio – Lojas Americanas inaugura a filial de São Bernardo, a maior do grupo. Fica na Rua Marechal Deodoro, no espaço da antiga Cooperativa de Móveis São Bernardo.

Em 10 de setembro de...

1915 – Sancionada a lei municipal número 188 que torna expressamente proibida a criação de porcos dentro dos perímetros urbanos dos distritos de paz e povoações existentes em São Bernardo (hoje Grande ABC).

- A guerra. Do noticiário do Estadão: ‘Na Galícia, próximo de Tarnopol, os austro-alemães sofrem uma derrota: 8.000 prisioneiros feitos pelos russos’.

Nota – Tarnopol pertencia à Polônia, área hoje quase toda incorporada à Ucrania.

1920 – Instalada a Caixa Escolar do 1º Grupo de Santo André, destinada a auxiliar os alunos pobres. O ato foi assistido por várias autoridades.

1955 – Fundado o União FC, do bairro Planalto, em São Bernardo.

1970 – Coronel Tércio Veras empossado no comando da 4ª Circunscrição do Serviço Militar, que abrange o Grande ABC, com delegacia regional em Santo André.

1975 – Fundado o Corpo de Patrulheiras Mirins de Santo André, por iniciativa do Lions Clube.

Hoje

Dia Mundial de Prevenção do Suicídio

Santos do Dia

- Na estampa, São Nicolau de Tolentino. Italiano. Pertenceu à Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho. Faleceu no seu país em 1305.

Conta-se que, por penitência, jamais comia carne, mas certa vez, estando doente, seu superior lhe deu ordem de comer um pouco de carne. O obedeceu comendo um pedaço bem pequeno, e depois disse: “Já obedeci. Agora, por favor, não me aborreçam mais com essas gulodices”.

Colaboração: Padre Evaldo César de Souza

- Sóstenes

- Jáder

- Cândida Menor

Município Paulista

- Sud Menucci celebra seu aniversário hoje. Emancipou-se de Pereira Barreto em 1959. O nome homenageia o jornalista e professor paulista Sud Menucci (1892-1948).

Aramaçan, ano 85

1930 – 2015

Da galeria do Clube Atlético Aramaçan, um troféu de bronze do voleibol feminino. Aparece o brasão da cidade de Santo André. Ano: já não se consegue ler a data, apagada pelo tempo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O drama silencioso que o químico enfrentou

O Grande ABC e o outro lado do trabalho: os acidentes e doenças...

Ademir Medici

10/09/2015 | 07:00


O Grande ABC e o outro lado do trabalho: os acidentes e doenças registrados dentro da fábrica, da oficina, no canteiro de obras, no edifício em construção. Uma história secular.

No começo – tempo da Borda do Campo – as armadilhas do mato e as primeiras regras: caçador jamais deveria atirar na altura de um homem. Um colega poderia estar caçando do outro lado da mata. Um tiro rasteiro, no máximo, atingiria os membros inferiores do seu semelhante – a não ser que este estivesse tirando um cochilo.

Tempo das caçadas e pescarias nos rios que formariam a Billings. E da produção artesanal: o plantio, o fabrico de carvão e tijolo, a extração de madeira e lenha em mucuta.

Então chegam as fábricas. Aprender na prática a safar-se das armadilhas das ferramentas traiçoeiras e assassinas – quando conseguisse. Estudar a diferença entre atos inseguros e condições inseguras – e como preveni-los.

As conquistas são lentas, do pagamento do seguro às reuniões de Cipa – a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Era preciso denunciar a notícia camuflada da presença da montadora multinacional que tirou a vida daquele aprendiz cheio de sonhos.

Falamos lá em cima, no começo, das doenças do trabalho. Como enfrentar essa modalidade silenciosa certamente mais perversa que o acidente clássico? Pois essa luta chega ao seu ano 30. Precisa ser anotada. Deve servir de reflexão. E o exemplo está aqui. Faz parte da história do Grande ABC.

O mercúrio.

O chumbo.

O benzeno.

E a leucemia...

