Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Audiência sobre rodeios em Diadema terá reforço policial


Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

16/09/2005 | 08:14


A audiência pública para discutir a realização de rodeios em Diadema, nesta sexta-feira às 16h, promete transformar a Câmara em um campo de batalha. Preocupado com a possibilidade de confronto entre os que são favoráveis ao espetáculo e grupos de defesa dos animais, o vereador Milton Capel (PMDB) solicitou aos comandos da Polícia Militar e da Guarda Municipal reforço na segurança.

O peemedebista, responsável pela sessão e um dos parlamentares contrários ao rodeio em Diadema, teme discussões inflamadas entre os dois grupos. "Estão dizendo que dezenas de comitivas de rodeios deverão estar aqui. Para preservar a integridade de todos e garantir que o evento seja realizado dentro da ordem é que pedimos um contingente significativo de policiais."

Entre os palestrantes confirmados por Capel estão a promotora de Justiça de São Paulo Vania Puglio, além de representantes da Aila (Aliança Internacional do Animal), que deverão apresentar vídeos com imagens sobre maus-tratos de animais durante a realização de rodeios.

Capel também convidou o deputado estadual Ricardo Trípoli (PSDB), autor de lei estadual, aprovada no último dia 26 de agosto pela Assembléia Legislativa – mas ainda não sancionada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) –, que restringe a utilização de animais em experimentos científicos e proíbe agressão física aos bichos. Além disso, também veda provas de rodeio e atrações similares que envolvam o uso de instrumentos que induzam o animal à realização de atividades específicas. Na prática, isso impede qualquer tipo de mecanismo que possa ferir o animal. O prazo para regulamentação da lei estadual é de 180 dias e deverá entrar em vigor 45 dias após a publicação.

Além das comitivas, o vereador Laércio Soares (PC do B), um dos apoiadores da festa country no município, também garantiu presença na audiência pública. "Por uma questão de democracia, faço questão de participar da sessão e ainda apresentar as razões que fazem a gente ser favorável à realização do rodeio em Diadema", diz Soares.

Mudança – Alheios à polêmica, os organizadores do festão de peão em Diadema adiaram a data do evento, em princípio programada para o período de 18 a 25 deste mês, para a última semana de novembro. Entre os motivos alegados para o adiamento estão a dificuldade na contratação de artistas em pouco tempo e a proximidade com a Festa de Peão de Mauá, de 21 a 25 de setembro.

Para Laércio Soares, o espetáculo será realizado independentemente da polêmica no município. "Nós vamos realizar a festa de qualquer forma. A montaria é apenas uma das atrações do rodeio. E se o Ministério Público não permitir a utilização dos animais, faremos shows country. Mesmo assim, ainda acredito na realização do rodeio com montaria em Diadema", finaliza o comunista.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;