Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 16 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Repercute no Brasil a morte de Castellani

O deputado Nicanor do Nascimento leva o caso à Câmara Federal


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/05/2019 | 07:00


A greve geral de 1917 ganha destaque nos anais do movimento sindical brasileiro, mais que a de 1919. Mas esta segunda foi talvez mais importante, pela conquista das oito horas diárias de trabalho em muitas fábricas, inclusive no Grande ABC. A greve de 1919 foi também sangrenta.

 ---

Mesmo os jornais mais conservadores anunciaram a morte do jovem tecelão Constante Castellani, durante passeata realizada no Centro de Santo André em 5 de maio de 1919. O Estado de S. Paulo chegou a publicar uma foto do operário.

A notícia foi estampada no Diário Popular, Combate,Piccolo, Fanfulla e Plebe.

O deputado Nicanor do Nascimento vem a São Paulo e a Santo André. Faz um inquérito particular. Entrevista-se com os familiares de Castellani. E denuncia: a polícia paulista praticou graves violências contra os direitos individuais.

Em resposta, o deputado situacionista, Carlos de Campos, afirma que a polícia atendeu à requisição daqueles que julgaram os seus direitos ameaçados.

O irmão também ameaçado
(Do discurso de Nicanor do Nascimento pronunciado na Câmara Federal, no Rio de Janeiro, em 23 de maio de 1919)
- Constante Castellani foi morto na praça pública por um soldado, que obedeceu às ordens de um sargento, que também mandou atirar contra o irmão do morto quando este, verberando-lhe o procedimento, imprecava contra o assassinato.
- Tive esta narração in loco pela família do morto.
- O soldado assassino foi desarmado e preso, mas ao sargento foi dado o comando de um contingente de forças de Santos. Tanto se reconheceu a bárbara ação que o delegado foi demitido; mas o sargento está impune.

Todo crime será punido
(Da resposta de Carlos de Campos a Nicanor do Nascimento)
- A oração do orador se baseia em documentos que ainda vão ser publicados, documentos graciosos, representando a palavra de cima das partes. Não devem, portanto, gerar convicções.
- Passamos por uma época de pruridos das reformas, em que o calor dos espíritos domina a razão, mormente os dos subversivos, que parece quererem dominar tudo o mais.
- As greves estão sujeitas a excessos. Contra o perigoso exercício daquele direito é que as autoridades intervêm.

Notas da Memória
- Constante Castellani está enterrado no Cemitério da Saudade, em Vila Assunção, na frente da capela e a poucos metros do jazigo do senador Flaquer.
- Carlos de Campos era o dono do Correio Paulistano, que não noticiou a morte de Castellani. Foi o 12º presidente do Estado de São Paulo (hoje seria governador). Faleceu no cargo em 1927, aos 60 anos, oito anos após a morte de Constante Castellani.
- Nicanor do Nascimento tornou-se professor de direito público constitucional. Publicou livros sobre doutrinas políticas como o socialismo e o comunismo.
- Carlos de Campos é nome de rua no Centro de Santo André, a poucos metros da Rua Coronel Oliveira Lima, onde Constante Castellani foi morto na passeata da Tecelagem Ipiranguinha há 100 anos.

Municípios Brasileiros
Celebram aniversários em 22 de maio:

- Em São Paulo, Bom Jesus dos Perdões, Fernandópolis, Igarapava, Neves Paulista, Pederneiras, Sales Oliveira, Santa Branca, Santa Rita d’Oeste e Santa Rita do Passa Quatro.
- Em Minas Gerais, Brasilândia de Minas, Extrema, Medina, Santa Rita de Jacutinga e Santa Rita do Sapucaí.
- No Rio de Janeiro, Itaboraí.
- Em Alagoas, Cajueiro.
- No Rio Grande do Sul, Mariano Moro e Palmitinho.
- No Ceará, Pacajus e Pires Ferreira.
- No Mato Grosso, Rio Branco.
- Em Goiás, Santa Rita de Jacutinga, Santa Rita do Sapucaí e Trombas. 
Fonte: IBGE.

‘A quem interessa o progresso dos povos?''

