Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras goleia Capivariano em casa


Rodrigo Mozelli

07/03/2016 | 07:00


Apesar de focar na Libertadores, o Palmeiras goleou o Capivariano por 4 a 1 no Allianz Parque, ontem à tarde, garantindo assim a segunda vitória seguida e a manutenção da liderança do Grupo B no Campeonato Paulista, com 12 pontos. Assim como na quarta-feira diante do Rosário Central, Allione e Cristaldo deixaram suas marcas.
A equipe visitante ainda se recuperava das agressões sofridas por policiais militares após derrota para o Ituano, enquanto o Palmeiras vinha sem Robinho, lesionado, além de Zé Roberto, poupado. Com a proximidade do dia 8 de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher, o Palmeiras entregou flores para as torcedoras no estádio.

Quando a bola rolou – debaixo de forte chuva no começo – houve pressão do Verdão, que não saía do ataque e tentava tabelas para iludir a marcação fechada do Leão da Sorocabana. Em uma dessas, aos sete minutos, Lucas tocou para Cristaldo na linha de fundo, que rolou para Allione, que mandou no canto direito de Pedro Henrique – 1 a 0. Logo aos 22, Roberto Fernandes sacou o meia Wigor e colocou o atacante Rodolfo. O jogador passou a importunar o lateral-esquerdo palmeirense Egídio. Tanto que, aos 29, a zaga deu bobeira e, em cruzamento vindo da esquerda, Rodolfo empatou, completamente sozinho. Mas, aos 40, Thiago Martins deu a vantagem ao Verdão.

Durante o intervalo, algumas palmeirenses tiveram oportunidade de cobrar pênaltis, ainda em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Já na segunda etapa, tudo voltou semelhante a como começou: Palmeiras melhor e buscando o ataque e, novamente, um gol cedo. Aos três minutos, Cristaldo converteu pênalti marcado pelo árbitro Vinícius Gonçalves após toque de mão de Maguinho. Aos 23, Bonfim acabou sendo expulso ao receber o segundo cartão amarelo, o que tirou forças do Capivariano, tanto que o médico do Palmeiras era quem atendia os jogadores adversários com dores.

Para sacramentar a festa alviverde, Alecsandro aproveitou rebote do goleiro e selou o placar, aos 41 minutos. Com mais esta derrota, o Leão da Sorocabana segue na lanterna do Grupo C e na classificação geral, com quatro pontos. 

Atacante Cristaldo desencanta, dá show e marca em três jogos seguidos

Os argentinos palmeirenses, em especial o atacante Cristaldo, vivem boa fase. Depois de ele e Allione marcarem cinco dos últimos sete gols da equipe, o Palmeiras chegou à sua segunda vitória seguida, o que animou Cristaldo, que chegou à terceira partida consecutiva marcando tentos.

“Pude marcar nos últimos três jogos, mas o mais importante é que ganhamos. Merecíamos ganhar assim, tratando bem a bola, jogando bem, para ficar melhor para quarta-feira. Vamos agora buscar somar mais três pontos na Libertadores”, disse em entrevista ao SporTV.

O centroavante ainda comentou sobre sua paciência enquanto não balançava as redes. “Sou um cara tranquilo. Sempre penso que meus companheiros vão passar a bola para mim ou que ela vai sobrar, e graças a Deus isso acontece”, encerrou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras goleia Capivariano em casa

Rodrigo Mozelli

07/03/2016 | 07:00


Apesar de focar na Libertadores, o Palmeiras goleou o Capivariano por 4 a 1 no Allianz Parque, ontem à tarde, garantindo assim a segunda vitória seguida e a manutenção da liderança do Grupo B no Campeonato Paulista, com 12 pontos. Assim como na quarta-feira diante do Rosário Central, Allione e Cristaldo deixaram suas marcas.
A equipe visitante ainda se recuperava das agressões sofridas por policiais militares após derrota para o Ituano, enquanto o Palmeiras vinha sem Robinho, lesionado, além de Zé Roberto, poupado. Com a proximidade do dia 8 de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher, o Palmeiras entregou flores para as torcedoras no estádio.

Quando a bola rolou – debaixo de forte chuva no começo – houve pressão do Verdão, que não saía do ataque e tentava tabelas para iludir a marcação fechada do Leão da Sorocabana. Em uma dessas, aos sete minutos, Lucas tocou para Cristaldo na linha de fundo, que rolou para Allione, que mandou no canto direito de Pedro Henrique – 1 a 0. Logo aos 22, Roberto Fernandes sacou o meia Wigor e colocou o atacante Rodolfo. O jogador passou a importunar o lateral-esquerdo palmeirense Egídio. Tanto que, aos 29, a zaga deu bobeira e, em cruzamento vindo da esquerda, Rodolfo empatou, completamente sozinho. Mas, aos 40, Thiago Martins deu a vantagem ao Verdão.

Durante o intervalo, algumas palmeirenses tiveram oportunidade de cobrar pênaltis, ainda em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Já na segunda etapa, tudo voltou semelhante a como começou: Palmeiras melhor e buscando o ataque e, novamente, um gol cedo. Aos três minutos, Cristaldo converteu pênalti marcado pelo árbitro Vinícius Gonçalves após toque de mão de Maguinho. Aos 23, Bonfim acabou sendo expulso ao receber o segundo cartão amarelo, o que tirou forças do Capivariano, tanto que o médico do Palmeiras era quem atendia os jogadores adversários com dores.

Para sacramentar a festa alviverde, Alecsandro aproveitou rebote do goleiro e selou o placar, aos 41 minutos. Com mais esta derrota, o Leão da Sorocabana segue na lanterna do Grupo C e na classificação geral, com quatro pontos. 

Atacante Cristaldo desencanta, dá show e marca em três jogos seguidos

Os argentinos palmeirenses, em especial o atacante Cristaldo, vivem boa fase. Depois de ele e Allione marcarem cinco dos últimos sete gols da equipe, o Palmeiras chegou à sua segunda vitória seguida, o que animou Cristaldo, que chegou à terceira partida consecutiva marcando tentos.

“Pude marcar nos últimos três jogos, mas o mais importante é que ganhamos. Merecíamos ganhar assim, tratando bem a bola, jogando bem, para ficar melhor para quarta-feira. Vamos agora buscar somar mais três pontos na Libertadores”, disse em entrevista ao SporTV.

O centroavante ainda comentou sobre sua paciência enquanto não balançava as redes. “Sou um cara tranquilo. Sempre penso que meus companheiros vão passar a bola para mim ou que ela vai sobrar, e graças a Deus isso acontece”, encerrou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;