Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 16 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A estrela Sonia Guedes

Ela está perpetuada nos livros do Zé Armando, ele também inscrito no rol dos grandes nomes da Cultura do Grande ABC


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

08/06/2019 | 07:00


“Quando se abriram pela primeira vez as cortinas do Teatro Municipal de Santo André, em 13 de abril de 1971, estavam em cena Antônio Petrin e Sônia Guedes, que cantava uma canção de Geraldo Rosa.”
Cf. José Armando Pereira da Silva, A Cena Brasileira em Santo André, PMSA, 2001.

É nesses momentos dolorosos da vida cultural do Grande ABC que se volta vista a um gênio do memorialismo: José Armando Pereira da Silva. Um estudioso do teatro, cinema, crítica, artes plásticas. Um pesquisador da maior seriedade, 100% confiável, com obra nacional que inclui tudo sobre as artes do Grande ABC.

Basta ler um dos livros de Zé Armando. Em A Cena Brasileira em Santo André, Sônia Guedes aparece linda, formosa, em algumas fotos esquecidas, agora clássicas graças ao Zé Armando:
- Ao lado de Cláudio Correa e Castro, Guerra do Cansa-Cavalo, 1971.
- Com Sylvia Borges, Mirandolina, 1971.
- Com Sylvia Borges e Gabriela Rabelo, Aleijadinho, Aqui Agora, 1972.
- Com grande elenco, O Homem de La Mancha, 1972.
- De minissaia com Henrique Lisboa, O Incidente no 113, 1974.
- Com Carlos Augusto Strazzer, Mumu, a Vaca Metafísica, 1976.
- Com Júlia Lemmertz, Gemini, 1982.
- ''Velhinha’, com o ‘velhinho’ Antônio Petrin, Ganhar ou Ganhar, 1983
- Com Carmem Silvia, Rosália Petrin e Haydée Figueiredo, Três Marias e uma Rosa, 1988.
- Com Marcos Frota, Cerimônia do Adeus, 1989.
- Comovente, com Emílio de Mello, Pérola, 1998.

NOTA TRIPLA
1 – Sônia Guedes está por inteiro nas páginas do Diário do Grande ABC. Basta folhear a coleção, ano a ano, página a página, como Zé Armando fez...
2 – Dá a impressão que o Cemitério Bom Jesus, de Paranapiacaba, mantido e recuperado pela Prefeitura, se transforma em palco florido para a estrela que jamais renegou a sua história no Alto da Serra.
3 – Não merecia o Teatro Municipal de Santo André ganhar o nome de Sônia Guedes? A estrela diria: ‘Não’. O Teatro Municipal de Santo André é Teatro Municipal de Santo André e pronto, porque, felizmente, muitos astros e estrelas existem na nossa Santo André que mereceriam a mesma homenagem. Daí porque Sônia Guedes de há muito é eterna, sem precisar rebatizar o nosso Municipal. Por tudo o que fez. Pelos registros que Zé Armando fez com a Sônia Guedes viva.

Isso é lá com Santo Antonio...

Texto: Milton Parron

Os três próximos programas Memória serão dedicados aos santos festeiros. Vamos fazer uma viagem ao passado, até uma época em que o povo comemorava com empolgação e religiosidade as datas de 13, 24 e 29 de junho, Santo Antonio, São João e São Pedro. 

Muitas músicas foram produzidas, especialmente para os festejos juninos, por compositores geniais, entre eles, Lamartine Babo, Assis Valente, Luis Gonzaga, Haroldo Lobo, Benedito Lacerda, Braguinha, Alberto Ribeiro e Mario Zan. Além de reviver as músicas juninas mais conhecidas, não apenas dos antigos, como, também, dos jovens, falaremos das comidas, das bebidas, das crendices, das danças, especialmente as quadrilhas, e, ainda, das origens de determinadas práticas que só ocorrem, pelo menos ocorriam, no período das festanças de junho como a fogueira, soltura de fogos e balões, pau de sebo, casamento na roça etc. 

Os três programas foram apresentados na Bandeirantes no mês de junho de 1982, produzidos por J. da Silva Vidal com narração de José Maria Scachetti e Edson Guerra, os três falecidos. 

Nos dias 8 e 9 de junho, o programa evocará Santo Antonio; nos dias 15 e 16 será a vez de São João e, finalmente, nos dias 22 e 23, o focalizado será o ‘dono da chave do céu’, São Pedro.

EM PAUTA – Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) –  Memória. Balancê I. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da internet, radiobandeirantes.com.br.

Diário há 30 anos...
Quinta-feira, 8 de junho de 1989 – ano 32, edição 7086

Manchete – Empresário abre mão de ônibus em São Bernardo. Baltazar José de Souza, dono de dez empresas no Grande ABC, disse que vai oferecer a Viação São Bernardo ao prefeito Mauricio Soares, caso a Prefeitura não subsidie ou aumente as tarifas de suas quatro linhas.

