Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Sem água há 5 dias, moradores da Vila Rica protestam contra Sabesp


Renata Gonçalez
Do Diário do Grande ABC

21/02/2005 | 13:44


Cerca de 60 moradores da Vila Rica, na região do Bairro Assunção, em São Bernardo, abriram mão do descanso de domingo para protestar contra a falta de água. O problema persiste há cinco dias consecutivos. Segundo moradores, a interrupção do abastecimento foi causada por um serviço executado pela Prefeitura na rua Tomás Antônio Gonzaga, na quinta-feira passada. Ao removerem a árvore da calçada, funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos romperam um encanamento da rua, que não foi consertado.

“Não dá para cozinhar nem tomar banho”, conta o funileiro Paulo Hernandes, 42 anos. Ele afirma que a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) foi avisada por vários moradores. Aos primeiros que reclamaram, a companhia informou que providenciaria o reparo, mas para os que cobraram o serviço dias depois, a Sabesp alegou desconhecer pedidos anteriores.

Moradores antigos da Vila Rica contam que a falta de água é um problema que os acompanha há três décadas. Segundo o aposentado Antônio Parente, 64 anos, obras executadas nesta época para a troca da tubulação subterrânea, por conta da expansão de bairros novos na região do Alvarenga, prejudicou o abastecimento de água no local.

“A água só chega às casas por volta da meia-noite. Ao longo do dia a caixa de água fica vazia de novo”, diz o aposentado. Como os moradores organizaram o protesto no domingo, a reportagem não pôde ouvir a  Sabesp sobre o caso.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sem água há 5 dias, moradores da Vila Rica protestam contra Sabesp

Renata Gonçalez
Do Diário do Grande ABC

21/02/2005 | 13:44


Cerca de 60 moradores da Vila Rica, na região do Bairro Assunção, em São Bernardo, abriram mão do descanso de domingo para protestar contra a falta de água. O problema persiste há cinco dias consecutivos. Segundo moradores, a interrupção do abastecimento foi causada por um serviço executado pela Prefeitura na rua Tomás Antônio Gonzaga, na quinta-feira passada. Ao removerem a árvore da calçada, funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos romperam um encanamento da rua, que não foi consertado.

“Não dá para cozinhar nem tomar banho”, conta o funileiro Paulo Hernandes, 42 anos. Ele afirma que a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) foi avisada por vários moradores. Aos primeiros que reclamaram, a companhia informou que providenciaria o reparo, mas para os que cobraram o serviço dias depois, a Sabesp alegou desconhecer pedidos anteriores.

Moradores antigos da Vila Rica contam que a falta de água é um problema que os acompanha há três décadas. Segundo o aposentado Antônio Parente, 64 anos, obras executadas nesta época para a troca da tubulação subterrânea, por conta da expansão de bairros novos na região do Alvarenga, prejudicou o abastecimento de água no local.

“A água só chega às casas por volta da meia-noite. Ao longo do dia a caixa de água fica vazia de novo”, diz o aposentado. Como os moradores organizaram o protesto no domingo, a reportagem não pôde ouvir a  Sabesp sobre o caso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;