Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Infestação de ratos assusta a população


Nelson Donato
Especial para o Diário

10/04/2015 | 07:00


Grande número de ratos que invadem as residências assusta os moradores da Rua Cananeia, na Vila Príncipe de Gales, em Santo André. Segundo os vizinhos, o problema persiste há dois anos e nenhum órgão público da cidade tomou providências para resolvê-lo.

O medo e a revolta tornaram-se frequentes na vida dos habitantes da via. Sem saber quais medidas adotar, a aposentada Tereza Aparecida Barrantes, 68 anos, diz estar desesperada. “Já fiz 12 desratizações nos últimos anos e cada uma delas custa R$ 190. Ninguém da Prefeitura nos dá retorno.”

Em sua casa, a equipe do Diário avistou muitas fezes de ratos. Segundo ela, o grande acúmulo de dejetos formou-se em um dia. “Mesmo com o veneno, eles entram. Minha filha já matou dois ratos no quarto dela”.

Vizinha de Tereza, a também aposentada Lídia Oliveira Fernandes, 62, afirma que já viu seis ratos alimentando-se em uma árvore próxima de sua residência. “Eles comem os frutos do vegetal. Não consigo mais dormir tranquila, pois esses animais invadem o forro do meu quarto e andam ali a noite toda. Não tenho condições de contratar o serviço de desratização.”

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, informou ter realizado vistoria no local, que constatou que em uma das residências um morador recolhe material para reciclagem. A pessoa foi notificada para realizar a capinagem da área, além de evitar o acúmulo de água e retirada do entulho, entre materiais de reciclagem e em desuso. A administração informou que o prazo vence hoje, quando a equipe retornará para verificação. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Infestação de ratos assusta a população

Nelson Donato
Especial para o Diário

10/04/2015 | 07:00


Grande número de ratos que invadem as residências assusta os moradores da Rua Cananeia, na Vila Príncipe de Gales, em Santo André. Segundo os vizinhos, o problema persiste há dois anos e nenhum órgão público da cidade tomou providências para resolvê-lo.

O medo e a revolta tornaram-se frequentes na vida dos habitantes da via. Sem saber quais medidas adotar, a aposentada Tereza Aparecida Barrantes, 68 anos, diz estar desesperada. “Já fiz 12 desratizações nos últimos anos e cada uma delas custa R$ 190. Ninguém da Prefeitura nos dá retorno.”

Em sua casa, a equipe do Diário avistou muitas fezes de ratos. Segundo ela, o grande acúmulo de dejetos formou-se em um dia. “Mesmo com o veneno, eles entram. Minha filha já matou dois ratos no quarto dela”.

Vizinha de Tereza, a também aposentada Lídia Oliveira Fernandes, 62, afirma que já viu seis ratos alimentando-se em uma árvore próxima de sua residência. “Eles comem os frutos do vegetal. Não consigo mais dormir tranquila, pois esses animais invadem o forro do meu quarto e andam ali a noite toda. Não tenho condições de contratar o serviço de desratização.”

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, informou ter realizado vistoria no local, que constatou que em uma das residências um morador recolhe material para reciclagem. A pessoa foi notificada para realizar a capinagem da área, além de evitar o acúmulo de água e retirada do entulho, entre materiais de reciclagem e em desuso. A administração informou que o prazo vence hoje, quando a equipe retornará para verificação. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;