Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula tem mais votos que soma dos adversários no Grande ABC


Vinícius Casagrande
Do Diário do Grande ABC

01/09/2002 | 15:41


O candidato da coligação PT-PL-PC do B-PMN à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, lidera com tranqüilidade a pesquisa A.Franceschini/Diário realizada nas sete cidades da região entre 26 e 28 de agosto. Lula conta com a preferência de 42,6% dos eleitores do Grande ABC. Os demais candidatos somam 40,4%. Em segundo aparece o candidato da Frente Trabalhista (PPS-PDT-PTB), Ciro Gomes, com 17,7%. Os presidenciáveis José Serra (PSDB) e Anthony Garotinho (PSB) estão tecnicamente empatados em terceiro lugar. Serra tem 12,3% e Garotinho, 9,9%. A pesquisa ouviu 2,2 mil eleitores e a margem de erro para a região é de 2,5%.

Em relação aos levamentos nacionais, apenas a posição dos candidatos permanece inalterada. No entanto, o percentual de cada um apresenta significativa alteração quando o universo pesquisado se restringe às sete cidades. Pesquisa Ibope do último final de semana aponta Lula com 35%, Ciro 21%, Serra 17% e Garotinho 11%.

A diferença de sete pontos percentuais que Lula tem entre a pesquisa regional e a nacional pode ser explicada pela grande presença do PT no Grande ABC. Das sete cidades, cinco são administradas pelo partido. Além do mais, Lula deu início à sua carreira política no Grande ABC. A região foi o berço do PT no início da década de 80, após um grande movimento sindical liderado por Lula. O petista ainda conta com a vantagem de ser morador de São Bernardo. Desde o início da campanha eleitoral, Lula foi o único candidato a presidente a ter algum compromisso público na região.

A grande vantagem de Lula no Grande ABC provoca também uma queda de seus principais adversários em relação às intenções de votos registradas em todo o Brasil. Nem mesmo a escolha do presidente licenciado da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, como candidato a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes conseguiu atrair uma grande quantidade de votos para a Frente Trabalhista na região.

Paulinho acreditava que conseguiria tirar votos de Lula no meio sindical, mas a estratégia parece não ter surtido efeito até o momento. Além de participar de um comício em Mauá, o vice de Ciro já esteve na região por outras duas vezes para fazer campanha em portas de fábrica, estilo tradicional do PT de pedir votos.

A baixa popularidade de Serra e Ciro no Grande ABC pode ser entendida também com a pouca participação que os dois candidatos tiveram durante a campanha eleitoral até o momento na região. Os dois adversários ainda não participaram de nenhum evento no Grande ABC. A primeira participação de Serra pode acontecer neste domingo, quando o tucano, acompanhado de sua vice, Rita Camata (PMDB), deverá estar em um almoço organizado pelo prefeito de São Bernardo, Maurício Soares (PSDB). Garotinho ainda não definiu quando será sua primeira visita à região.

O candidato José Maria de Almeida (PSTU) tem 0,3% e Rui Costa Pimenta (PCO) tem 0,2%. Os indecisos somam 9,8% e os votos brancos e nulos são 7,2%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;