Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Saldo da carteira de crédito deve ter crescido 1,5% em dezembro, diz Febraban



21/01/2021 | 12:42


O saldo total da carteira de crédito deve ter crescido 1,5% em dezembro na comparação com novembro, estima a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 21, e que serve como uma prévia do balanço que será publicado na próxima quarta-feira, dia 28, pelo Banco Central (BC).

Se a estimativa da Febraban se confirmar, o setor terá terminado 2020 com crescimento de 15,4% no salto total, em ano marcado pela pandemia e programas do governo para estimular o crédito e atenuar efeitos da crise. Segundo a Febraban, será a maior expansão do saldo desde 2012, ano encerrado com avanço de 16,4%.

As estimativas são feitas, afirma a Febraban, com base em dados consolidados dos principais bancos do País, que representam, dependendo da linha de crédito, de 39% a 90% do saldo total do Sistema Financeiro Nacional, além de outras variáveis macroeconômicas que impactam o mercado de crédito.

"Os bancos estão provendo crédito para as empresas e as famílias, e continuarão focados em mitigar os impactos negativos da pandemia e ajudar no processo de recuperação econômica do País em 2021. Se confirmadas, as estimativas de nossa pesquisa mostram um desempenho bastante positivo do crédito em 2020", diz o presidente da Febraban, Isaac Sidney.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saldo da carteira de crédito deve ter crescido 1,5% em dezembro, diz Febraban


21/01/2021 | 12:42


O saldo total da carteira de crédito deve ter crescido 1,5% em dezembro na comparação com novembro, estima a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 21, e que serve como uma prévia do balanço que será publicado na próxima quarta-feira, dia 28, pelo Banco Central (BC).

Se a estimativa da Febraban se confirmar, o setor terá terminado 2020 com crescimento de 15,4% no salto total, em ano marcado pela pandemia e programas do governo para estimular o crédito e atenuar efeitos da crise. Segundo a Febraban, será a maior expansão do saldo desde 2012, ano encerrado com avanço de 16,4%.

As estimativas são feitas, afirma a Febraban, com base em dados consolidados dos principais bancos do País, que representam, dependendo da linha de crédito, de 39% a 90% do saldo total do Sistema Financeiro Nacional, além de outras variáveis macroeconômicas que impactam o mercado de crédito.

"Os bancos estão provendo crédito para as empresas e as famílias, e continuarão focados em mitigar os impactos negativos da pandemia e ajudar no processo de recuperação econômica do País em 2021. Se confirmadas, as estimativas de nossa pesquisa mostram um desempenho bastante positivo do crédito em 2020", diz o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;