É tempo de política e de políticos. Escuras nuvens se espalham pelo céu da América do Sul.
Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 21 de maio de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória.

Diário há 30 anos
Domingo, 21 de maio de 1989 – ano 32, edição 7071

Grande ABC – Região registra um terço dos desaparecidos do Estado. Reportagem: Nilton Hernandes.

Santo André – Semasa conserta a adutora do Centreville, rompida dois dias antes, em 19 de maio.

Judô – O medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Seul Aurélio Miguel ganhou duas lutas na abertura da 2ª Copa Kodokan, no Ginásio Pedro Dell’Antonia.

Cultura & Lazer – Prefeituras congelam cineclubes. A hesitação dos governos municipais em levar adiante política de exibição de obras alternativas restringe opções do espectador.

- Em São Bernardo, o Cine-Teatro Martins Pena tem mostras regulares.

- Show da apresentadora Angélica, na Vera Cruz, reúne só 2.000 pessoas.

Hoje

- Dia do Apicultor

- Dia Internacional da Biodiversidade

- Dia do Abraço

Santos do Dia

- Rita de Cássia (Itália: 1381-1457). Canonizada em 1900. É a padroeira das mulheres que sofrem com os maridos, e é também chamada ‘advogada das causas perdidas’ e ‘Santa dos impossíveis’.

- Casto

- Quitéria

Em 22 de maio de...

1919 – Seguiram para o Rio de Janeiro, em viagem de recreio, o coronel Alfredo Luiz Flaquer e família; e para Poços de Caldas, João Arouca e a mulher.

- Pelo III Campeonato Sul-Americano, no campo do Fluminense, Argentina 4, Chile 1. Com o resultado, os argentinos obtêm o terceiro lugar.

Internacional

- Do noticiário do Estadão: um decreto do Estado maior italiano declara abolida a pena de morte nos territórios ocupados.

- Do noticiário do Correio Paulistano: Epitácio Pessoa, presidente eleito do Brasil, que estava em Roma, retorna a Paris.

1959 – Toyota do Brasil, com fábrica em São Bernardo, lança o seu jipe.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Repercute no Brasil a morte de Castellani

O deputado Nicanor do Nascimento leva o caso à Câmara Federal

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/05/2019 | 07:00


A greve geral de 1917 ganha destaque nos anais do movimento sindical brasileiro, mais que a de 1919. Mas esta segunda foi talvez mais importante, pela conquista das oito horas diárias de trabalho em muitas fábricas, inclusive no Grande ABC. A greve de 1919 foi também sangrenta.

 ---

Mesmo os jornais mais conservadores anunciaram a morte do jovem tecelão Constante Castellani, durante passeata realizada no Centro de Santo André em 5 de maio de 1919. O Estado de S. Paulo chegou a publicar uma foto do operário.

A notícia foi estampada no Diário Popular, Combate,Piccolo, Fanfulla e Plebe.

O deputado Nicanor do Nascimento vem a São Paulo e a Santo André. Faz um inquérito particular. Entrevista-se com os familiares de Castellani. E denuncia: a polícia paulista praticou graves violências contra os direitos individuais.

Em resposta, o deputado situacionista, Carlos de Campos, afirma que a polícia atendeu à requisição daqueles que julgaram os seus direitos ameaçados.

O irmão também ameaçado
(Do discurso de Nicanor do Nascimento pronunciado na Câmara Federal, no Rio de Janeiro, em 23 de maio de 1919)
- Constante Castellani foi morto na praça pública por um soldado, que obedeceu às ordens de um sargento, que também mandou atirar contra o irmão do morto quando este, verberando-lhe o procedimento, imprecava contra o assassinato.
- Tive esta narração in loco pela família do morto.
- O soldado assassino foi desarmado e preso, mas ao sargento foi dado o comando de um contingente de forças de Santos. Tanto se reconheceu a bárbara ação que o delegado foi demitido; mas o sargento está impune.

