Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Dirceu se desculpa por falar de Beira-Mar durante reunião


Do Diário OnLine

31/03/2003 | 11:43


O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, pediu desculpas a congressistas nesta segunda-feira por fazer comentários sobre o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, durante uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, em Brasília.

Dirceu criticou os Estados por rejeitarem abrigar o traficante, dizendo que são manifestações individualistas e sem “sentido patriótico”. “Eu, realmente, falando mais como cidadão brasileiro, me envergonho com certos comportamentos que não levam em consideração o interesse nacional e não tem nenhum sentido patriótico”, disse, ressaltando logo depois que os governos devem se unir para combater o narcotráfico.

Após o pedido da governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Matheus, de que o governo federal ajudasse a combater o crime organizado no Estado, decidiu-se que Beira-mar sairia do Rio para ser afastado da facção criminosa Comando Vermelho (CV), da qual é líder. Após ficar 30 dias em Presidente Bernardes, interior de São Paulo, Beira-Mar foi levado, na quinta-feira, para a Superintendência da Polícia Federal de Alagoas.

Além de se recusarem a abrigar o traficante, alguns Estados também rejeitam a proposta de ser sede de presídios federais. "Eu lamento, acho uma tragédia para o país, os comportamentos que estamos vendo, individualistas, que não levam em conta o interesse nacional e a gravidade do problema", disse Dirceu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dirceu se desculpa por falar de Beira-Mar durante reunião

Do Diário OnLine

31/03/2003 | 11:43


O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, pediu desculpas a congressistas nesta segunda-feira por fazer comentários sobre o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, durante uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, em Brasília.

Dirceu criticou os Estados por rejeitarem abrigar o traficante, dizendo que são manifestações individualistas e sem “sentido patriótico”. “Eu, realmente, falando mais como cidadão brasileiro, me envergonho com certos comportamentos que não levam em consideração o interesse nacional e não tem nenhum sentido patriótico”, disse, ressaltando logo depois que os governos devem se unir para combater o narcotráfico.

Após o pedido da governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Matheus, de que o governo federal ajudasse a combater o crime organizado no Estado, decidiu-se que Beira-mar sairia do Rio para ser afastado da facção criminosa Comando Vermelho (CV), da qual é líder. Após ficar 30 dias em Presidente Bernardes, interior de São Paulo, Beira-Mar foi levado, na quinta-feira, para a Superintendência da Polícia Federal de Alagoas.

Além de se recusarem a abrigar o traficante, alguns Estados também rejeitam a proposta de ser sede de presídios federais. "Eu lamento, acho uma tragédia para o país, os comportamentos que estamos vendo, individualistas, que não levam em conta o interesse nacional e a gravidade do problema", disse Dirceu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;