Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 16 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

World music do Pedra Branca no Sesc Ipiranga


Melina Dias
Do Diário do Grande ABC

26/09/2008 | 07:25


Nesta sexta-feira, às 21h, o grupo Pedra Branca leva sua música experimental ao palco do Sesc Ipiranga, em São Paulo. Criado em 2001 por Luciano Sallun, de São Caetano, e Aquiles Ghirelli, de Santo André, o projeto tem conquistado crítica e público no Brasil, Europa e Japão (onde também foram lançados seus últimos discos).

Os fundadores, literalmente saídos da escola do luthier Fernando Sardo (leia reportagem ao lado), utilizam instrumentos originais e étnicos, somados a timbres eletrônicos para mostrar sua personalíssima mistura de jazz, música brasileira e world music. O resultado soa universal.

No repertório desta apresentação há composições dos seus dois álbuns e algumas inéditas. Como sempre, o show inclui participações de dançarinas, VJs e performances.

Sallun se reveza entre sitar, theremin, stell drum, jawharp e Ghirelli canta e toca tabla, didgeridoo. Participam ainda da formação o DJ João Ciriaco, o percussionista Daniel Puerto Rico, San (baixo), Ana Eliza (sax, flauta e clarinete).

Recentemente, o Pedra Branca assinou a trilha do espetáculo Crendices, Quem Disse, da Cia. de Danças de Diadema. O espetáculo deve ser lançado em DVD. Eles também se preparam para divulgar um novo disco, Organismo Eletrônico.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

World music do Pedra Branca no Sesc Ipiranga

Melina Dias
Do Diário do Grande ABC

26/09/2008 | 07:25


Nesta sexta-feira, às 21h, o grupo Pedra Branca leva sua música experimental ao palco do Sesc Ipiranga, em São Paulo. Criado em 2001 por Luciano Sallun, de São Caetano, e Aquiles Ghirelli, de Santo André, o projeto tem conquistado crítica e público no Brasil, Europa e Japão (onde também foram lançados seus últimos discos).

Os fundadores, literalmente saídos da escola do luthier Fernando Sardo (leia reportagem ao lado), utilizam instrumentos originais e étnicos, somados a timbres eletrônicos para mostrar sua personalíssima mistura de jazz, música brasileira e world music. O resultado soa universal.

No repertório desta apresentação há composições dos seus dois álbuns e algumas inéditas. Como sempre, o show inclui participações de dançarinas, VJs e performances.

Sallun se reveza entre sitar, theremin, stell drum, jawharp e Ghirelli canta e toca tabla, didgeridoo. Participam ainda da formação o DJ João Ciriaco, o percussionista Daniel Puerto Rico, San (baixo), Ana Eliza (sax, flauta e clarinete).

Recentemente, o Pedra Branca assinou a trilha do espetáculo Crendices, Quem Disse, da Cia. de Danças de Diadema. O espetáculo deve ser lançado em DVD. Eles também se preparam para divulgar um novo disco, Organismo Eletrônico.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;