Todo crime será punido
(Da resposta de Carlos de Campos a Nicanor do Nascimento)
- A oração do orador se baseia em documentos que ainda vão ser publicados, documentos graciosos, representando a palavra de cima das partes. Não devem, portanto, gerar convicções.
- Passamos por uma época de pruridos das reformas, em que o calor dos espíritos domina a razão, mormente os dos subversivos, que parece quererem dominar tudo o mais.
- As greves estão sujeitas a excessos. Contra o perigoso exercício daquele direito é que as autoridades intervêm.

Notas da Memória
- Constante Castellani está enterrado no Cemitério da Saudade, em Vila Assunção, na frente da capela e a poucos metros do jazigo do senador Flaquer.
- Carlos de Campos era o dono do Correio Paulistano, que não noticiou a morte de Castellani. Foi o 12º presidente do Estado de São Paulo (hoje seria governador). Faleceu no cargo em 1927, aos 60 anos, oito anos após a morte de Constante Castellani.
- Nicanor do Nascimento tornou-se professor de direito público constitucional. Publicou livros sobre doutrinas políticas como o socialismo e o comunismo.
- Carlos de Campos é nome de rua no Centro de Santo André, a poucos metros da Rua Coronel Oliveira Lima, onde Constante Castellani foi morto na passeata da Tecelagem Ipiranguinha há 100 anos.

Municípios Brasileiros
Celebram aniversários em 22 de maio:

- Em São Paulo, Bom Jesus dos Perdões, Fernandópolis, Igarapava, Neves Paulista, Pederneiras, Sales Oliveira, Santa Branca, Santa Rita d’Oeste e Santa Rita do Passa Quatro.
- Em Minas Gerais, Brasilândia de Minas, Extrema, Medina, Santa Rita de Jacutinga e Santa Rita do Sapucaí.
- No Rio de Janeiro, Itaboraí.
- Em Alagoas, Cajueiro.
- No Rio Grande do Sul, Mariano Moro e Palmitinho.
- No Ceará, Pacajus e Pires Ferreira.
- No Mato Grosso, Rio Branco.
- Em Goiás, Santa Rita de Jacutinga, Santa Rita do Sapucaí e Trombas. 
Fonte: IBGE.

‘A quem interessa o progresso dos povos?''

É tempo de política e de políticos. Escuras nuvens se espalham pelo céu da América do Sul.
Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 21 de maio de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória.

Diário há 30 anos
Domingo, 21 de maio de 1989 – ano 32, edição 7071

Grande ABC – Região registra um terço dos desaparecidos do Estado. Reportagem: Nilton Hernandes.

Santo André – Semasa conserta a adutora do Centreville, rompida dois dias antes, em 19 de maio.

Judô – O medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Seul Aurélio Miguel ganhou duas lutas na abertura da 2ª Copa Kodokan, no Ginásio Pedro Dell’Antonia.

Cultura & Lazer – Prefeituras congelam cineclubes. A hesitação dos governos municipais em levar adiante política de exibição de obras alternativas restringe opções do espectador.

- Em São Bernardo, o Cine-Teatro Martins Pena tem mostras regulares.

- Show da apresentadora Angélica, na Vera Cruz, reúne só 2.000 pessoas.

Hoje

- Dia do Apicultor

- Dia Internacional da Biodiversidade

- Dia do Abraço

Santos do Dia

- Rita de Cássia (Itália: 1381-1457). Canonizada em 1900. É a padroeira das mulheres que sofrem com os maridos, e é também chamada ‘advogada das causas perdidas’ e ‘Santa dos impossíveis’.

- Casto

- Quitéria

Em 22 de maio de...

1919 – Seguiram para o Rio de Janeiro, em viagem de recreio, o coronel Alfredo Luiz Flaquer e família; e para Poços de Caldas, João Arouca e a mulher.

- Pelo III Campeonato Sul-Americano, no campo do Fluminense, Argentina 4, Chile 1. Com o resultado, os argentinos obtêm o terceiro lugar.

Internacional

- Do noticiário do Estadão: um decreto do Estado maior italiano declara abolida a pena de morte nos territórios ocupados.

- Do noticiário do Correio Paulistano: Epitácio Pessoa, presidente eleito do Brasil, que estava em Roma, retorna a Paris.

1959 – Toyota do Brasil, com fábrica em São Bernardo, lança o seu jipe.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;