Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A Igreja e a expansão do Grande ABC

Na semana do Dia de Reis, quando, em geral, os presépios são desmontados...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

04/01/2012 | 00:00


Na semana do Dia de Reis, quando, em geral, os presépios são desmontados, precisamos correr para publicar todas as representações fotografadas até aqui. É curioso. São mais de 40 presépios focalizados a partir do dia 1º de dezembro. O cenário é o mesmo: o local onde nasceu o Menino Jesus. Mas cada presépio tem o seu estilo, a forma carinhosa dos idealizadores. Muitas outras representações deixaram de ser focalizadas. Fica a esperança de reproduzi-los no próximo ano.

Temos percorrido várias paróquias. Em Diadema já estivemos nas Paróquias Senhor Bom Jesus (Piraporinha), Maria Mãe dos Pobres (Jardim Canhema), Arnaldo Janssen (Jardim São Judas Tadeu), Imaculada Conceição, Nossa Senhora das Graças e Menino Jesus, estas três últimas percorridas parcialmente.

Percorreremos, ainda em Diadema, as Paróquias Cristo Rei (Parque Real) e Nossa Senhora dos Navegantes (Eldorado).

Em cada igreja e capela, várias que não conhecíamos, encontramos, como nos presépios, estilos diferenciados de arquitetura. Algumas mais suntuosas, outras bem humildes. Em plena Vila Popular, defronte à capela Nossa Senhora Aparecida, acabou a bateria da nossa máquina fotográfica. 

Comovente registrar a capela Sagrado Coração de Jesus, no bairro Cazuza, e as capelas Nossa Senhora Aparecida, na Travessa Serra do Padre, na Vila Olinda, e São Francisco de Assis, no Jardim Santa Rita, na passagem Amazonas.

São comunidades humildes, urbanizadas, cujos moradores se orgulham de não mais morar em favelas. E a Igreja Católica acompanha, por seus fiéis e religiosos, a expansão desse Grande ABC sagrado e misterioso. Tudo isso será mostrado num livro coletivo e ilustrado que retratará nossas paróquias, suas igrejas e capelas, no 2012 que apenas começa.

Por isso, insistimos: gente do Grande ABC, fotografe as suas igrejas e envie para Memória. Conte a sua história. Tudo estará no livro. Contatos pelo e-mail: ademirmedici@dgabc.com.br. 

A CAMINHO DOS REIS

O Grande ABC com suas 98 paróquias e 250 capelas. Em quais delas foram montados os presépios das fotos? Memória revela amanhã.

RESPOSTA - Ontem publicamos três presépios fotografados pelo engenheiro Alcinio Cranchi. São os presépios das seguintes paróquias: Sagrado Coração de Jesus, do bairro Jardim, bem próxima à redação do Diário; Santa Joana D'Arc, da Vila Vitória, e São Geraldo Magella, da Vila Guaraciaba. São todas paróquias de Santo André, dos párocos Jorge Nogueira, Décio Mirândola e Felix Manoel dos Santos. 
Nas quatro fotos de hoje, os presépios de duas paróquias e duas capelas distribuídas em Ribeirão Pires e São Bernardo.

SANTOS DO DIA
Ângela de Foligno, Caio, Ermete, Hermes e Tito.
FONTE: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2012.

Na foto, imagem de Nossa Senhora das Dores. Autoria: Aleijadinho, Minas Gerais, século 18. Madeira policromada e resplendor de prata.
FONTES: Museu de Arte Sacra de São Paulo; Andréa Maria Zabrieszach Afonso dos Santos, museóloga; foto: Iran Monteiro; Contatos: 3326-1373 / 5393-3336; mas@museuartesacra.sp.gov.br.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Domingo, 3 de janeiro de 1982

Retrospectiva 81 - Um ano de grandes dificuldades econômicas, crises políticas, terrorismo, greves, enchentes e um clima de medo e violência.
* Em janeiro, incêndio destruiu a histórica estação de Paranapiacaba.
* Em julho, a primeira grande greve, na Ford.
* Em dezembro, o Santo André alcança o acesso.
* A morte de Mazzaropi e Glauber Rocha.

