Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Butantan pergunta à Saúde quantas doses da vacina serão destinadas a São Paulo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Instituto confirmou ter recebido o ofício do ministério com pedido de entrega "imediata" das 6 milhões



15/01/2021 | 19:42


O Instituto Butantan confirmou ter recebido o ofício do Ministério da Saúde com o pedido de entrega "imediata" das 6 milhões de doses da Coronavac, e informou que questionou a pasta nesta sexta-feira (15), sobre a quantidade de doses do imunizante que será destinada ao Estado de São Paulo.

De acordo com nota enviada pelo Instituto, "é praxe que uma parte das doses permaneça em São Paulo, o Estado mais populoso do Brasil". Segundo o Butantan, ele agora aguarda manifestação do Ministério também em relação às doses da vacina.

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta tarde que cerca de 4,5 milhões de doses da Coronavac - vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Sinovac - seriam encaminhadas para o Ministério para que fossem incorporadas ao Plano Nacional de Imunização (PNI) do governo federal, enquanto que o restante, 1,5 milhão de doses, ficariam no Estado para aplicação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Butantan pergunta à Saúde quantas doses da vacina serão destinadas a São Paulo

Instituto confirmou ter recebido o ofício do ministério com pedido de entrega "imediata" das 6 milhões


15/01/2021 | 19:42


O Instituto Butantan confirmou ter recebido o ofício do Ministério da Saúde com o pedido de entrega "imediata" das 6 milhões de doses da Coronavac, e informou que questionou a pasta nesta sexta-feira (15), sobre a quantidade de doses do imunizante que será destinada ao Estado de São Paulo.

De acordo com nota enviada pelo Instituto, "é praxe que uma parte das doses permaneça em São Paulo, o Estado mais populoso do Brasil". Segundo o Butantan, ele agora aguarda manifestação do Ministério também em relação às doses da vacina.

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta tarde que cerca de 4,5 milhões de doses da Coronavac - vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Sinovac - seriam encaminhadas para o Ministério para que fossem incorporadas ao Plano Nacional de Imunização (PNI) do governo federal, enquanto que o restante, 1,5 milhão de doses, ficariam no Estado para aplicação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;