Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pelo menos 25 talibãs e 14 policiais morrem no Afeganistão


Da AFP

21/05/2007 | 08:50


Pelo menos 25 talibãs morreram em combates que duraram 14 horas na região de Sangin, reduto dos rebeldes na província de Helmand, sul do Afeganistão, ao mesmo tempo que novos ataques insurgentes mataram 14 policiais.

Os corpos de 11 policiais foram encontrados no domingo na província de Helmand, perto de Sangin, capital do distrito, um dia depois de uma emboscada executada pelos talibãs. Outros três agentes faleceram nesta segunda na explosão de uma bomba na província oriental de Nangarhar.

"Durante os combates de domingo, com a participação das forças da coalizão e da aviação aliada, 25 inimigos foram mortos, entre eles o mulá Yunus, um comandante talibã", afirmou um comunicado do governo.

Os combates começaram depois que uma patrulha foi atacada nas proximidades de Putay, a três quilômetros da capital de Sangin. A coalizão respondeu, mas quase 50 insurgentes chegaram como reforço. As posições talibãs ao longo do rio Helmand foram bombardeadas pela aviação em seguida.

O distrito de Sangin registra intensos combates há várias semanas. As forças internacionais afirmam ter recuperado o controle do norte de Helmand no início de abril.

Desde o início do ano, mais de 1 mil pessoas, em sua maioria insurgentes, morreram na onda de violência que afeta o Afeganistão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pelo menos 25 talibãs e 14 policiais morrem no Afeganistão

Da AFP

21/05/2007 | 08:50


Pelo menos 25 talibãs morreram em combates que duraram 14 horas na região de Sangin, reduto dos rebeldes na província de Helmand, sul do Afeganistão, ao mesmo tempo que novos ataques insurgentes mataram 14 policiais.

Os corpos de 11 policiais foram encontrados no domingo na província de Helmand, perto de Sangin, capital do distrito, um dia depois de uma emboscada executada pelos talibãs. Outros três agentes faleceram nesta segunda na explosão de uma bomba na província oriental de Nangarhar.

"Durante os combates de domingo, com a participação das forças da coalizão e da aviação aliada, 25 inimigos foram mortos, entre eles o mulá Yunus, um comandante talibã", afirmou um comunicado do governo.

Os combates começaram depois que uma patrulha foi atacada nas proximidades de Putay, a três quilômetros da capital de Sangin. A coalizão respondeu, mas quase 50 insurgentes chegaram como reforço. As posições talibãs ao longo do rio Helmand foram bombardeadas pela aviação em seguida.

O distrito de Sangin registra intensos combates há várias semanas. As forças internacionais afirmam ter recuperado o controle do norte de Helmand no início de abril.

Desde o início do ano, mais de 1 mil pessoas, em sua maioria insurgentes, morreram na onda de violência que afeta o Afeganistão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;