Crônica 1 (Roterdan Cravo, pseudônimo do jornalista Fausto Polesi, editor-chefe e diretor de Redação do Diário) - Quando um ser notável dá o pito, não há como não lhe dar total razão.
Crônica 2 (Guido Fidelis) - Herói virou produto supérfluo e corre o risco de desaparecer.
Ciência e Tecnologia (Diógenes Silva) - As usinas verdes.
Polícia - Presos fogem por túnel da cadeia de Santo André.

HOJE 
Dia Nacional da Abreugrafia e Dia Nacional do Portador de Hemofilia.

EM 4 DE JANEIRO DE...
1972 Roldão dos Santos Ferreira assume Secretaria de Obras de Santo André, no lugar de Sebastião Di Lascio.

TRABALHADORES (*)
Nº DE ORDEM
13 - Pedro Carminholi. Natural de Descalvado (SP). Destilador. Residia à Rua Argentina, 141.
14 - Luiz Carlioni. Natural de Rovigo, Itália. Pedreiro. Residia à Rua Rio Grande do Norte, 547.
15 - Julio Benedito Martins. Natural de Jambeiro. Operário. Residia à Travessa Lucinda, 59.
16 - José Mideletti. Natural de Santa Rita. Encarregado. Residia à Rua Bolívia, s/nº.
* Funcionários da Rhodia Química.
FONTE - 2º Livro geral de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC. Ano: 1957. Presidente: Trajano José das Neves.

MEMÓRIAS DE UM ALFAIATE
Texto: José Divino Crepalde(*)

Use a régua de 24 polegadas para dividir seu tempo e poder aproveitá-lo da melhor maneira. Tempo é uma das coisas que depois que passou não há como recuperar. É como a pedra atirada que, depois de arremessada, não tem como voltar.
(*) José Divino Crepalde, o Zelão, reside em Rudge Ramos. É autor dos livros Costurando retalhos da vida e Parkinson, uma luta sem trégua, com renda revertida ao Lar Benvindo, de Santo André. Pedidos: 4368-5617.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

A Igreja e a expansão do Grande ABC

Na semana do Dia de Reis, quando, em geral, os presépios são desmontados...

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

04/01/2012 | 00:00


Na semana do Dia de Reis, quando, em geral, os presépios são desmontados, precisamos correr para publicar todas as representações fotografadas até aqui. É curioso. São mais de 40 presépios focalizados a partir do dia 1º de dezembro. O cenário é o mesmo: o local onde nasceu o Menino Jesus. Mas cada presépio tem o seu estilo, a forma carinhosa dos idealizadores. Muitas outras representações deixaram de ser focalizadas. Fica a esperança de reproduzi-los no próximo ano.

Temos percorrido várias paróquias. Em Diadema já estivemos nas Paróquias Senhor Bom Jesus (Piraporinha), Maria Mãe dos Pobres (Jardim Canhema), Arnaldo Janssen (Jardim São Judas Tadeu), Imaculada Conceição, Nossa Senhora das Graças e Menino Jesus, estas três últimas percorridas parcialmente.

Percorreremos, ainda em Diadema, as Paróquias Cristo Rei (Parque Real) e Nossa Senhora dos Navegantes (Eldorado).

Em cada igreja e capela, várias que não conhecíamos, encontramos, como nos presépios, estilos diferenciados de arquitetura. Algumas mais suntuosas, outras bem humildes. Em plena Vila Popular, defronte à capela Nossa Senhora Aparecida, acabou a bateria da nossa máquina fotográfica. 

Comovente registrar a capela Sagrado Coração de Jesus, no bairro Cazuza, e as capelas Nossa Senhora Aparecida, na Travessa Serra do Padre, na Vila Olinda, e São Francisco de Assis, no Jardim Santa Rita, na passagem Amazonas.

São comunidades humildes, urbanizadas, cujos moradores se orgulham de não mais morar em favelas. E a Igreja Católica acompanha, por seus fiéis e religiosos, a expansão desse Grande ABC sagrado e misterioso. Tudo isso será mostrado num livro coletivo e ilustrado que retratará nossas paróquias, suas igrejas e capelas, no 2012 que apenas começa.