Texto: Gislene Madarazzo, da Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Químicos do ABC

A luta do trabalhador contra a contaminação pelo chumbo na Ferro Enamel; contra a contaminação pelo mercúrio na Eletrocloro (atual Solvay); a leucemia provocada pela exposição dos trabalhadores ao benzeno; as mortes devido às precárias condições de trabalho na Matarazzo, em São Caetano.

Essas e outras histórias da luta coletiva do Sindicato dos Químicos do ABC em defesa da saúde e segurança do trabalhador fazem parte da publicação organizada pela entidade para marcar os 30 anos da Comsat (Comissão de Saúde do Trabalhador dos Químicos do ABC).

Organizada por Remigio Todeschini (ex-presidente do sindicato); Nilton Freitas (engenheiro de segurança do trabalho) e José Freire da Silva (ex-secretário de Saúde, Trabalho e Meio Ambiente do sindicato), a publicação chega num momento crucial da transformação econômica do Grande ABC.

“Este livro é uma história de lutas, mortes e de adoecimento no trabalho, mas também uma história de vitórias que levaram à construção de políticas públicas em saúde e higiene do trabalho, meio ambiente e controle de riscos industriais, em âmbitos regional e nacional, com repercussões na esfera internacional”, destaca o presidente do sindicato, Raimundo Suzart, que prefacia a publicação.

Lançamento do livro Comsat Químicos do ABC: 30 Anos de Luta Pela Saúde (1984-2014)

- Quando: amanhã, às 18h

- Local: sede do Sindicato dos Químicos do ABC – Avenida Lino Jardim 401 – Vila Bastos – Santo André

Diário há 30 anos

Terça-feira, 10 de setembro de 1985 – ano 28, nº 5925

Manchete –Brasil mantém lei de informática e evita polemizar

Santo André – Sítio dos Vianas exige rede de água; moradores foram ao Semasa cobrar promessa feita há quase um ano.

Comércio – Lojas Americanas inaugura a filial de São Bernardo, a maior do grupo. Fica na Rua Marechal Deodoro, no espaço da antiga Cooperativa de Móveis São Bernardo.

Em 10 de setembro de...

1915 – Sancionada a lei municipal número 188 que torna expressamente proibida a criação de porcos dentro dos perímetros urbanos dos distritos de paz e povoações existentes em São Bernardo (hoje Grande ABC).

- A guerra. Do noticiário do Estadão: ‘Na Galícia, próximo de Tarnopol, os austro-alemães sofrem uma derrota: 8.000 prisioneiros feitos pelos russos’.

Nota – Tarnopol pertencia à Polônia, área hoje quase toda incorporada à Ucrania.

1920 – Instalada a Caixa Escolar do 1º Grupo de Santo André, destinada a auxiliar os alunos pobres. O ato foi assistido por várias autoridades.

1955 – Fundado o União FC, do bairro Planalto, em São Bernardo.

1970 – Coronel Tércio Veras empossado no comando da 4ª Circunscrição do Serviço Militar, que abrange o Grande ABC, com delegacia regional em Santo André.

1975 – Fundado o Corpo de Patrulheiras Mirins de Santo André, por iniciativa do Lions Clube.

Hoje

Dia Mundial de Prevenção do Suicídio

Santos do Dia

- Na estampa, São Nicolau de Tolentino. Italiano. Pertenceu à Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho. Faleceu no seu país em 1305.

Conta-se que, por penitência, jamais comia carne, mas certa vez, estando doente, seu superior lhe deu ordem de comer um pouco de carne. O obedeceu comendo um pedaço bem pequeno, e depois disse: “Já obedeci. Agora, por favor, não me aborreçam mais com essas gulodices”.

Colaboração: Padre Evaldo César de Souza

- Sóstenes

- Jáder

- Cândida Menor

Município Paulista

- Sud Menucci celebra seu aniversário hoje. Emancipou-se de Pereira Barreto em 1959. O nome homenageia o jornalista e professor paulista Sud Menucci (1892-1948).

Aramaçan, ano 85

1930 – 2015

Da galeria do Clube Atlético Aramaçan, um troféu de bronze do voleibol feminino. Aparece o brasão da cidade de Santo André. Ano: já não se consegue ler a data, apagada pelo tempo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;