Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Exercício físico previne perda de memória

Arquivo/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


10/10/2011 | 00:00


Uma pesquisa feita com ratos pela Universidade do Colorado, nos EUA, comprovou que a prática de exercícios físicos protege o cérebro. O estudo constatou que mexer o corpo também melhora o sistema imunológico. Segundo os pesquisadores, os maiores beneficiados com os exercícios seriam os indivíduos na meia-idade e os idosos. Com o teste nos ratos, ficou comprovado que uma pequena quantidade de exercícios era suficiente para evitar infecções e perdas de memória. O que a memória tem a ver com infecções? De acordo com os cientistas, a demência na memória dos idosos ocorre geralmente após problemas imunológicos, como infecções bacterianas ou de cirurgias. E o exercício, por sua vez, melhora o sistema imunológico, evitando doenças. Os exercícios também protegem o organismo dos declínios nas funções cognitivas. Por Carolina Abranches



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Exercício físico previne perda de memória


10/10/2011 | 00:00


Uma pesquisa feita com ratos pela Universidade do Colorado, nos EUA, comprovou que a prática de exercícios físicos protege o cérebro. O estudo constatou que mexer o corpo também melhora o sistema imunológico. Segundo os pesquisadores, os maiores beneficiados com os exercícios seriam os indivíduos na meia-idade e os idosos. Com o teste nos ratos, ficou comprovado que uma pequena quantidade de exercícios era suficiente para evitar infecções e perdas de memória. O que a memória tem a ver com infecções? De acordo com os cientistas, a demência na memória dos idosos ocorre geralmente após problemas imunológicos, como infecções bacterianas ou de cirurgias. E o exercício, por sua vez, melhora o sistema imunológico, evitando doenças. Os exercícios também protegem o organismo dos declínios nas funções cognitivas. Por Carolina Abranches

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;