Por isso, insistimos: gente do Grande ABC, fotografe as suas igrejas e envie para Memória. Conte a sua história. Tudo estará no livro. Contatos pelo e-mail: ademirmedici@dgabc.com.br. 

A CAMINHO DOS REIS

O Grande ABC com suas 98 paróquias e 250 capelas. Em quais delas foram montados os presépios das fotos? Memória revela amanhã.

RESPOSTA - Ontem publicamos três presépios fotografados pelo engenheiro Alcinio Cranchi. São os presépios das seguintes paróquias: Sagrado Coração de Jesus, do bairro Jardim, bem próxima à redação do Diário; Santa Joana D'Arc, da Vila Vitória, e São Geraldo Magella, da Vila Guaraciaba. São todas paróquias de Santo André, dos párocos Jorge Nogueira, Décio Mirândola e Felix Manoel dos Santos. 
Nas quatro fotos de hoje, os presépios de duas paróquias e duas capelas distribuídas em Ribeirão Pires e São Bernardo.

SANTOS DO DIA
Ângela de Foligno, Caio, Ermete, Hermes e Tito.
FONTE: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2012.

Na foto, imagem de Nossa Senhora das Dores. Autoria: Aleijadinho, Minas Gerais, século 18. Madeira policromada e resplendor de prata.
FONTES: Museu de Arte Sacra de São Paulo; Andréa Maria Zabrieszach Afonso dos Santos, museóloga; foto: Iran Monteiro; Contatos: 3326-1373 / 5393-3336; mas@museuartesacra.sp.gov.br.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Domingo, 3 de janeiro de 1982

Retrospectiva 81 - Um ano de grandes dificuldades econômicas, crises políticas, terrorismo, greves, enchentes e um clima de medo e violência.
* Em janeiro, incêndio destruiu a histórica estação de Paranapiacaba.
* Em julho, a primeira grande greve, na Ford.
* Em dezembro, o Santo André alcança o acesso.
* A morte de Mazzaropi e Glauber Rocha.

Crônica 1 (Roterdan Cravo, pseudônimo do jornalista Fausto Polesi, editor-chefe e diretor de Redação do Diário) - Quando um ser notável dá o pito, não há como não lhe dar total razão.
Crônica 2 (Guido Fidelis) - Herói virou produto supérfluo e corre o risco de desaparecer.
Ciência e Tecnologia (Diógenes Silva) - As usinas verdes.
Polícia - Presos fogem por túnel da cadeia de Santo André.

HOJE 
Dia Nacional da Abreugrafia e Dia Nacional do Portador de Hemofilia.

EM 4 DE JANEIRO DE...
1972 Roldão dos Santos Ferreira assume Secretaria de Obras de Santo André, no lugar de Sebastião Di Lascio.

TRABALHADORES (*)
Nº DE ORDEM
13 - Pedro Carminholi. Natural de Descalvado (SP). Destilador. Residia à Rua Argentina, 141.
14 - Luiz Carlioni. Natural de Rovigo, Itália. Pedreiro. Residia à Rua Rio Grande do Norte, 547.
15 - Julio Benedito Martins. Natural de Jambeiro. Operário. Residia à Travessa Lucinda, 59.
16 - José Mideletti. Natural de Santa Rita. Encarregado. Residia à Rua Bolívia, s/nº.
* Funcionários da Rhodia Química.
FONTE - 2º Livro geral de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC. Ano: 1957. Presidente: Trajano José das Neves.

MEMÓRIAS DE UM ALFAIATE
Texto: José Divino Crepalde(*)

Use a régua de 24 polegadas para dividir seu tempo e poder aproveitá-lo da melhor maneira. Tempo é uma das coisas que depois que passou não há como recuperar. É como a pedra atirada que, depois de arremessada, não tem como voltar.
(*) José Divino Crepalde, o Zelão, reside em Rudge Ramos. É autor dos livros Costurando retalhos da vida e Parkinson, uma luta sem trégua, com renda revertida ao Lar Benvindo, de Santo André. Pedidos: 4368-5617.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;