Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Saulo sai de férias, não empossa vice e inicia nova crise

Prefeito de Ribeirão Pires tira licença de sete dias, mas não comunica Leo, que dispara: ‘Não sei o que passa na cabeça dele’


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

28/01/2015 | 07:00


O prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides (PMDB), e a vice-prefeita Leonice Moura, a Leo da Apraespi (PSC), proporcionaram ontem nova mostra de relação conturbada que ambos vivem à frente do Executivo. O desencontro, desta vez, vai render ao município ausência na reunião de prefeitos de hoje, convocada pelo chefe do Executivo da Capital, Fernando Haddad (PT), cujo tema é a crise hídrica. O secretário estadual de Recursos Hídricos, Benedito Braga, também participará.
O novo atrito entre os comandantes do Paço foi criado após Saulo conceder a si próprio férias de sete dias, inciadas na segunda-feira, não dando posse à vice para responder pelas atribuições do município nem comunicá-la diretamente.

“Não tenho condições para ir a esta reunião. Ligaram da prefeitura da Capital para confirmar nossa presença. Eu nem sabia disso. Estou sem qualquer conhecimento das intenções do Saulo sobre planos que podemos oferecer em relação à crise hídrica. Ele poderia ter se reunido comigo antes de viajar e me pautar, mas não o fez”, reclamou Leo, que responde também pela Secretaria de Educação.

A saída de sete dias do comando do Paço não fere a LOM (Lei Orgânica do Município), que permite até oito dias de ausência do prefeito sem a necessidade de transferir cargo ou autorização do Legislativo.

Comenta-se nos corredores do Executivo que Saulo viajou para Salvador, na Bahia, e depois iria para o México. A informação não foi confirmada por assessores ou pelo próprio prefeito, que não retornou aos contatos da equipe do Diário.

CRISES RECORRENTES

O embate entre os políticos não é novidade. Em setembro, a social-cristã reclamou publicamente da falta de autonomia imposta por Saulo na Pasta de Educação e da ausência de transparência por parte do chefe do Executivo. A iniciativa transtornou o peemedebista, que chegou anunciar sua exoneração. Ele recuou dias depois do episódio.

“Não sei o que passa na cabeça dele (Saulo), não me comunicando. Sigo trabalhando para o povo da cidade, que é minha responsabilidade”, complementou Leo.

Em relação ao futuro político, já que em 2016 o peemedebista tentará reeleição, a número dois do Paço assegurou que “nada está definido”, destacando que a reedição da parceria precisará ser discutida. “Somos de um grupo político, cuja as decisões são acertadas em conjunto. Serão essas pessoas que vão definir como caminharemos”, justificou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saulo sai de férias, não empossa vice e inicia nova crise

Prefeito de Ribeirão Pires tira licença de sete dias, mas não comunica Leo, que dispara: ‘Não sei o que passa na cabeça dele’

Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

28/01/2015 | 07:00


O prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides (PMDB), e a vice-prefeita Leonice Moura, a Leo da Apraespi (PSC), proporcionaram ontem nova mostra de relação conturbada que ambos vivem à frente do Executivo. O desencontro, desta vez, vai render ao município ausência na reunião de prefeitos de hoje, convocada pelo chefe do Executivo da Capital, Fernando Haddad (PT), cujo tema é a crise hídrica. O secretário estadual de Recursos Hídricos, Benedito Braga, também participará.
O novo atrito entre os comandantes do Paço foi criado após Saulo conceder a si próprio férias de sete dias, inciadas na segunda-feira, não dando posse à vice para responder pelas atribuições do município nem comunicá-la diretamente.

“Não tenho condições para ir a esta reunião. Ligaram da prefeitura da Capital para confirmar nossa presença. Eu nem sabia disso. Estou sem qualquer conhecimento das intenções do Saulo sobre planos que podemos oferecer em relação à crise hídrica. Ele poderia ter se reunido comigo antes de viajar e me pautar, mas não o fez”, reclamou Leo, que responde também pela Secretaria de Educação.

A saída de sete dias do comando do Paço não fere a LOM (Lei Orgânica do Município), que permite até oito dias de ausência do prefeito sem a necessidade de transferir cargo ou autorização do Legislativo.

Comenta-se nos corredores do Executivo que Saulo viajou para Salvador, na Bahia, e depois iria para o México. A informação não foi confirmada por assessores ou pelo próprio prefeito, que não retornou aos contatos da equipe do Diário.

CRISES RECORRENTES

O embate entre os políticos não é novidade. Em setembro, a social-cristã reclamou publicamente da falta de autonomia imposta por Saulo na Pasta de Educação e da ausência de transparência por parte do chefe do Executivo. A iniciativa transtornou o peemedebista, que chegou anunciar sua exoneração. Ele recuou dias depois do episódio.

“Não sei o que passa na cabeça dele (Saulo), não me comunicando. Sigo trabalhando para o povo da cidade, que é minha responsabilidade”, complementou Leo.

Em relação ao futuro político, já que em 2016 o peemedebista tentará reeleição, a número dois do Paço assegurou que “nada está definido”, destacando que a reedição da parceria precisará ser discutida. “Somos de um grupo político, cuja as decisões são acertadas em conjunto. Serão essas pessoas que vão definir como caminharemos”, justificou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;