Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Basf propõe bonificação a demitidos

Andréa Iseki/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Empresa, que irá fechar unidade em São Bernardo, oferece benefício por ano trabalhado


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

04/06/2015 | 07:00


Após um dia de greve, a Basf cedeu e decidiu pela criação de pacote de benefícios para os 95 trabalhadores que serão demitidos da fábrica do grupo na Via Anchieta, em São Bernardo. Na segunda-feira, a empresa anunciou que a unidade será fechada até o fim do ano em razão das “condições desfavoráveis do mercado”.

Segundo o coordenador da regional de São Bernardo do Sindicato dos Químicos do ABC, José Antônio Gomes Ferreira, o Tonhão, a direção da multinacional alemã se comprometeu a realocar parte dos empregados em outras plantas. “Para os que não puderem ser aproveitados, foi apresentada bonificação de 20% do salário nominal por ano trabalhado na empresa.” Por exemplo, se o funcionário atuou pela Basf por cinco anos, recebe um salário cheio, além das verbas rescisórias.

Apesar do avanço, ainda não houve acordo entre as partes, pois a categoria quer que o benefício seja de 60% dos vencimentos para cada ano. Mesmo assim, os trabalhadores decidiram, em assembleia no início da tarde de ontem, pelo fim da paralisação. A produção funcionará normalmente até o dia 9, quando haverá nova rodada de negociação. A proposta será votada no mesmo dia pelos empregados.

A planta da Anchieta produz poliamida (fibra sintética de plástico) e compostos destinados a aplicações de filmes e monofilamentos, além de plásticos de engenharia, matéria-prima para a fabricação de autopeças. A fábrica foi fundada em 1953 e comprada pela Basf em 2012. Antes, era de propriedade da Mazzaferro.

No fim do ano passado, a unidade foi incendiada, o que prejudicou as atividades. Inicialmente, a empresa planejava reconstruir a área afetada pelo fogo, mas desistiu em razão da crise no mercado. A planta será desativada gradativamente e fechará as portas definitivamente em setembro. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;