Cultura & Lazer – Aldemir Martins expõe pela primeira vez no Grande aBC, na Galeria Marusan, em São Bernardo.

Pescaria – O pescador José Matsudo fisgou uma carpa de 15 quilos na Represa Billings,

Adeus – Nara Leão, cantora (1942-1989); Chico Landi, antigo piloto (1908-1989).

Em 8 de junho de...

1919 – Muito futebol marcado para aquele domingo na região, com equipes do futuro ABC recebendo times da Capital: 

- Em Santo André, Brasil e Litográfica; Primavera e Franzol.

- Em São Bernardo, União e Maranhão; AA São Bernardo e Estrela da Água Branca

- Em São Caetano, Monte Alegre e Universal

Internacional

- Do noticiário do Estadão: aliança entre o Japão e a Alemanha contra o bolchevismo.

- Do noticiário do Correio Paulistano: Estônia anuncia ser prematura a notícia da ocupação de Petrogrado.

1969 – Jurista Haroldo Santos Abreu volta a colaborar com artigos na página 4 do Diário. Título da reestreia: ‘O ICM e a construção civil’.

1984 – Prefeito Aron Galante, de São Bernardo, tira licença pela terceira vez; assume o vice-prefeito Walter Demarchi.

- Boato sobre vagas de emprego reúne uma multidão na Termomecânica, em São Bernardo.

- Acisa promove curso sobre oratória e comunicação.

- Mercedes-Benz lança o novo ônibus rodoviário 0-370.

Hoje

- Dia Mundial do Oceano. A data foi estabelecida durante a Eco-92, no Rio de Janeiro

- Dia do Citricultor

- Dia Mundial da Saudade

Santos do dia

- Salustiano

- Clodolfo

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 8 de junho:

- Em São Paulo, Arujá. Elevado a município em 1959. Pertenceu, como distrito, a Santa Isabel, na Grande São Paulo. Anteriormente pertenceu a Mogi das Cruzes.

- Em Alagoas, Campo Alegre

- No Rio Grande do Sul, Eldorado do Sul

- No Rio de Janeiro, Iguaba Grande e Santa Maria Madalena

- Na Paraíba, São Sebastião do Umbuzeiro

- No Ceará, Tabuleiro do Norte

Fonte: IBGE.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

A estrela Sonia Guedes

Ela está perpetuada nos livros do Zé Armando, ele também inscrito no rol dos grandes nomes da Cultura do Grande ABC

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

08/06/2019 | 07:00


“Quando se abriram pela primeira vez as cortinas do Teatro Municipal de Santo André, em 13 de abril de 1971, estavam em cena Antônio Petrin e Sônia Guedes, que cantava uma canção de Geraldo Rosa.”
Cf. José Armando Pereira da Silva, A Cena Brasileira em Santo André, PMSA, 2001.

É nesses momentos dolorosos da vida cultural do Grande ABC que se volta vista a um gênio do memorialismo: José Armando Pereira da Silva. Um estudioso do teatro, cinema, crítica, artes plásticas. Um pesquisador da maior seriedade, 100% confiável, com obra nacional que inclui tudo sobre as artes do Grande ABC.

Basta ler um dos livros de Zé Armando. Em A Cena Brasileira em Santo André, Sônia Guedes aparece linda, formosa, em algumas fotos esquecidas, agora clássicas graças ao Zé Armando:
- Ao lado de Cláudio Correa e Castro, Guerra do Cansa-Cavalo, 1971.
- Com Sylvia Borges, Mirandolina, 1971.
- Com Sylvia Borges e Gabriela Rabelo, Aleijadinho, Aqui Agora, 1972.
- Com grande elenco, O Homem de La Mancha, 1972.
- De minissaia com Henrique Lisboa, O Incidente no 113, 1974.
- Com Carlos Augusto Strazzer, Mumu, a Vaca Metafísica, 1976.
- Com Júlia Lemmertz, Gemini, 1982.
- ''Velhinha’, com o ‘velhinho’ Antônio Petrin, Ganhar ou Ganhar, 1983
- Com Carmem Silvia, Rosália Petrin e Haydée Figueiredo, Três Marias e uma Rosa, 1988.
- Com Marcos Frota, Cerimônia do Adeus, 1989.
- Comovente, com Emílio de Mello, Pérola, 1998.

