Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

São Caetano inaugurará novo complexo educacional


Nelson Albuquerque
Do Diário do Grande ABC

17/11/2001 | 16:32


Arte e educação se integram fisicamente em São Caetano. A Prefeitura inaugurará um complexo educacional, situado em uma área de 12 mil m² e com frente para a avenida Goiás, que inclui pinacoteca, biblioteca, as sedes da Fundação Pró-Memória e Academia de Letras, teatro, escola e salas para estudo, videoconferência e internet. A obra será entregue ainda este mês e o funcionamento parcial deve começar até o fim do ano.

O novo prédio consumiu R$ 3,5 milhões e abrigará as novas sedes de três órgãos e a inédita pinacoteca. Está no quarteirão onde se encontram o Teatro Santos Dumont, a EE Bonifácio de Carvalho e a praça do Professor.

A Biblioteca Municipal Paul Harris – que existe desde 1954 – deixa o prédio da avenida Goiás, 600, para se instalar no novo espaço. Além dos 30 mil livros, terá videoteca, seis cabines com TV e vídeo, 12 computadores com acesso à internet e terminais informatizados para consulta do acervo. “Para a videoteca, serão adquiridos clássicos do cinema nacional, filmes de época e documentários”, diz a diretora de Educação e Cultura, Maria Helena Cadioli. Seu departamento, mais a Pró-Memória e a Fundação das Artes serão parceiros na gerência do espaço.

Em uma única e espaçosa sala ficará a Academia de Letras de São Paulo, com a qual a parceria prevê popularizar a literatura por meio de oficinas e concursos. Outro novo ambiente é um auditório para 70 pessoas, com equipamentos para videoconferência e tradução simultânea.

O funcionamento será organizado para que possa atender a todos interessados, com preferência para alunos do ensino fundamental. Segundo a diretora, em São Caetano há perto de 50 mil estudantes nessa fase, entre rede pública e particular. “Vamos fazer uma análise de demanda para organizar os agendamentos. Queremos disponibilizar um atendimento com qualidade”, afirma.

Pinacoteca – A Pró-Memória também abandonará o endereço na r. Goiás, 600, para o qual a Prefeitura tem projeto de abrigar instalações do Imes (Instituto Municipal de Ensino Superior). Com dez anos de existência, a Fundação muda de sede prevendo uma “modernização” da forma de trabalho. “Queremos aproveitar a mudança de espaço para iniciarmos a profissionalização de nossa atuação”, diz a diretora do órgão, Sônia Maria Xavier. Sobre a parceria, ela diz estar “entusiasmada com a clientela das crianças”: “Estamos plantando para o futuro”.

As exposições de estréia da pinacoteca – que terá salas climatizadas, restauro e reserva técnica – serão Cenas da Cidade (fotográfica) e Retrospectiva do Salão de Artes de São Caetano. Ocorrido entre 1967 e 1979, deixou obras de artistas como Hans Grudzinski, Sinval Correia Soares e Rubens Guerchman, entre outros. Em 2002, o Salão de Artes deve retornar à cidade.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano inaugurará novo complexo educacional

Nelson Albuquerque
Do Diário do Grande ABC

17/11/2001 | 16:32


Arte e educação se integram fisicamente em São Caetano. A Prefeitura inaugurará um complexo educacional, situado em uma área de 12 mil m² e com frente para a avenida Goiás, que inclui pinacoteca, biblioteca, as sedes da Fundação Pró-Memória e Academia de Letras, teatro, escola e salas para estudo, videoconferência e internet. A obra será entregue ainda este mês e o funcionamento parcial deve começar até o fim do ano.

O novo prédio consumiu R$ 3,5 milhões e abrigará as novas sedes de três órgãos e a inédita pinacoteca. Está no quarteirão onde se encontram o Teatro Santos Dumont, a EE Bonifácio de Carvalho e a praça do Professor.

A Biblioteca Municipal Paul Harris – que existe desde 1954 – deixa o prédio da avenida Goiás, 600, para se instalar no novo espaço. Além dos 30 mil livros, terá videoteca, seis cabines com TV e vídeo, 12 computadores com acesso à internet e terminais informatizados para consulta do acervo. “Para a videoteca, serão adquiridos clássicos do cinema nacional, filmes de época e documentários”, diz a diretora de Educação e Cultura, Maria Helena Cadioli. Seu departamento, mais a Pró-Memória e a Fundação das Artes serão parceiros na gerência do espaço.

Em uma única e espaçosa sala ficará a Academia de Letras de São Paulo, com a qual a parceria prevê popularizar a literatura por meio de oficinas e concursos. Outro novo ambiente é um auditório para 70 pessoas, com equipamentos para videoconferência e tradução simultânea.

O funcionamento será organizado para que possa atender a todos interessados, com preferência para alunos do ensino fundamental. Segundo a diretora, em São Caetano há perto de 50 mil estudantes nessa fase, entre rede pública e particular. “Vamos fazer uma análise de demanda para organizar os agendamentos. Queremos disponibilizar um atendimento com qualidade”, afirma.

Pinacoteca – A Pró-Memória também abandonará o endereço na r. Goiás, 600, para o qual a Prefeitura tem projeto de abrigar instalações do Imes (Instituto Municipal de Ensino Superior). Com dez anos de existência, a Fundação muda de sede prevendo uma “modernização” da forma de trabalho. “Queremos aproveitar a mudança de espaço para iniciarmos a profissionalização de nossa atuação”, diz a diretora do órgão, Sônia Maria Xavier. Sobre a parceria, ela diz estar “entusiasmada com a clientela das crianças”: “Estamos plantando para o futuro”.

As exposições de estréia da pinacoteca – que terá salas climatizadas, restauro e reserva técnica – serão Cenas da Cidade (fotográfica) e Retrospectiva do Salão de Artes de São Caetano. Ocorrido entre 1967 e 1979, deixou obras de artistas como Hans Grudzinski, Sinval Correia Soares e Rubens Guerchman, entre outros. Em 2002, o Salão de Artes deve retornar à cidade.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;