Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Acusado por tentativa de sequestro de bebê nega participação no crime

Kaique dos Santos, 24, continua preso; polícia segue em busca de provas


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

22/11/2016 | 07:00


 Em depoimento à polícia ontem, o homem acusado de tentar sequestrar bebê de cinco meses na Estrada do Pedroso, na Vila Luzita, em Santo André, negou participação no crime, embora tenha sido reconhecido pela mãe da criança. Kaique Batista dos Santos, 24 anos, está preso desde sexta-feira no CDP (Centro de Detenção Provisória) de São Bernardo. Ele também responde pelo crime de receptação, já que estava em posse de um HB20 branco roubado.

“Ele nega, diz que não tem participação nenhuma e que foi engano. Até chorou. Mas ele está reconhecido pela mãe, então precisamos de mais provas para a investigação, que está bem encaminhada”, disse o delegado seccional de Santo André (também responsável por Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), Hélio Bressan.

Segundo o seccional, as próximas etapas da investigação devem incluir a oitiva de testemunhas, além da procura por imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos e residências localizados no entorno do local do crime. “É de praxe que ele negue, porque caso seja condenado por tentativa de sequestro poderá pegar até 20 anos de prisão”, destacou o delegado.

Embora não haja confissão, Bressan garante que o acusado permanecerá preso. “Ele responde por dois crimes, então não vai sair do CDP por enquanto. Pedimos a prisão temporária, que foi decretada pela Justiça”, ressaltou.

À polícia, Driele Pereira Baciga, 25, informou que passeava com o filho na tarde de quinta-feira, quando o veículo conduzido por Santos parou ao seu lado e o motorista, que estava armado, exigiu que ela entregasse a criança. A mãe começou a gritar por socorro e chamou a atenção das pessoas ao redor. O acusado se assustou e fugiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Acusado por tentativa de sequestro de bebê nega participação no crime

Kaique dos Santos, 24, continua preso; polícia segue em busca de provas

Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

22/11/2016 | 07:00


 Em depoimento à polícia ontem, o homem acusado de tentar sequestrar bebê de cinco meses na Estrada do Pedroso, na Vila Luzita, em Santo André, negou participação no crime, embora tenha sido reconhecido pela mãe da criança. Kaique Batista dos Santos, 24 anos, está preso desde sexta-feira no CDP (Centro de Detenção Provisória) de São Bernardo. Ele também responde pelo crime de receptação, já que estava em posse de um HB20 branco roubado.

“Ele nega, diz que não tem participação nenhuma e que foi engano. Até chorou. Mas ele está reconhecido pela mãe, então precisamos de mais provas para a investigação, que está bem encaminhada”, disse o delegado seccional de Santo André (também responsável por Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), Hélio Bressan.

Segundo o seccional, as próximas etapas da investigação devem incluir a oitiva de testemunhas, além da procura por imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos e residências localizados no entorno do local do crime. “É de praxe que ele negue, porque caso seja condenado por tentativa de sequestro poderá pegar até 20 anos de prisão”, destacou o delegado.

Embora não haja confissão, Bressan garante que o acusado permanecerá preso. “Ele responde por dois crimes, então não vai sair do CDP por enquanto. Pedimos a prisão temporária, que foi decretada pela Justiça”, ressaltou.

À polícia, Driele Pereira Baciga, 25, informou que passeava com o filho na tarde de quinta-feira, quando o veículo conduzido por Santos parou ao seu lado e o motorista, que estava armado, exigiu que ela entregasse a criança. A mãe começou a gritar por socorro e chamou a atenção das pessoas ao redor. O acusado se assustou e fugiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;