Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Zaga é aposta do Uruguai para frear Cristiano Ronaldo

Celeste joga para não tomar gols e espera que Suárez ou Cavani decida as oitavas


Anderson Fattori

30/06/2018 | 07:00


Cristiano Ronaldo está diante de um dos maiores desafios da carreira. Para continuar sonhando em ser campeão do mundo, o atacante terá de ajudar Portugal a vazar a dupla de zaga do Uruguai, composta por Godín e Gimenez, que não toma gols há seis partidas, incluindo as três da fase inicial da Copa. A missão será acompanhada de perto por quase 48 mil pessoas, hoje, às 15h, no Estádio Olímpico de Sochi.

Os protagonistas desta história são velhos conhecidos. Godín e Gimenez são zagueiros do Atlético de Madrid, rival do Real, clube de Cristiano Ronaldo. Nos últimos 20 encontros entre eles, o português, reconhecido pelo seu faro de artilheiro, passou em branco em 13.

A rivalidade já fez com que Godín e Ronaldo trocassem farpas. O português deu soco no uruguaio em 2014. No ano passado, Godín revidou com cotovelada na cabeça do português. Nos dois casos eles escaparam do cartão vermelho.

Portugal sabe que não pode depender apenas de Ronaldo. O técnico Fernando Santos espera que Quaresma, que virou titular durante a Copa e fez um golaço de trivela contra o Irã, seja o desafogo, já que Gonçalo Guedes, que chegou na Rússia como grande esperança, não tem correspondido. A pouca criatividade ofensiva, inclusive, colocou em risco a vaga, conquistada no sufoco após uma vitória e dois empates.

Do outro lado, o Uruguai tem muito mais do que dois bons zagueiros. A equipe do técnico Óscar Tabárez – que venceu os três jogos da primeira fase – até encontrou dificuldade para equilibrar o setor de meio de campo, que sofreu com alterações constantes, mas sabe que se não tomar gols de Portugal a vaga fica bem próxima. Isso porque os uruguaios contam com Suárez e Cavani, dois dos principais atacantes do mundo e a dupla dificilmente passa um jogo em branco.

De qualquer forma, a Copa da Rússia se despede hoje, logo no primeiro dia das oitavas de final, de algumas das suas principais estrelas. Seja do lado português ou do uruguaio. Mas o certo é que os torcedores espalhados pelo mundo vão ver confronto que tem tudo para se tornar histórico.


Uruguaio confirma rivalidade, mas diz que duelo com o português é especial

Luis Suárez vê com naturalidade o embate com Cristiano Ronaldo. Rivais também na Espanha, já que o uruguaio atua no Barcelona e o português, no Real Madrid, ele diz que o confronto de hoje será especial.

“É totalmente diferente. Claro que a rivalidade que temos com Cristiano (na Espanha) é diferente. Sempre tratamos de competir cada um com sua equipe e tentando fazer o melhor. É uma Copa do Mundo e o sentimento vai para cada um que veste a camisa de sua seleção. É especial. Vai ser um grande jogo e todo mundo vai querer fazer o melhor para que sua equipe continue avançando”, comentou.


Técnico português vê poucas falhas a serem exploradas no adversário

Técnico de Portugal, Fernando Santos foi bem sincero ao medir o tamanho da dificuldade que terá pela frente hoje.

“Maior virtude do Uruguai é o time. Treinador com 12 anos à frente da seleção, jogadores experientes, fortes, reconhecidos... Estamos falando de um Uruguai que na Copa não sofreu gol. É um time forte nos vários setores. Quando estudamos não encontramos fraquezas. Mas dentro dessa fortaleza há sempre algo que podemos eventualmente explorar”, analisou ele, que assume a dependência de Cristiano Ronaldo. “Se temos o melhor jogador do mundo, claro que dependemos”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Zaga é aposta do Uruguai para frear Cristiano Ronaldo

Celeste joga para não tomar gols e espera que Suárez ou Cavani decida as oitavas

Anderson Fattori

30/06/2018 | 07:00


Cristiano Ronaldo está diante de um dos maiores desafios da carreira. Para continuar sonhando em ser campeão do mundo, o atacante terá de ajudar Portugal a vazar a dupla de zaga do Uruguai, composta por Godín e Gimenez, que não toma gols há seis partidas, incluindo as três da fase inicial da Copa. A missão será acompanhada de perto por quase 48 mil pessoas, hoje, às 15h, no Estádio Olímpico de Sochi.

Os protagonistas desta história são velhos conhecidos. Godín e Gimenez são zagueiros do Atlético de Madrid, rival do Real, clube de Cristiano Ronaldo. Nos últimos 20 encontros entre eles, o português, reconhecido pelo seu faro de artilheiro, passou em branco em 13.

A rivalidade já fez com que Godín e Ronaldo trocassem farpas. O português deu soco no uruguaio em 2014. No ano passado, Godín revidou com cotovelada na cabeça do português. Nos dois casos eles escaparam do cartão vermelho.

Portugal sabe que não pode depender apenas de Ronaldo. O técnico Fernando Santos espera que Quaresma, que virou titular durante a Copa e fez um golaço de trivela contra o Irã, seja o desafogo, já que Gonçalo Guedes, que chegou na Rússia como grande esperança, não tem correspondido. A pouca criatividade ofensiva, inclusive, colocou em risco a vaga, conquistada no sufoco após uma vitória e dois empates.

Do outro lado, o Uruguai tem muito mais do que dois bons zagueiros. A equipe do técnico Óscar Tabárez – que venceu os três jogos da primeira fase – até encontrou dificuldade para equilibrar o setor de meio de campo, que sofreu com alterações constantes, mas sabe que se não tomar gols de Portugal a vaga fica bem próxima. Isso porque os uruguaios contam com Suárez e Cavani, dois dos principais atacantes do mundo e a dupla dificilmente passa um jogo em branco.

De qualquer forma, a Copa da Rússia se despede hoje, logo no primeiro dia das oitavas de final, de algumas das suas principais estrelas. Seja do lado português ou do uruguaio. Mas o certo é que os torcedores espalhados pelo mundo vão ver confronto que tem tudo para se tornar histórico.


Uruguaio confirma rivalidade, mas diz que duelo com o português é especial

Luis Suárez vê com naturalidade o embate com Cristiano Ronaldo. Rivais também na Espanha, já que o uruguaio atua no Barcelona e o português, no Real Madrid, ele diz que o confronto de hoje será especial.

“É totalmente diferente. Claro que a rivalidade que temos com Cristiano (na Espanha) é diferente. Sempre tratamos de competir cada um com sua equipe e tentando fazer o melhor. É uma Copa do Mundo e o sentimento vai para cada um que veste a camisa de sua seleção. É especial. Vai ser um grande jogo e todo mundo vai querer fazer o melhor para que sua equipe continue avançando”, comentou.


Técnico português vê poucas falhas a serem exploradas no adversário

Técnico de Portugal, Fernando Santos foi bem sincero ao medir o tamanho da dificuldade que terá pela frente hoje.

“Maior virtude do Uruguai é o time. Treinador com 12 anos à frente da seleção, jogadores experientes, fortes, reconhecidos... Estamos falando de um Uruguai que na Copa não sofreu gol. É um time forte nos vários setores. Quando estudamos não encontramos fraquezas. Mas dentro dessa fortaleza há sempre algo que podemos eventualmente explorar”, analisou ele, que assume a dependência de Cristiano Ronaldo. “Se temos o melhor jogador do mundo, claro que dependemos”. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;