Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Paraguai testa urna eletrônica do Brasil


Do Diário OnLine
Com Agências

17/11/2001 | 15:25


O Paraguai usará urnas brasileiras nas eleições deste domingo para prefeitos e vereadores. A iniciativa é um teste, e caso seja aprovado, o sistema de informatização será utilizado em todo o Paraguai nas próximas eleições.

Mais de 2,2 milhões de paraguaios estão habilitados para comparecer às urnas nas terceiras eleições municipais desde a restauração da democracia em 1989. Cerca de dez mil policiais serão mobilizados em todo o território para garantir a votação. A partir das 7h locais e durante 10 horas, funcionarão 7.825 mesas, em cujas urnas serão colocadas as chapas separadas para eleger prefeito e vereadores em 220 cidades e localidades.

A única modificação feita nas urnas instaladas no Paraguai foi a troca de números do teclado por cores, que é a forma de identificação dos partidos políticos.

O convênio foi assinado em setembro pelo ministro Jobim e o representante da Organização dos Estados Americanos (OEA), que bancou os gastos com a instalação do sistema.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paraguai testa urna eletrônica do Brasil

Do Diário OnLine
Com Agências

17/11/2001 | 15:25


O Paraguai usará urnas brasileiras nas eleições deste domingo para prefeitos e vereadores. A iniciativa é um teste, e caso seja aprovado, o sistema de informatização será utilizado em todo o Paraguai nas próximas eleições.

Mais de 2,2 milhões de paraguaios estão habilitados para comparecer às urnas nas terceiras eleições municipais desde a restauração da democracia em 1989. Cerca de dez mil policiais serão mobilizados em todo o território para garantir a votação. A partir das 7h locais e durante 10 horas, funcionarão 7.825 mesas, em cujas urnas serão colocadas as chapas separadas para eleger prefeito e vereadores em 220 cidades e localidades.

A única modificação feita nas urnas instaladas no Paraguai foi a troca de números do teclado por cores, que é a forma de identificação dos partidos políticos.

O convênio foi assinado em setembro pelo ministro Jobim e o representante da Organização dos Estados Americanos (OEA), que bancou os gastos com a instalação do sistema.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;