NOTA TRIPLA
1 – Sônia Guedes está por inteiro nas páginas do Diário do Grande ABC. Basta folhear a coleção, ano a ano, página a página, como Zé Armando fez...
2 – Dá a impressão que o Cemitério Bom Jesus, de Paranapiacaba, mantido e recuperado pela Prefeitura, se transforma em palco florido para a estrela que jamais renegou a sua história no Alto da Serra.
3 – Não merecia o Teatro Municipal de Santo André ganhar o nome de Sônia Guedes? A estrela diria: ‘Não’. O Teatro Municipal de Santo André é Teatro Municipal de Santo André e pronto, porque, felizmente, muitos astros e estrelas existem na nossa Santo André que mereceriam a mesma homenagem. Daí porque Sônia Guedes de há muito é eterna, sem precisar rebatizar o nosso Municipal. Por tudo o que fez. Pelos registros que Zé Armando fez com a Sônia Guedes viva.

Isso é lá com Santo Antonio...

Texto: Milton Parron

Os três próximos programas Memória serão dedicados aos santos festeiros. Vamos fazer uma viagem ao passado, até uma época em que o povo comemorava com empolgação e religiosidade as datas de 13, 24 e 29 de junho, Santo Antonio, São João e São Pedro. 

Muitas músicas foram produzidas, especialmente para os festejos juninos, por compositores geniais, entre eles, Lamartine Babo, Assis Valente, Luis Gonzaga, Haroldo Lobo, Benedito Lacerda, Braguinha, Alberto Ribeiro e Mario Zan. Além de reviver as músicas juninas mais conhecidas, não apenas dos antigos, como, também, dos jovens, falaremos das comidas, das bebidas, das crendices, das danças, especialmente as quadrilhas, e, ainda, das origens de determinadas práticas que só ocorrem, pelo menos ocorriam, no período das festanças de junho como a fogueira, soltura de fogos e balões, pau de sebo, casamento na roça etc. 

Os três programas foram apresentados na Bandeirantes no mês de junho de 1982, produzidos por J. da Silva Vidal com narração de José Maria Scachetti e Edson Guerra, os três falecidos. 

Nos dias 8 e 9 de junho, o programa evocará Santo Antonio; nos dias 15 e 16 será a vez de São João e, finalmente, nos dias 22 e 23, o focalizado será o ‘dono da chave do céu’, São Pedro.

EM PAUTA – Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) –  Memória. Balancê I. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da internet, radiobandeirantes.com.br.

Diário há 30 anos...
Quinta-feira, 8 de junho de 1989 – ano 32, edição 7086

Manchete – Empresário abre mão de ônibus em São Bernardo. Baltazar José de Souza, dono de dez empresas no Grande ABC, disse que vai oferecer a Viação São Bernardo ao prefeito Mauricio Soares, caso a Prefeitura não subsidie ou aumente as tarifas de suas quatro linhas.

Cultura & Lazer – Aldemir Martins expõe pela primeira vez no Grande aBC, na Galeria Marusan, em São Bernardo.

Pescaria – O pescador José Matsudo fisgou uma carpa de 15 quilos na Represa Billings,

Adeus – Nara Leão, cantora (1942-1989); Chico Landi, antigo piloto (1908-1989).

Em 8 de junho de...

1919 – Muito futebol marcado para aquele domingo na região, com equipes do futuro ABC recebendo times da Capital: 

- Em Santo André, Brasil e Litográfica; Primavera e Franzol.

- Em São Bernardo, União e Maranhão; AA São Bernardo e Estrela da Água Branca

- Em São Caetano, Monte Alegre e Universal

Internacional

- Do noticiário do Estadão: aliança entre o Japão e a Alemanha contra o bolchevismo.

- Do noticiário do Correio Paulistano: Estônia anuncia ser prematura a notícia da ocupação de Petrogrado.

1969 – Jurista Haroldo Santos Abreu volta a colaborar com artigos na página 4 do Diário. Título da reestreia: ‘O ICM e a construção civil’.

1984 – Prefeito Aron Galante, de São Bernardo, tira licença pela terceira vez; assume o vice-prefeito Walter Demarchi.

- Boato sobre vagas de emprego reúne uma multidão na Termomecânica, em São Bernardo.

- Acisa promove curso sobre oratória e comunicação.

- Mercedes-Benz lança o novo ônibus rodoviário 0-370.

Hoje

- Dia Mundial do Oceano. A data foi estabelecida durante a Eco-92, no Rio de Janeiro

- Dia do Citricultor

- Dia Mundial da Saudade

Santos do dia

- Salustiano

- Clodolfo

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 8 de junho:

- Em São Paulo, Arujá. Elevado a município em 1959. Pertenceu, como distrito, a Santa Isabel, na Grande São Paulo. Anteriormente pertenceu a Mogi das Cruzes.

- Em Alagoas, Campo Alegre

- No Rio Grande do Sul, Eldorado do Sul

- No Rio de Janeiro, Iguaba Grande e Santa Maria Madalena

- Na Paraíba, São Sebastião do Umbuzeiro

- No Ceará, Tabuleiro do Norte

Fonte: IBGE.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;